Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Onde está Deus, que não nos acode?

Onde está Deus, que não nos acode?

04/06/2019 Humberto Pinho da Silva

Certa vez, leitora – que se dizia assídua, – comentou crônica, que publiquei em jornal de Toronto.

O determinado passo, perguntava-me: “Como é que Deus permite tanta desgraça? Se Ele é bom, porque permite o mal, e aceita as crianças sofrerem? …

Lembrei-me, agora, dessa leitora, ao percorrer as ruas da minha cidade, no quadragésimo quinto ano da: “Revolução dos Cravos”, e encontrar, quase todo o comércio, fechado.

É que dias antes, na Sexta-Feira Santa – feriado nacional, como o da “Revolução”, – o burgo fervilhava de negócio! …Pensei, de mim para mim: Esta gente, respeita mais a “Revolução”, do que a morte do Salvador! …

Recordei, então, a resposta que a filha do célebre Evangelista Billy Graham, Anne Graham, deu, quando lhe perguntaram, num popular programa de TV: - “Por que Deus permitiu a morte de tantos inocentes, no negregado atentado de 11 de Setembro?”

Eis, por palavras minhas, o resumo da resposta:

Durante ano, afastamos Deus, do governo, e das nossas vidas. Como queremos, obter Sua protecção, se não O deixam envolver-se nos nossos problemas?!

Disseram: Não é próprio orar, na Escola, nem ler a Bíblia. E nós concordamos…

Disseram: Não castiguem os vossos filhos, quando prevaricarem, para não os traumatizar. E todos concordaram…

Disseram: Os professores devem fechar os olhos a muita indisciplina…E todos aprovaram…ou quase todos…

Disseram: Nossas filhas devem rejeitar os filhos indesejados; e o aborto foi aceite…

Disseram: Liberdade sexual, antes do casamento; e distribuíram, nas escolas, preservativos. E todos apoiaram, em nome da liberdade…

Disseram: Tudo é permitido, desde que sejam cumpridos os deveres cívicos! E acharam que isso era bom…

Disseram: Como somos livres, podemos, em nome da liberdade, difundir a pornografia; e imagens perversas, surgiram…Era a democracia a funcionar…

Disseram, então: É apenas ficção… para entreter…

Agora, perguntam, admirados: “Por que se perdeu a noção do bem e do mal?!”

Correram Deus: do Estado, da Escola, da Sociedade…. Disseram: Não precisamos mais d’Ele! …

E eu, acrescentaria, ainda:

Retiramos os símbolos cristãos, para não ofender os não crentes, e os que praticam outras religiões! …

E também, me admiro, e parece que ninguém se incomoda, até levam para casa (para regalo dos filhos ou das filhas?!) o estendal de fotos da secção: Relax, que alguns periódicos publicam! …

Admiram-se, depois, que Ele não venha em nosso auxílio, e não nos proteja de tanta barbaridade! …

* Humberto Pinho da Silva

Fonte: Humberto Pinho da Silva



Administração estratégica: desafios para o sucesso em seu escritório jurídico

Nos últimos 20 anos o mercado jurídico mudou significativamente.


Qual o melhor negócio: investir em ações ou abrir a própria empresa?

Ser um empresário ou empresária de sucesso é o sonho de muitas pessoas.


Intercooperação: qual sua importância no pós- pandemia?

Nos últimos dois anos, o mundo enfrentou a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.


STF e a Espada de Dâmocles

O Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Investigativa são responsáveis pela persecução penal.


Lista tríplice, risco ao pacto federativo

Desde o tempo de Brasil-Colônia, a lista tríplice tem sido o instrumento para a nomeação de promotores e procuradores do Ministério Público.


ESG: prioridade da indústria e um mar de oportunidades

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo IBM Institute for Business Value mostra que a sustentabilidade tem ocupado um lugar diferenciado no ranking de prioridades de CEOs pelo mundo se comparado a levantamentos anteriores.


Como conciliar negócios e família?

“O segredo para vencer todas as metas e propostas é colocar a família em primeiro lugar.”, diz a co-fundadora da Minucci RP, Vivienne Ikeda.


O limite do assédio moral e suas consequências

De maneira geral, relacionamento interpessoal sempre foi um grande desafio para o mundo corporativo, sobretudo no que tange aos valores éticos e morais, uma vez que cada indivíduo traz consigo bagagens baseadas nas próprias experiências, emoções e no repertório cultural particular.


TSE, STF e a censura prévia

Sabe-se que a liberdade de expressão é um dos mais fortes pilares da democracia.


Sociedade civil e a defesa da democracia

As últimas aparições e discursos do presidente da República vêm provocando uma nova onda de empresários, instituições e figuras públicas em defesa da democracia e do sistema eleitoral no Brasil.


Para além do juramento de Hipócrates: a ética na prática médica

“Passarei a minha vida e praticarei a minha arte pura e santamente. Em quantas casas entrar, fá-lo-ei só para a utilidade dos doentes, abstendo-me de todo o mal voluntário e de toda voluntária maleficência e de qualquer outra ação corruptora, tanto em relação a mulheres quanto a jovens.” (Juramento de Hipócrates).


O sentido da educação

A educação requer uma formação pessoal, capaz de fazer cada ser humano estar aberto à vida, procurando compreender o seu significado, especialmente na relação com o próximo.