Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O autoconhecimento na recolocação profissional

O autoconhecimento na recolocação profissional

05/09/2017 Astrid Vieira

Os principais pecados cometidos por candidatos a vagas de emprego acontecem durante as entrevistas.

O autoconhecimento na recolocação profissional

Até o momento, o Brasil apresenta mais de 13 milhões de pessoas desempregadas, o que representa um valor recorde para o país, desde o início do processo de registros de crescimento econômico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 1948.

Sendo reflexo de uma grande crise econômica nacional, esse número impulsionou mudanças no mercado de trabalho e ainda aumentou o nível de competitividade entre os candidatos a vagas de empregos.

Com este contexto, o processo de procura por um novo emprego se tornou ainda mais árduo e minucioso, sendo necessário que os candidatos estejam atentos a cada detalhe, desde a criação de um currículo acessível, interessante e honesto, até o estabelecimento de uma postura adequada, segura e determinada em uma entrevista para um processo seletivo.

Observo que os principais pecados cometidos por candidatos a vagas de emprego acontecem durante as entrevistas. Dentre os principais erros estão o descontrole emocional, a falta de autoconhecimento e a baixa autoestima, que em muitas situações deixam recrutadores confusos e receosos quanto às qualificações e as experiências inclusas nos currículos de candidatos.

Pensando sobre essas dificuldades, o método intitulado SOAR vem sendo aplicado em diversas áreas e obtendo grandes resultados. Sendo ancorado pelas palavras Situação, Obstáculos, Ações e Resultados, o método SOAR tem origem em estudos realizados pela Universidade de Nebraska-Lincoln nos Estados Unidos, que foram posteriormente publicados no Journal of Educational Psychology.

Para atingir os resultados esperados, os estudantes tiveram que criar quadros comparativos, fazer assimilações, perguntas práticas e gravar notas completas por meio de computadores e iPads. A partir do método SOAR é possível verificar o padrão de comportamento e comunicação das pessoas, abordando a forma de tomar decisões.

Com um nível de precisão de quase 87%, o método pode ser trabalhado em organizações, individualmente ou em grupos, de forma a trazer benefícios nas áreas de desenvolvimento pessoal e crescimento; diversidade e inclusão; trabalho em equipe; melhoria na comunicação e nas relações; integração com funcionários; processo de seleção de candidatos para empregos; resolução de conflitos; coaching; liderança; produtividade e desempenho; e equipes de vendas.

No mercado de trabalho atual, é importante que os candidatos a vagas de emprego saibam quais são suas habilidades, para que assim encontrem oportunidades que demandem tais aptidões. Para que seja possível essa descoberta, o método SOAR possibilita que as pessoas relembrem e reúnam histórias de realizações profissionais de forma a demonstrar o uso e a relevância de suas habilidades.

Por meio de um treinamento prático, os candidatos aprenderão a lidar de forma estratégica e assertiva em entrevistas de emprego. Durante o treinamento, os candidatos irão expor seu histórico de realizações profissionais de forma a convencer seus recrutadores de que possuem as qualidades e habilidades necessárias para preencher a vaga de emprego pretendida.

Neste processo, os candidatos serão orientados a fazer afirmações claras e objetivas sobre suas qualificações, ao invés de descrições de potenciais, talentos ou responsabilidades. O candidato pode preferir narrar seu histórico de realizações em tópicos para cada cargo que ocupou, informando de maneira rápida e sucinta o que realizou em cada etapa profissional.

O treinamento é bastante relevante, já que demonstra o impacto mensurável e quantitativo das contribuições dos candidatos para as empresas das quais fizeram parte, diferenciando-os de outras pessoas com qualificações semelhantes. Acredito que esse processo também cria uma oportunidade para que os recrutadores façam perguntas sobre assuntos dos quais os candidatos tenham maior domínio.

* Astrid Vieira é Diretora da empresa Leaders Outplacement.



Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.


Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.


Sociedade civil e a defesa da democracia

As últimas aparições e discursos do presidente da República vêm provocando uma nova onda de empresários, instituições e figuras públicas em defesa da democracia e do sistema eleitoral no Brasil.


Para além do juramento de Hipócrates: a ética na prática médica

“Passarei a minha vida e praticarei a minha arte pura e santamente. Em quantas casas entrar, fá-lo-ei só para a utilidade dos doentes, abstendo-me de todo o mal voluntário e de toda voluntária maleficência e de qualquer outra ação corruptora, tanto em relação a mulheres quanto a jovens.” (Juramento de Hipócrates).


O sentido da educação

A educação requer uma formação pessoal, capaz de fazer cada ser humano estar aberto à vida, procurando compreender o seu significado, especialmente na relação com o próximo.