Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Obesidade: combatendo o mal em família

Obesidade: combatendo o mal em família

20/07/2017 Flavia Salvitti

A obesidade pode trazer consequências muito ruins ao organismo.

Tema constante de discussões entre os profissionais da saúde, a obesidade afeta 41% dos homens e 40% das mulheres no país. As crianças também sofrem com o problema: um terço dos brasileiros com idade entre cinco e nove anos estão com o peso acima do recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Independentemente da faixa etária, a obesidade pode trazer consequências muito ruins ao organismo, como: hipertensão, diabetes, problemas cardíacos e na vesícula biliar, insuficiência renal etc.

A reeducação alimentar familiar é uma alternativa para quem quer promover a conscientização em casa e ainda encontrar motivação para a própria dieta. Mas, para que a medida funcione e se torne mais simples, é importante ter o apoio de todos.

Se for necessário, interromper a compra de guloseimas e manter as tentações longe é uma opção. Os primeiros alimentos que devem ser eliminados são os de “caloria vazia”, ou seja, aqueles que são muito calóricos e nulos em vitaminas, sais minerais e proteínas.

Salgadinhos, biscoitos, doces, refrigerantes e bebidas alcoólicas estão entre eles. Aderir às substituições pode ajudar muito no processo de reeducação alimentar. Os biscoitos recheados, por exemplo, podem ser trocados pelos de fibras, por frutas secas ou iogurtes com pedaços de frutas.

Substituam os bolos recheados por bolos simples, como de cenoura, fubá e mandioca. As bebidas gaseificadas e alcoólicas podem dar lugar aos sucos naturais, água ou água de coco. Lembrem-se de acrescentar às refeições folhas, legumes e carnes magras, além de evitar frituras.

As batatas podem ser assadas ou cozidas, e a carne pode ser grelhada, sem adição de óleo. Mudar os hábitos alimentares é o primeiro passo para uma vida mais saudável. O equilíbrio entre reeducação alimentar e a prática de atividades físicas certamente resultará na perda de peso.

E ainda pode ser um agente de confraternização entre a família, que pode se alimentar e até praticar exercícios unida com mais frequência.

* Flavia Salvitti é nutricionista e coordenadora do Departamento de Nutrição do Hospital San Paolo, centro hospitalar localizado na Zona Norte de São Paulo.



Compliance como aliado na estratégia ESG das organizações

A temática que atende aos princípios ambientais, sociais e de governança, ou seja, o ESG (Environmental, Social and Governance), está em forte evidência.


A humanização da tecnologia no secretariado remoto

A tecnologia deu vida a inúmeras oportunidades de negócios, como o trabalho à distância.


Bolsa vs Startups. Porque não os dois?

Vivemos um momento de grandes inovações e com os investimentos não é diferente.


Os pecados capitais da liderança

“Manda quem pode, obedece quem tem juízo.”


“Pensar Global, Agir local”: O poder do consumo consciente

A expressão “Pensar Global e Agir local” já é lema em muitas esferas de discussões políticas, econômicas, sobre sustentabilidade e solidariedade.


Vencido o primeiro desafio da LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) regulamenta o tratamento de dados de pessoas físicas nas suas mais variadas aplicações e ambientes.


Telemedicina, fortalecimento do SUS e um primeiro balanço da pandemia

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, alertou Camões. Todo o mundo é feito de mudanças.


Médico: uma profissão de risco

Estudar medicina é o sonho de muito estudantes, desde o cursinho o futuro médico se dedica a estudar para conseguir entrar no super concorrido curso de medicina.


Como a quarentena provocou o êxodo urbano para cidades que oferecem mais qualidade de vida

A pandemia e as medidas de isolamento social fizeram com que as pessoas precisassem adaptar a rotina de trabalho, estudos, lazer e até de saúde, trazendo estas atividades para dentro de casa.


A era do fogo chegou

Pantanal, um dos biomas com maior biodiversidade do mundo, já teve 16% de todo território queimando.


Autoconhecimento: uma regra de ouro da vida

Há quem os critique, há quem os ame; eles já me resgataram do fundo poço e lhes sou grata: os livros de autoajuda.


Você tem curso universitário?

Naquela macia manhã de domingo, fui com meu pai, à missa, na igreja de Santíssima Trindade.