Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O mundo mudou, e o Secretariado também

O mundo mudou, e o Secretariado também

19/10/2020 Rafaela Aparecida de Almeida

Sou do tempo em que se fazia curso de datilografia.

Vivenciei a passagem da máquina de escrever ao computador, das cartas para os e-mails, da agenda de papel aos assistentes virtuais, das reuniões físicas às videoconferências, do arquivamento físico aos arquivos em nuvem.

E assim como eu, tenho certeza de que muitos Secretários e Secretárias vivenciaram essas revoluções tecnológicas e precisaram se adaptar.

Claro que não vivenciamos a era da taquigrafia nem presenciamos o surgimento da máquina de escrever e do telefone, mas se olharmos para uma linha do tempo tecnológica e traçarmos um paralelo com o Secretariado podemos entender os desafios vividos por este profissional ao longo tempo.

Se antes da revolução tecnológica nossas atividades nos exigiam basicamente competências técnicas como atendimento telefônico, redação de documentos, recepção, controle de agenda e organização de reuniões e viagens.

Com a passagem para o século XXI evoluímos em um paralelo com a globalização, e-commerce, intensificação das mídias socias, armazenamento em nuvem, inteligência artificial, eventos virtuais, e de repente nos vimos inseridos em uma sociedade cada vez mais pautada no gerenciamento informacional, na produção do conhecimento e na interação entre o mundo on-line e off-line.

Tais transformações exigiram do profissional de secretariado novas competências:

- Competências atitudinais: relacionadas à proatividade, polivalência, auto-gestão, empreendedorismo e criatividade.

- Competências relacionais: as quais voltam-se tanto para o relacionamento intrapessoal quanto aos relacionamentos interpessoais, e estão alinhadas com a inteligência emocional, comunicação, liderança, empatia, senso de equipe e resiliência.

- Competências analíticas: relacionas à co-gestão, exigem organização, visão sistêmica, estratégias, planejamento, controle e tomada de decisão.

- Competências virtuais ou remotas: direcionadas aos trabalhos remotos como a assessoria executiva digital, a organização de eventos virtuais, gestão de mídias e redes sociais, ou seja, competências que demandem maior conhecimento e uso de ferramentas tecnológicas em ambientes virtuais.

E assim agregando competências, seguimos com nosso olhar voltado para o futuro do Secretariado e da Assessoria Executiva remota, cada vez mais resilientes e adaptáveis as novas formas de trabalho.

* Rafaela Aparecida de Almeida é tutora do Curso de Secretariado no Centro Universitário Internacional Uninter.

Fonte: Página 1 Comunicação



Cada um no seu quadrado e todos produzindo…

Muito oportunas as observações do Prof. Ary Oswaldo Mattos Filho, de que em vez dos simples projetos que visam reforçar o caixa da União – como a alteração no Imposto de Renda ora em tramitação pelo Congresso – o país carece de uma verdadeira reforma tributária onde fiquem bem definidos os direitos e obrigações da União, Estados e Municípios.


Você já respirou hoje?

Diagnóstico e tratamento corretos salvam vidas na fibrose cística.


Jogos para enfrentar a crise

O mundo do trabalho nunca mais será o mesmo.


O trabalho de alta performance no Hipismo

O que os atletas precisam para o desempenho perfeito em uma competição? Além do treinamento e esforços diários, eles precisam estar em perfeita sintonia com o corpo e a mente.


Bons médicos vêm do berço

Faz décadas assistimos a abertura desenfreada de novas escolas médicas, sem condição de oferecer formação minimamente digna e honesta.


Wellness tech e a importância da saúde mental dentro das organizações

A pandemia de covid-19 impactou a vida de todos nós, pessoal e profissionalmente.


Manifestações do TDAH

Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade em adultos e crianças.


Cuidar da saúde mental do colaborador é fator de destaque e lucratividade para empresa

O Setembro Amarelo é uma campanha nacional de prevenção ao suicídio, mas que coloca em evidência toda a temática da saúde mental.


Setembro Amarelo: a diferença entre ouvir e escutar

Acender um alerta na sociedade para salvar vidas quando se fala em prevenção ao suicídio é tão complexo quanto o comportamento de uma pessoa com a intenção de tirar a própria vida.


Desafios para a Retomada Econômica

A divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre mostrou uma leve retração da atividade produtiva de 0,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior.


Setembro Amarelo: é preciso praticar o amor ao próximo

Um domingo ensolarado é um dia perfeito para exercitar a felicidade, passear no parque, levar as crianças na piscina ou encontrar os amigos com seus sorrisos largos e escancarados.


Setembro Amarelo: é preciso ter ferramentas para lidar com o mundo

No semáforo, a cor amarela é frequentemente associada com desaceleração. O motorista precisa reduzir a velocidade ou até mesmo parar.