Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O desafio do desenvolvimento econômico (II)

O desafio do desenvolvimento econômico (II)

24/07/2008 Divulgação

As discussões sobre crescimento/desenvolvimento econômico que aparecem regularmente na imprensa brasileira nem sempre conseguem traduzir com clareza para o grande público, o significado desses conceitos. O propósito deste artigo é facilitar a compreensão de termos de vital importância para os cidadãos brasileiros.

A constituição em vigor, no seu ART. 3º, incisos I e III, dispõe que um dos objetivos da República é promover o desenvolvimento nacional. E diz que isso deve ser feito mediante a correção das desigualdades regionais e das disparidades salariais. Logo, a implementação (que palavra, como diria o jornalista Hélio Fernandes) de políticas de desenvolvimento não é facultativa, mas obrigatória. Curiosamente, os governantes brasileiros, os profissionais de imprensa e os economistas, com raras exceções, dão preferência ao termo crescimento, que não é a mesma coisa. Ora, “desenvolvimento” é “crescimento” acompanhado por mudanças estruturais na economia, com o objetivo de melhorar as condições de vida da população. Crescimento, mais quantitativo do que qualitativo, é sinônimo de modernização e se traduz apenas pelo aumento do Produto Interno Bruto (PIB). Crescer é, por exemplo, construir grandes rodovias, modernos aeroportos e usinas, enquanto desenvolver-se está associado ao aumento do número de escolas e centros de saúde, ao aprimoramento do saneamento básico à segurança pública.

É possível combinar as duas coisas? Claro que sim. O ideal é colocar em prática, ao mesmo tempo, políticas de crescimento e de desenvolvimento. Grave erro é ficar só na primeira dessas iniciativas. O economista Joseph Stiglitz, coordenador da bem sucedida política econômica do ex-presidente dos EUA Bill Clinton, tem criticado duramente os resultados da globalização neoliberal que, segundo ele, cria riqueza de um lado e, de outro, pobreza. Para ilustrar o pensamento de Stiglitz, veja-se o que acontece no Brasil, em que a concentração de pobreza é maior precisamente em torno de grandes capitais, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Salvador e outras.

Por outro lado, é preciso deixar claro, por um imperativo de honestidade intelectual, que as políticas colocadas em prática pelos países socialistas, com fundamento nas idéias de Marx e de outros teóricos, nunca foram capazes de criar prosperidade econômica, de onde se colhe o desafio de que o desenvolvimento está acima das ideologias.

Voltando ao caso brasileiro, é preciso chamar a atenção para a estranha idéia de que o desenvolvimento é um tema dos anos 50. Quem diz isso não tem nem competência nem coragem de enfrentar o problema. Será que educação, saúde, moradia, emprego e alimentação são questões dos anos 50? Só os estadistas que tiveram determinação, descortino e competência para ensejar aos seus povos a conquista desses benefícios podem responder adequadamente a essa pergunta.



Wellness tech e a importância da saúde mental dentro das organizações

A pandemia de covid-19 impactou a vida de todos nós, pessoal e profissionalmente.


Manifestações do TDAH

Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade em adultos e crianças.


Cuidar da saúde mental do colaborador é fator de destaque e lucratividade para empresa

O Setembro Amarelo é uma campanha nacional de prevenção ao suicídio, mas que coloca em evidência toda a temática da saúde mental.


Setembro Amarelo: a diferença entre ouvir e escutar

Acender um alerta na sociedade para salvar vidas quando se fala em prevenção ao suicídio é tão complexo quanto o comportamento de uma pessoa com a intenção de tirar a própria vida.


Desafios para a Retomada Econômica

A divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre mostrou uma leve retração da atividade produtiva de 0,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior.


Setembro Amarelo: é preciso praticar o amor ao próximo

Um domingo ensolarado é um dia perfeito para exercitar a felicidade, passear no parque, levar as crianças na piscina ou encontrar os amigos com seus sorrisos largos e escancarados.


Setembro Amarelo: é preciso ter ferramentas para lidar com o mundo

No semáforo, a cor amarela é frequentemente associada com desaceleração. O motorista precisa reduzir a velocidade ou até mesmo parar.


Da apropriação ilícita dos símbolos da Nação

Uma nova prática vem sendo efetivada por políticos e partidos radicais em âmbito mundial, a apropriação dos símbolos da nação como se fossem bandeiras de suas filosofias.


Tecnologia é fundamental para facilitar o processo de legalização de novos negócios no Brasil

Imagine se todo o recurso humano e dinheiro envolvidos no processo de abertura e legalização de uma empresa no Brasil fossem utilizados para promover mais eficiência e valor agregado para a sociedade?


Como a tecnologia pode criar uma cultura de reciclagem

Diante das diversas transformações no mundo dos negócios e no modelo de atendimento aos consumidores, empresas de todos os segmentos estão sendo obrigadas a buscarem soluções que permitam acelerar a inovação e a eficiência de seus negócios.


As regras essenciais para o uso de vagas de garagem em condomínios

A garagem traz para o condômino segurança e comodidade para os moradores.


Como usar a sua voz para compartilhar as suas ideias?

Você já se perguntou quantas palavras fala diariamente?