Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O Brasil precisa de inteligência

O Brasil precisa de inteligência

18/06/2020 J. A. Puppio

Quando olhamos os países mais populosos do planeta, o Brasil está entre os 10 mais populosos, mas vemos que estamos entre os maiores produtores de alimentos, já que possuímos o dobro da área agriculturável dos Estados Unidos.

Além disso, somos praticamente independentes em petróleo, no entanto, nosso combustível está entre os mais caros do mundo, deixando nossa população empobrecida, pois os governos dos últimos 18 anos, somente souberam colocar uma carga tributária que deixa a população sem caminho e nem alternativa para a riqueza.

Nosso produto, o etanol ,que deveria representar a nossa independência de energia, está inserido dentro de uma carga tributária totalmente política, que não consegue deixar o povo brasileiro crescer.

Se o Brasil é o dono da tecnologia do etanol, porque não produzimos automóveis, caminhões e tratores, unicamente com esta tecnologia.

Caso o Brasil fosse governado na sua câmara de deputados e no senado por patriotas que se dedicassem em desenvolver o povo e trazer a riqueza para dentro do país, poderíamos ter 300 mil usinas de etanol gerando 15 milhões de empregos, mas teríamos que ter um país que apresentasse um sistema tributário simplificado e moderno, sem burocracia, tendo de equacionar para o imposto único, mas sendo um micro imposto.

Hoje podemos dizer que a tecnologia do etanol não perde em nada para tecnologia da gasolina e ainda teríamos uma redução da poluição em torno de 70%, sem contar que o motor com etanol apresenta uma durabilidade muito maior, mas nossos deputados e senadores  e demais cargos políticos não abrem mão de suas regalias gigantescas, não deixando que o povo melhore suas condições de vida.

A hora é agora de dizer que todos esses projetos cogitados necessitam que o Brasil tenha inteligência e cidadania precisas e assertivas de todos os políticos, deixando de lado suas ganâncias e anseios, pois temos terras férteis e temos um quinto de toda água potável do planeta.

Não podemos permitir, como vem sendo feito nos últimos 18 anos, que o BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Social) continue emprestando para países estrangeiros, conforme esclarecemos abaixo:

Argentina: 6,5 bilhões dólares

Angola: 5,2 bilhões dólares

Venezuela: 2,4 bilhões dólares

Rep. Dominicana: 1,5 bilhões dólares

Cuba: 700 milhões dólares

Moçambique: 500 milhões dólares

Peru: 400 milhões de dólares

Sendo que, originalmente, este banco deveria alavancar o desenvolvimento social brasileiro e, como os números demonstram, nada tem sido feito em benefício dos brasileiros.

* J.A.Puppio é empresário e autor do livro ‘Impossível é o que não se tentou’.

Fonte: Vervi Assessoria de Imprensa



Análise de dados e a saúde dos colaboradores nas empresas

Como a análise de dados está ajudando empresas a melhorar a saúde dos colaboradores.


16 senadores suplentes, sem votos, gozam das benesses no Senado

Quando o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), pretende colocar em votação Emenda Constitucional para acabar com a figura de SENADOR SUPLENTE?


Há tempos são os jovens que adoecem

Há alguns anos o Netflix lançou uma série chamada “Thirteen Reasons Why”, ou, em tradução livre, “As Treze Razões”.


Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.


Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.