Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Obra parada, desperdício certo

Obra parada, desperdício certo

22/04/2019 Russell Rudolf Ludwig

A falta de recursos financeiros para investimento em empreendimentos tem dominado o panorama do setor público brasileiro.

A situação ainda é mais grave pelo grande número de obras paradas em todas as regiões brasileiras. Em 2018, os investimentos em infraestrutura alcançaram 1,67% do PIB (Produto Interno Bruto), quando o recomendável gira em torno de 4% do PIB.

O país precisa avançar com os projetos estratégicos oferecendo as condições necessárias para o setor privado investir com segurança. Caso contrário, corremos o risco de continuar vendo quase 14 mil obras paradas, segundo um levantamento do TCU (Tribunal de Contas da União).

Por meio das privatizações das estatais, concessões e as parcerias público-privadas, temos condições de retomar os empreendimentos de infraestrutura, além de garantir economia para o Tesouro Nacional.

O próximo passo é preparar um planejamento vigoroso para o país, com princípio técnico robusto. Ele deve ser um instrumento essencial para os governos e com a possibilidade de revisão e atualização periódicas.

O planejamento é uma ferramenta fundamental para a administração pública brasileira sistematizar suas políticas e ações para a expansão e operação da infraestrutura nacional.

Ainda hoje nos deparamos com dirigentes pouco afeitos a um planejamento de longo prazo, que adotam decisões de afogadilho, com prazos irreais, muitas vezes vinculados a um cronograma eleitoral, utilizando processos de contratação que impossibilitam a aquisição de projetos básicos e executivos de engenharia que permitam uma caracterização adequada do empreendimento a ser construído. Os governantes precisam refletir sobre a lógica a ser seguida: planejar, projetar e executar.

Quando o governo planeja e contrata de forma correta, contribui para reduzir o desperdício de dinheiro público. Mas um projeto pode ser mal contratado com base apenas no menor preço ou com disponibilização de prazos inexequíveis.

O princípio da boa contratação leva em consideração que a qualidade dos projetos básicos e executivos de engenharia são a base para empreendimentos bem executados e operacionalmente eficientes.

Estamos em um momento para traçar novos rumos na nossa história. Essa é a oportunidade para o país avançar pelo caminho certo e investir corretamente em empreendimentos que permitam o desenvolvimento econômico e social da nossa população.

* Russell Rudolf Ludwig é engenheiro e vice-presidente de Administração e Finanças do Sinaenco (Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva).

Fonte: Ex-Libris Comunicação Integrada



Quais os sintomas da candidíase?

A candidíase é uma infecção causada por uma levedura (um tipo de fungo) chamada Candida albicans.


Entenda o visto humanitário para ucranianos

A invasão da Ucrânia pela Rússia, iniciada em 24 de fevereiro, já levou mais de 4 milhões de ucranianos a deixarem seu país em busca de um lugar seguro.


Exigência de vacina não é motivo para rescisão indireta por motivo ideológico

Não se discute mais que cabe ao empregador, no exercício de seu poder diretivo e disciplinar, zelar pelo meio ambiente de trabalho saudável.


A governança de riscos e gestão em fintechs

Em complemento às soluções e instituições financeiras já existentes, o mercado de crédito ficou muito mais democrático com a expansão das fintechs.


6 passos para evitar e mitigar os danos de ataques cibernéticos à sua empresa

Ao longo de 2021 o Brasil sofreu mais de 88,5 bilhões (sim, bilhões) de tentativas de ataques digitais, o que corresponde a um aumento de 950% em relação a 2020, segundo um levantamento da Fortinet.


Investimentos registram captação de R$ 46 bi no primeiro trimestre

O segmento de fundos de investimentos fechou o primeiro trimestre de 2022 com absorção líquida de R$ 46,1 bilhões, movimentação de 56,9% menor do que o observado no mesmo período de 2021.


Não são apenas números

Vinte e duas redações receberam nota mil, 95.788, nota zero, e a média geral de 634,16.


Formas mais livres de amar

A busca de afeição, o preenchimento da carência que nos corrói as emoções, nos lança a uma procura incessante de aproximação com outra pessoa: ânsia esperançosa de completude; algum\a outro\a me vai fazer feliz.


Dia da Educação: transformação das pessoas, do mercado e da sociedade

A Educação do século 21 precisa, cada vez mais, conciliar as competências técnicas e comportamentais.


Uma carta à Elon Musk

O homem mais rico do mundo, Elon Musk, acaba de chegar a um acordo para adquirir uma das redes sociais mais importantes do mundo, o Twitter, por US$ 44 bilhões.


Liberdade de expressão: lembrança do passado recente

Na manhã do dia 19 de agosto de 1968, tropas da polícia e do Exército invadiram a Universidade de Brasília, agredindo violentamente vários estudantes dentro das salas de aula.


Mitos sobre a recuperação judicial

Criou-se uma verdadeira quimera quando o tema é recuperação judicial e o objetivo deste artigo é desmistificar alguns dos mitos sobre esse instituto.