Portal O Debate
Grupo WhatsApp


O que diabos está acontecendo?

O que diabos está acontecendo?

26/06/2020 Efigenia Vieira

A crise está a todo vapor e acelerando tendências que levariam décadas para se desenrolar.

A economia implodiu. Pessoas morrem aos milhares, muitas no desamparo e total abandono. Que mundo é este?

Este é um mundo onde os sentimentos de famílias enlutadas, dividem espaço nos noticiários com os altos e baixos do mercado financeiro e os absurdos de políticos surtados.

Há muito, tudo isso parece impedir que as pessoas pensem em coisas novas, alcancem respostas e mudem suas atitudes.

Sem me desnudar de todas estas mazelas, a proposta é abrir um novo canal de conexões, por mais imperfeitas que sejam. Amar, perder, desistir, lutar, ressignificar, recomeçar de peito aberto.

Lembro agora de uma experiência, que permitiu a abertura de uma nova janela de bem-estar.

Já fazem alguns dias, percebi um desconforto ao buscar sem encontrar, um pouco de inspiração entre os mais de 100 artigos escritos.

Muitos são atemporais, outros não alcançam as exigências do novo mercado de trabalho, apesar de contemplarem alguns tópicos a serem discutidos.

A mesma percepção ocorreu quando fiz uma limpa nas redes sociais. Delete, delete e mais delete.

Reinventar se tornou a palavra de ordem, mas poucos devem ter encontrado o caminho. Há uma caixa cheia de novos nomes para as mesmas coisas.

Há entusiasmo passageiro e pouca agilidade emocional como resposta ao novo contexto organizacional.

A percepção clara de um novo começo, com muito trabalho e aprendizado constante é a nova realidade. Ter a consciência clara distancia o medo do erro.

Comece pelo seu corpo. Encolheu? Talvez esteja mais rígido e com pouca musculatura desenvolvida. Sem esforço, perceba-se. Consegue alongar-se?

É justamente do que precisamos, expandir e alcançar novos espaços. Sem deformações ou tantas dores. Naturalmente, colocar o fôlego em dia.

Muitas competências e crenças que nos governam, dão lugar ao que ainda não sabemos ao certo como irá se desenhar. Mas é preciso ressaltar, que ter a consciência aberta, distancia o medo do erro. Aliás o erro faz parte da travessia.

Acredito que você saiba, que quanto mais competitivo e complexo o mundo se torna, mais especializadas as pessoas devem ser em seus perfis híbridos.

O desafio que agora se instala é o de alcançar os benefícios da amplitude, de experiências plurais e do pensamento interdisciplinar, para permanecermos totalmente antenados. O giro é de 360 graus.

Ter maior alcance e visão se tornou essencial. De olho nas tendências darwinianas, o mundo se abre para os mais aptos e adaptáveis. Sempre a mesma máxima evolutiva.

Em meio à tantas palavras e tendências, uma nova verdade invadiu a minha existência e junto dela a percepção de possibilidades promissoras. Desapego e uma nova construção ao que chamam de caos.

Alongada e em expansão, esta será a nossa nova realidade em suas diversas faces. Então se alongue e expanda os seus horizontes!

* Efigênia Vieira é headhunter e CEO da Upside Executive Search.

Fonte: Naves Coelho Comunicação



Lições importantes da pandemia para os investidores e o futuro financeiro

A pandemia do Covid-19 trouxe impactos significativos em diversas esferas sociais e econômicas.


O Caminho de Saint-Hilaire

Augustin François César Prouvençal de Saint-Hilaire, o botânico francês que ficou conhecido mundialmente apenas como Saint-Hilaire, explorou, entre os anos de 1816 e 1822, a parte central do Brasil colônia e um pouco do sul.


Verdade: qual nos libertará?

Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.


Vergonha: um orgulho familiar

Ouso iniciar a reflexão sobre o sentimento de vergonha pela adaptação da célebre frase: diga-me do que tens vergonha, que eu te direi quem és!


O povo brasileiro está triste

Vivemos um momento único na história do Brasil. Passamos atualmente por uma crise sem precedentes.


Por que sua organização desafia as leis da física

Organizações são como seres vivos. Ambos desafiam as leis da termodinâmica e tentam reter a energia, cuja tendência natural da entropia é fazer com que se dissipe.


Será que o franciscano tinha razão?

Quando estive em Roma, conheci sacerdote, que estava hospedado no Convento anexo à Basílica de Santo António, na via Mariana.


O gestor educacional na era da inovação: lugar da teoria e da prática

Maquiavel em sua obra celebre “O Príncipe” preconiza que para conhecer a natureza do povo é necessário ser príncipe, e para conhecer a natureza dos príncipes é necessário ser do povo.


Desenvolvimento de carreira: cuide sempre de você!

Atuo há mais de vinte anos como headhunter e em projetos de desenvolvimento de lideranças e carreiras com executivos e profissionais especializados.


A ilusão da egolatria: você sabe com quem está falando?

Episódios de pessoas que se julgam superiores e acima da lei, infelizmente têm se tornado comuns na sociedade brasileira.


O rádio, a TV e a “live”

Os brasileiros de média (ou avançada) idade, viveram no tempo em que o rádio era o todo poderoso meio de comunicação.


Tão próximos e tão distantes

Não há dúvidas de que a internet mudou a realidade da maior parte do mundo.