Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O Amor em Primeiro Lugar

O Amor em Primeiro Lugar

22/12/2018 Paulo Eduardo de Barros Fonseca

Porque a humanidade se permite envolver-se num sentimento de união e fraternidade, a atmosfera do planeta se altera para melhor.

O Natal, mais do que simplesmente uma data, renova na humanidade a centelha divina do amor e gera um estado de espírito que, independentemente de qualquer outra circunstância, inclusive religiosa, alcança toda humanidade.

Como que envolvido por um sentimento mágico o homem se conecta com o amor, que está em toda parte, fazendo fluir essa energia simplesmente ao oferecê-la ao seu semelhante.

A atmosfera do planeta se altera para melhor porque reina o sentimento de fraternidade! E este momento propicia a reflexão no sentido de que “apesar das dificuldades, das asperezas do mundo, os homens procurando fazer dos ensinamentos de Jesus a sua diretriz, a despeito de tudo, serão sempre amparados, pois caminham com fé para o reino da Verdade!” (A Diretriz, Irmão Alpe, psicografia Tereza de Barros Fonseca - 19/10/1999, Casa de Estudos Espírita Dr. Alberto Seabra).

Ora, o ponto de equilíbrio de qualquer pessoa está nas lições éticas, morais e espirituais deixadas por Jesus, que exemplificou a maneira de como devemos viver e anunciou que a Lei e os profetas estão resumidos nos mandamentos: “Amar ao próximo como a si mesmo e a Deus sobre todas as coisas” (Mateus 22:37-39).

Como disse Emmanuel, cujo significado é: Deus está no conosco: “É por isso que o Natal não é apenas a promessa da fraternidade e da paz que se renova alegremente, entre os homens, mas, acima de tudo, é a reiterada mensagem do Cristo que nos induz a servir sempre, compreendendo que o mundo pode mostrar deficiências e imperfeições, trevas e chagas, mas que é nosso dever amá-lo e ajudá-lo mesmo assim”.

Por isso, ainda lembrado de Emanuel, o “Irmão, que ouve no Natal os ecos suaves do cântico milagroso dos anjos, recorda que o Mestre veio até nós para que nos amemos uns aos outros. Natal! Boa Nova! Boa Vontade!” (Emanuel, psicografia Chico Xavier, Fonte Viva, lição 180).

Para que a mensagem evangélica de Jesus e o sentimento do Natal sejam uma constante em nossas vidas, em qualquer situação e todos os dias, devemos buscar a autoconscientização e a comunhão com os valores do Bem, bem como compreender que ajudamos na construção da fraternidade universal quando trazemos dentro nós a certeza de que o Amor está em primeiro lugar.

Que todos os dias seja Natal...

* Paulo Eduardo de Barros Fonseca é Vice-Presidente do Conselho Curador da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho, mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. 



Gestão empresarial e perspectivas para 2022

Após mais um ano de pandemia, a alta administração das empresas priorizou a sobrevivência enquanto teve de lidar com expectativas frustradas.


O que a pandemia nos ensinou sobre fortalecer nossas parcerias

A pandemia da COVID-19 forçou mudanças significativas na operação de muitas empresas.


O barulho em torno do criado-mudo

Se você entrar agora no site da Amazon e escrever (ou digitar) “criado-mudo”, vai aparecer uma resposta automática dizendo que você não deve usar essa expressão porque ela é racista.


Reputação digital: é possível se proteger contra conteúdos negativos

O ano é 2022 e há quem pense que a internet ainda é uma terra sem lei. A verdade é que a sociedade avançou e o mundo virtual também.


Questão de saúde pública, hanseníase ainda é causa de preconceito e discriminação

Desde 2016, o Ministério da Saúde realiza a campanha Janeiro Roxo, de conscientização sobre a hanseníase.


Desafios para o Brasil retomar o rumo

A tragédia brasileira está em cartaz há décadas.


Mortes e lama: até quando, Minas?

Tragédias no Brasil são quase sempre pré-anunciadas. É como se pertencessem e integrassem a política de cotas. Sim, há cotas também para o barro e a lama. Cota para a dor.


Proteção de dados de sucesso

Pessoas certas, processos corretos e tecnologia adequada.


Perspectivas e desafios do varejo em 2022

Como o varejo lida com pessoas, a sua dinâmica é fascinante. A inclusão de novos elementos é constante, tais como o “live commerce” e a “entrega super rápida”.


Geração millenials, distintas facetas

A crise mundial – econômica, social e política – produzida pela transformação sem precedentes da Economia 4.0 coloca, de forma dramática, a questão do emprego para os jovens que ascendem ao mercado de trabalho.


Por que ESG e LGPD são tão importantes para as empresas?

ESG e LGPD ganham cada vez mais espaço no mundo corporativo por definirem novos valores apresentados pelas empresas, que procuram melhor colocação no mercado, mais investimentos e consumidores satisfeitos.


O Paradoxo de Fermi e as pandemias

Em uma descontraída conversa entre amigos, o físico italiano Enrico Fermi (1901-1954) perguntou “Onde está todo mundo?” ao analisarem uma caricatura de revista que retratava alienígenas, em seus discos voadores, roubando o lixo de Nova Iorque.