Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O outro nunca sozinho

O outro nunca sozinho

26/05/2016 Flávio Melo Ribeiro

Hoje pela manhã li a seguinte frase “muitos aprendem a beijar a pele, mas poucos são os que sabem beijar a alma”.

Não é por acaso o quanto escuto que as pessoas estão cada vez menos se comprometendo nos relacionamentos, reclamam da solidão, mas não se preocupam em construir, querem o outro da forma como idealizam.

O simples contato de sonhos individuais, por mais atração e satisfação física que exista, não produz um casal. É necessário enxergar com os olhos do outro, entender suas necessidades, seus desejos, para com sinceridade compartilhar e satisfazer.

Um estudo feito pelo Psicólogo John T. Cacioppo da Universidade de Chicago, aponta que um em cada três pessoas sente-se na solidão, também cita “uma pessoa que se sente sozinha geralmente está mais angustiada, deprimida e hostil, e tem menos probabilidades de realizar atividades físicas. Como as pessoas solitárias tendem a ter mais relações negativas com os outros, o sentimento pode ser contagioso.”

Não é de estranhar que o solitário coloque a perder pela ansiedade e por estar acostumado a decidir levando em consideração apenas o seu ponto de vista.

Portanto, relaxe, procure com calma conhecer a outra pessoa. A solidão induz a produção sonhos individuais, quando relacionamento são sonhos em comum.

Mesmo que o relacionamento seja breve, não fique triste, nem lamente. Procure aprender com os acertos e erros cometidos e o mais importante mude para melhor.

É saudável manter os sonhos e a buscar da realização, mas se dê conta que não está sozinho. Toda relação é comporta de no mínimo três elementos: você o outro e o contexto em que estão inseridos e esse último interfere muito.

Quanto mais adulto se é, maior é o contexto, por mais que se goste do outro e do seu modo de ser, quando começa a namorar você percebe que o outro não está sozinho, tem pai, mãe, irmãos, filhos, amigos, trabalho, bens, etc e tudo de alguma forma contribuiu para sua personalidade e além disso “tem vida própria”, opiniões, gostos, necessidades e cobram também a presença.

Se não souber administrar o entorno, mais cedo ou mais tarde vai se deparar com conflito e é bem provável que ficará novamente sozinho. E não adianta reclamar, a vida em sociedade é assim mesmo.

Se você tem dificuldade em lidar com a complexidade que é uma pessoa no mundo, aprenda. Procure observar, leia, escute, pense, assista filmes, faça o que for necessário. Invista em si, invista no outro. O próximo artigo será sobre esse aprendizado.

* Flávio Melo Ribeiro é Psicólogo.



A desconstrução do mundo

Quando saí do Brasil para morar no exterior, eu sabia que muita coisa iria mudar: mais uma língua, outros costumes, novas paisagens.

Autor: João Filipe da Mata


Por nova (e justa) distribuição tributária

Do bolo dos impostos arrecadados no País, 68% vão para a União, 24% para os Estados e apenas 18% para os municípios.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Um debate desastroso e a dúvida Biden

Com a proximidade das eleições presidenciais nos Estados Unidos, marcadas para novembro deste ano, realizou-se, na última semana, o primeiro debate entre os pleiteantes de 2024 à Casa Branca: Donald Trump e Joe Biden.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray


Aquiles e seu calcanhar

O mito do herói grego Aquiles adentrou nosso imaginário e nossa nomenclatura médica: o tendão que se insere em nosso calcanhar foi chamado de tendão de Aquiles em homenagem a esse herói.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Falta aos brasileiros a sede de verdade

Sigmund Freud (1856-1939), o famoso psicanalista austríaco, escreveu: “As massas nunca tiveram sede de verdade. Elas querem ilusões e nem sabem viver sem elas”.

Autor: Samuel Hanan


Uma batalha política como a de Caim e Abel

Em meio ao turbilhão global, o caos e a desordem só aumentam, e o Juiz Universal está preparando o lançamento da grande colheita da humanidade.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


De olho na alta e/ou criação de impostos

Trava-se, no Congresso Nacional, a grande batalha tributária, embutida na reforma que realinhou, deu nova nomenclatura aos impostos e agora busca enquadrar os produtos ao apetite do fisco e do governo.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Pronto Atendimento e o desafio do acolhimento na saúde

O trabalho dentro de um hospital é complexo devido a diversas camadas de atendimento que são necessárias para abranger as necessidades de todos os pacientes.

Autor: José Arthur Brasil


Como melhorar a segurança na movimentação de cargas na construção civil?

O setor da construção civil é um dos mais importantes para a economia do país e tem impacto direto na geração de empregos.

Autor: Fernando Fuertes


As restrições eleitorais contra uso da máquina pública

Estamos em contagem regressiva. As eleições municipais de 2024 ocorrerão no dia 6 de outubro, em todas as cidades do país.

Autor: Wilson Pedroso


Filosofia na calçada

As cidades do interior de Minas, e penso que de outros estados também, nos proporcionam oportunidades de conviver com as pessoas em muitas situações comuns que, no entanto, revelam suas características e personalidades.

Autor: Antônio Marcos Ferreira


Onde começam os juros abusivos?

A imagem do brasileiro se sustenta em valores positivos, mas, infelizmente, também negativos.

Autor: Matheus Bessa