Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Novos desafios para a indústria automotiva brasileira

Novos desafios para a indústria automotiva brasileira

14/05/2018 Mauro de Souza Paraíso

Montadoras têm de ser eficientes no uso que fazem dos materiais para desenvolverem seus produtos.

Não é novidade que os veículos de passageiros ou comerciais são os produtos mais complexos produzidos em larga escala. Unir milhares de peças, centenas ou até milhares de vezes por dia, faz a rotina de uma montadora ser repleta de adrenalina – e muita técnica.

Cada peça precisa ser produzida em atendimento a uma série de requisitos, seja na cadeia de fornecedores ou na própria montadora. Existem especificações de material, dimensão e tratamento superficial, entre tantas outras, durante um processo de produção, que precisa ser totalmente estável, com diversas etapas de controle que garantam a qualidade e a rastreabilidade dos produtos.

Tais peças devem ser entregues em condições de limpeza no momento certo da linha de montagem ou do processo de união planejado. Enquanto um iPhone X é vendido a cerca de R$ 35 mil/kg, o mercado paga em torno de R$ 50/kg para um caminhão extrapesado e R$ 20/kg para um veículo de modelo mais popular.

Portanto, as montadoras têm de ser muito eficientes no uso que fazem dos materiais quando desenvolvem os seus produtos. Essa necessidade de eficiência deve estar aliada às demais responsabilidades, como segurança, durabilidade, eficiência energética e eliminação de materiais prejudiciais à saúde humana.

A indústria ainda tem um desafio adicional: conciliar as especificações globais com os materiais e os processos disponíveis no mercado brasileiro e, se for o caso, gerar condições para a disponibilidade dos mesmos no Brasil, uma vez que a importação extensiva leva a um risco cambial e logístico muito alto para quem trabalha com uma margem estreita entre o custo de produção e o preço de mercado.

Profissionais envolvidos com tais desafios irão discutir esses e outros assuntos no 11º Simpósio SAE BRASIL de Novos Materiais e Aplicações na Mobilidade. Com extensa programação de palestras, debates e cursos técnicos, o encontro reunirá especialistas de montadoras, sistemistas, autopeças e fornecedores de matérias-primas dias 5 e 6 de junho, no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), em São Paulo.

* Mauro de Souza Paraíso é gerente de Engenharia de Materiais da Mercedes Benz do Brasil e chairperson do 11º Simpósio SAE BRASIL de Novos Materiais e Aplicações na Mobilidade.

Fonte: Companhia de Imprensa



O desserviço do senador ao STF

Como pode um único homem, que nem é chefe de poder, travar indefinidamente a execução de obrigações constitucionais e, com isso, impor dificuldades ao funcionamento de um dos poderes da República?


Anedotas com pouca graça

Uma anedota, de vez enquanto, cai sempre bem; como o sal serve para temperar a comida, a anedota também adoça a conversa ou o texto.


Cada um no seu quadrado e todos produzindo…

Muito oportunas as observações do Prof. Ary Oswaldo Mattos Filho, de que em vez dos simples projetos que visam reforçar o caixa da União – como a alteração no Imposto de Renda ora em tramitação pelo Congresso – o país carece de uma verdadeira reforma tributária onde fiquem bem definidos os direitos e obrigações da União, Estados e Municípios.


Você já respirou hoje?

Diagnóstico e tratamento corretos salvam vidas na fibrose cística.


Jogos para enfrentar a crise

O mundo do trabalho nunca mais será o mesmo.


O trabalho de alta performance no Hipismo

O que os atletas precisam para o desempenho perfeito em uma competição? Além do treinamento e esforços diários, eles precisam estar em perfeita sintonia com o corpo e a mente.


Bons médicos vêm do berço

Faz décadas assistimos a abertura desenfreada de novas escolas médicas, sem condição de oferecer formação minimamente digna e honesta.


Wellness tech e a importância da saúde mental dentro das organizações

A pandemia de covid-19 impactou a vida de todos nós, pessoal e profissionalmente.


Manifestações do TDAH

Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade em adultos e crianças.


Cuidar da saúde mental do colaborador é fator de destaque e lucratividade para empresa

O Setembro Amarelo é uma campanha nacional de prevenção ao suicídio, mas que coloca em evidência toda a temática da saúde mental.


Setembro Amarelo: a diferença entre ouvir e escutar

Acender um alerta na sociedade para salvar vidas quando se fala em prevenção ao suicídio é tão complexo quanto o comportamento de uma pessoa com a intenção de tirar a própria vida.


Desafios para a Retomada Econômica

A divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre mostrou uma leve retração da atividade produtiva de 0,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior.