Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Onde está a boa educação?

Onde está a boa educação?

24/06/2019 Humberto Pinho da Silva

Outrora, o idoso, era respeitado no local de trabalho e na sociedade.

Lamentam-se os paulistanos – e com razão, – que alguns motoristas de ônibus (autocarros), quando encontram idoso, isolado, na paragem, passam adiante.

Esse desrespeito, pelos idosos, verifica-se em todos países, pelo menos nas nações ocidentais. Outrora, o idoso, era respeitado no local de trabalho e na sociedade. 

É sabida a história ocorrido com Sócrates: Chegando à Assembleia de Atenas, e vendo que não havia nenhum jovem, que lhe oferecesse o lugar, reclamou: - O dever da juventude é dar o lugar aos velhos, para quando forem idosos, os jovens, de então, façam de igual modo.

Mas as regras da boa educação e etiqueta, parece que foram esquecidas; assim como o tratamento de respeito, a pais e avós.

Antigamente, os progenitores eram tratados por Senhor. Ainda ouvi, no Brasil, muitas meninas, ao falarem com a mãe, dizerem: - A Senhora, quer que faça o jantar?

Vem tudo isso a propósito da cena que presenciei – já se passaram muitos anos, – quando viajava no elétrico, número, 13, que parava na Rua Duque de Loulé. Em regra, transportava, sempre, muitos estudantes, para Gaia.

Certa vez, o elétrico, encontrava-se repleto. Uma Senhora, entrou com dificuldade, e postou-se de pé, entre os estudantes, que se mantinham sentados.

Então, de repente, ouviu-se uma voz: - “Não há aluno do Alexandre ou aluna do Rainha, que dê lugar a esta Senhora?!…”

Era o Dr. Balacó, professor do Alexandre, que primava, pela delicadeza, e pela disciplina. Imediatamente, se levantaram, não um, mas todos os rapazes e raparigas, oferecendo o lugar.

Bom tempo, em que os professores eram respeitados, e se faziam respeitar. Se o caso se passasse no século XXI, certamente o Dr. Balacó, era enxovalhado, e ridicularizado, pelo gesto de bom educador.

Como os tempos mudaram!… E como foi que a juventude se tornou tal insensível e desrespeitadora?

Todos sabemos a resposta; mas poucos querem dizer; para não serem politicamente incorretos; e evitarem serem desfeiteados, na praça pública

É que quem não pensa ou age de acordo com a maioria, e com os que têm o poder: é marginado ou besta-quadrada.

Em democracia, como a que temos, quem não é: Maria vai com as outras, é vítima de mofa, e ridicularizado… E dizem serem democratas!…

* Humberto Pinho da Silva

Fonte: Humberto Pinho da Silva



Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.


Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.


Sociedade civil e a defesa da democracia

As últimas aparições e discursos do presidente da República vêm provocando uma nova onda de empresários, instituições e figuras públicas em defesa da democracia e do sistema eleitoral no Brasil.


Para além do juramento de Hipócrates: a ética na prática médica

“Passarei a minha vida e praticarei a minha arte pura e santamente. Em quantas casas entrar, fá-lo-ei só para a utilidade dos doentes, abstendo-me de todo o mal voluntário e de toda voluntária maleficência e de qualquer outra ação corruptora, tanto em relação a mulheres quanto a jovens.” (Juramento de Hipócrates).


O sentido da educação

A educação requer uma formação pessoal, capaz de fazer cada ser humano estar aberto à vida, procurando compreender o seu significado, especialmente na relação com o próximo.