Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O futuro da moda: você, profissional, está preparado?

O futuro da moda: você, profissional, está preparado?

14/02/2018 Robson Marcus Wanka

A 4ª Revolução Industrial que já bate à nossa porta nos mostra que a conectividade é a chave para o futuro.

O futuro da moda: você, profissional, está preparado?

Nos últimos anos, muitas carreiras profissionais passaram por mudanças. Algumas se adequaram aos novos tempos, outras sofreram transformações radicais, outras tantas foram extintas e muitas outras ainda surgirão. O mundo da moda passa por uma verdadeira revolução.

A 4ª Revolução Industrial, para ser mais específico, que já bate à nossa porta e nos mostra que a conectividade é a chave para o futuro. Com a explosão de tantas novidades, os profissionais do setor têm buscado especializações cada vez mais direcionadas à tecnologia, o que vem atropelando quem insiste em se manter parado no tempo.

A Confecção 4.0 é a grande novidade que marca a integração entre os espaços físico e virtual, os consumidores, os produtos, as máquinas, os softwares, os sistemas produtivos e a cadeia de fornecimento. Isso significa a produção de uma roupa cada vez mais personalizada e exclusiva, feita com a ajuda de diversos componentes tecnológicos.

Mas, diante de tanta robotização, sobra espaço para a interferência humana? Sim! E muito! Mão de obra específica para atuar na programação e no desenvolvimento de tais componentes ainda é escassa. Precisamos de cabeças pensantes para inovar e fazer com que todos esses equipamentos trabalhem em harmonia.

Já há no mercado cursos de formação de profissionais capazes de projetar a indústria do futuro em empresas de confecção, vestuário e têxtil, seguindo os moldes da Confecção 4.0. O objetivo é torná-los especialistas capazes de integrar tecnologias, gerando processos industriais mais eficientes, produtivos e sustentáveis.

Como dito anteriormente, a chave para o futuro é a conectividade e a integração de todo o processo produtivo. Além de levar inovação às empresas e ao mercado como um todo, a conectividade vai reduzir custos com mão de obra e tempo de trabalho, ao mesmo tempo que deve favorecer maiores ganhos.

É importante ressaltar, portanto, que o mercado da moda vai buscar cada vez mais novos profissionais que saibam lidar com a tecnologia, que sejam capazes de alimentar a indústria com modernas ideias e, principalmente, que passem a atuar de acordo com as necessidades reais desse novo mercado. Até porque o público já vem mudando a forma de consumir.

Não há mais tempo para sair em busca da roupa perfeita enquanto se experimenta uma infinidade de peças. A consciência ambiental e a preocupação com o desenvolvimento sustentável também começam a fazer parte do cotidiano dos consumidores. Assim, os profissionais da moda precisam embarcar logo nessa nau futurística, se quiserem se manter no mercado daqui a alguns – poucos – anos.

* Robson Marcus Wanka é Gerente de Educação do SENAI CETIQT



Espiritualidade e alegria junina

Junho traz festas de três santos católicos: Antônio, casamenteiro. São João, profeta precursor de Jesus e São Pedro, único apóstolo que caminhou sobre as águas.


Missão do avô

Na família os avós são conselheiros dos pais e dos netos.


A importância das relações governamentais e institucionais

As relações governamentais e institucionais têm sido um instrumento de alta relevância para qualquer organização no atual momento político brasileiro.


Namoro na adolescência: fato ou fake?

O início da adolescência coincide com o final do Ensino Fundamental, fase em que desabrocham as paixões e, com elas, o convite: “quer namorar comigo?”.


Autobiografias: revelações das experiências em família

A curiosidade de muitas pessoas sobre a (auto) biografia de personalidades tem se tornado cada vez mais crescente, nos últimos anos.


What a wonderful world

Louis Daniel Armstrong foi um cantor e instrumentista nascido na aurora do século 20, e foi considerado “a personificação do jazz”.


A violência doméstica

Em Portugal, desde o início do ano, apesar de se combater, por todos os meios, a violência na família, contam-se já mais de uma dezena de mulheres, assassinadas.


O desrespeito ao teto constitucional e o ativismo judicial

O ativismo do Executivo e do Judiciário está “apequenando” o Legislativo.


Indicadores e painéis urbanos aliados à administração pública

A cidade com fatos visualizados está remodelando a forma como os cidadãos e gestores vêm a conhecê-la e governá-la.


Os perigos do Transporte Aéreo Clandestino

Os regulamentos aeronáuticos buscam estabelecer critérios mínimos a serem seguidos pelos integrantes da indústria em questão.


A agenda do dia seguinte

A reforma da Previdência será aprovada no Congresso, salvo fatos graves e imprevistos. A dúvida, hoje, se restringe a quanto será, efetivamente, a economia do governo, em dez anos, já que as estimativas variam entre 500 a 900 bilhões de reais.


Comissão de Justiça e Paz

A CJP de Vitória foi criada em 1978 pelos Bispos Dom João Baptista da Motta e Albuquerque e Dom Luís Gonzaga Fernandes.