Portal O Debate
Grupo WhatsApp


O uso da inteligência artificial na gestão jurídica

O uso da inteligência artificial na gestão jurídica

02/05/2018 Claudio Bernardo

A tecnologia de IA (Inteligência Artificial) pode trazer muitos benefícios para a gestão jurídica.

Imagine o seguinte cenário: toneladas de papéis, pilhas de documentos, milhares de processos, centenas de relatórios periódicos enviados pelos escritórios terceirizados. Se identificou?

Pois saiba que a tecnologia de IA (Inteligência Artificial) pode trazer muitos benefícios para a gestão jurídica. Para comprovar isso, o JP Morgan, maior banco dos Estados Unidos, estima que, por meio de IA, são processadas em segundos, análises que consomem cerca de 360 mil horas de trabalho de advogados por ano.

De acordo com estudo da Thomson-Reuters, a IA pode desempenhar um papel significativo na área jurídica, aumentando a produtividade dos profissionais - não substituindo-os, como muitos podem pensar.

Se esse dia a dia burocrático já excede o tempo disponível dos profissionais do departamento jurídico, pense, então, no esforço necessário para classificar tendências, detectar padrões, procurar desvios e anomalias.

Por isso, todas as áreas e profissionais devem olhar para a IA como uma oportunidade de transformação de seus serviços. Na gestão jurídica, a tecnologia de IA já é usada para diversas atividades:

- Em pesquisas legais e para projetos piloto que tentam prever resultados de litígios;

- Na automatização de tarefas repetitivas, como a elaboração de acordos de menor exposição ou de baixa responsabilidade;

- Com amostragem para identificar documentos relevantes;

- Na busca e coleção de cláusulas para revisão durante uma due diligence transacional, por exemplo;

- Na avaliação do desempenho dos serviços contratados aos escritórios parceiros.

Os chatbots são um exemplo atual de como a Inteligência Artificial pode contribuir no atendimento e relacionamento empresa-cliente. Ao analisar e consultar uma base gigantesca de dados e interações, esses robôs respondem em linguagem humana, auxiliando nos chamados dos clientes e dando detalhes e prazos de determinado chamado, priorizando as solicitações de acordo com a urgência.

Os gestores das áreas jurídicas das empresas precisam perceber o potencial da IA para transformar seus departamentos, reduzir custos, desenvolver estratégias de negócios, minimizar os riscos contratuais e avaliar os serviços dos escritórios contratados.

Adotar ferramentas de Inteligência Artificial na gestão jurídica já está se transformando em realidade porque, simplesmente, elas já estão por aqui e em todos os lugares. Você vai ficar de fora?

* Claudio Bernardo é arquiteto de soluções da Benner.

Fonte: Brain Story Comunicação



Dia do Panificador, o pão e a fome

Oito de julho é o Dia do Panificador. Profissão humilde, raramente é lembrada.


O valor de uma obra

Naquela fria e sombria manhã de Inverno, do ano de 1967, estava à porta da “Livraria Silva”, na Praça de Sé, quando passa, de reluzentes divisas doiradas, o sargento Mário.


A pandemia, as perdas e o novo mundo

Apesar de, infelizmente, ter antecipado o fim da vida de 64,9 mil brasileiros e ainda estar por levar milhares de outros e prejudicar muitos na saúde ou na economia (ou em ambos), o coronavírus pode ser considerado um novo divisor de águas na sociedade.


7 dicas para se profissionalizar na comunicação virtual

De repente, veio a pandemia, a quarentena e, com elas, mudanças na rotina profissional e na forma de comunicação.


O sacrifício dos jovens

Mais de cem dias depois, a pandemia vai produzindo uma cauda longa de desarranjos que se fará sentir por muitos anos e esses efeitos vão atingir, principalmente, os mais jovens.


A “nova normalidade”

A denominada “nova normalidade” não venha nos empobrecer em humanidade.


A inevitável necessidade de prorrogação do auxílio emergencial

Recentemente, o ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou que o governo vai prorrogar por dois meses o pagamento do auxílio emergencial.


A empatia como chave para gestão de entregas e pessoas

Uma discussão que acredito ser muito pertinente em tempos de pandemia é como ficam, neste cenário quase caótico, as entregas?


Mass-Media “mascarada”

A semana passada, aventurei-me a sair, para um longo passeio, na minha cidade. Passeio a pé, porque ainda não frequentei o transporte público.


A quarentena e as artes

Schopenhauer foi um filósofo que penetrou no âmago do mundo.


O legado da possibilidade

Quando podemos dizer que uma coisa deu certo? O que é, afinal, um sucesso?


O que diabos está acontecendo?

A crise está a todo vapor e acelerando tendências que levariam décadas para se desenrolar.