Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Onde se fala de ingratidão e do fim do mundo

Onde se fala de ingratidão e do fim do mundo

08/06/2021 Humberto Pinho da Silva

Que Camilo não foi exímio poeta, é sobejamente conhecido. O maior prosador português, escreveu, todavia, poemas que merecem ser lidos.

Para mim, o melhor, é: “Os Amigos”, que relata, em verso, o que é a vida e o comportamento humano. Na hipótese de haver leitor, que o não conheça, apesar, de a cada passo, ser citado em seletas, vou transcrevê-lo:

Os Amigos

Amigos, cento e dez ou talvez mais
Eu já contei. Vaidades que sentia:
Supus que sobre a terra não havia
Mais ditoso mortal ente os mortais!

Amigos, cento e dez, tão serviçais
Tão zelosos das leis da cortesia,
Que já farto de os ver me escapulia
Às suas curvaturas vertebrais.

Um dia adoeci profundamente:
Ceguei. Dos cento e dez houve um somente
Que não desfez os laços quase rotos.

-Que vamos nós (diziam) lá fazer?
Se ele está cego, não nos pode ver!…
-Que cento e nove impávidos marotos.

(Da Revista Ilustrada)

Frequentemente abordo a “ingratidão” e louvo a amizade de quase todos os caninos. S. Paulo avisou Timóteo: que nos últimos dias haveria homens: “desobedientes aos pais e mães, ingratos, profanos” - 2Tm3:2

Será que estamos nos últimos dias? Não sei. É perigoso especular sobre o tema, já que a Bíblia tem passagens obscuras, de difícil interpretação, sobre a Parusia e a Escatologia.

Muitos versículos do Livro Sagrado, diz Daniel: “estão fechadas e seladas até ao fim dos tempos” (Daniel: l2,9)

É, portanto, para o leigo, arriscado tentar interpretar as palavras enigmáticas; mesmo teólogos experimentados se enganam.

Para mim a profecia, que mais me impressiona é a revelada em: Deuteremónio: 30:1,5 - que relata o regresso dos judeus à Palestina:

“O Senhor, teu Deus, te reconduzirá à terra que possuíam os teus pais e te dará a sua possessão”.

Além dessa profecia, existem outros sintomas do fim do mundo. Se abrires a tua Bíblia, lá as encontrarás; mas não é meu propósito relatá-los, visto não ser exegeta para o fazer com autoridade.

Apenas pretendo falar da ingratidão que grassa pelo mundo: filhos abandonam os pais ao cuidado de estranhos; e netos maltratam os avós e pais, com palavras e atos.

Camilo lamenta-se que tendo numerosos amigos, perdendo a saúde e a influência, que possuía, não restou um só, que o fosse reconfortar. O que aconteceu ao genial escritor, acontece a todos nós.

Quando se ocupa cargo de relevo, e a mass-media louva, a nossa casa parece a de Job, mas uma vez caídos em desgraça ou afastados por aposentação, os “amigos” desaparecem: - “O que vamos nós lá fazer?” Já não nos pode ser útil!… - Dizem.

Outros, após receberem benesses, viram as costas, e declaram: - “Já não preciso dele para nada!…” Mas já precisaram…

É pela ingratidão humana, que muitos preferem a amizade dos cachorros.

* Humberto Pinho da Silva

Para mais informações sobre ingratidão clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!



Que ingratidão…

Durante o tempo que fui redactor de jornal local, realizei numerosas entrevistas a figuras públicas: industriais, grandes proprietários, políticos, artistas…


Empresa Cooperativa x Empresa Capitalista

A economia solidária movimenta 12 bilhões e a empresa cooperativa gera emprego e riqueza para o país.


O fundo de reserva nos condomínios: como funciona e a forma correta de usar

O fundo de reserva é a mais famosa e tradicional forma de arrecadação extra. Normalmente, consta na convenção o percentual da taxa condominial que deve ser destinado ao fundo.


E se as pedras falassem?

Viver na Terra Santa é tentar diariamente “ouvir” as pedras! Elas “contemplaram” a história e os acontecimentos, são “testemunhas” fiéis, milenares porém silenciosas!


Smart streets: é possível viver a cidade de forma mais inteligente em cada esquina

De acordo com previsões da Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 70% da população mundial viverá em áreas urbanas até 2050.


Quem se lembra dos velhos?

Meu pai, quando se aposentou, os amigos disseram: - " Entrastes, hoje, no grupo da fome…"


Greve dos caminhoneiros: os direitos nem sempre são iguais

No decorrer da sua história como república, o Brasil foi marcado por diversas manifestações a favor da democracia, que buscavam uma realidade mais justa e igualitária.


Como chegou o café ao Brasil

Antes de Cabral desembarcar em Porto Seguro – sabem quem é o décimo sexto neto do navegador?


Fake news, deepfakes e a organização que aprende

Em tempos onde a discussão sobre as fake news chega ao Congresso, é mais que propício reforçar o quanto a informação é fundamental para a sustentabilidade de qualquer empresa.


Superando a dor da perda de quem você ama

A morte é um tema que envolve mistérios, e a vivência do processo de luto é dolorosa. Ela quebra vínculos, deixando vazio, solidão e sentimento de perda.


A onda do tsunami da censura

A onda do tsunami da censura prévia, da vedação, da livre manifestação, contrária à exposição de ideias, imagens, pensamentos, parece agigantar em nosso país. Diz a sabedoria popular que “onde passa um boi passa uma boiada”.


O desserviço do senador ao STF

Como pode um único homem, que nem é chefe de poder, travar indefinidamente a execução de obrigações constitucionais e, com isso, impor dificuldades ao funcionamento de um dos poderes da República?