Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Os cinco maiores erros das franquias

Os cinco maiores erros das franquias

05/06/2014 José Carlos Fugice Jr

Transformar o seu negócio em uma franquia tem inúmeros benefícios. Entrar em novos mercados, expandir a atuação da sua marca e receber por isso são apenas alguns deles.

Ocorre que, como não poderia deixar de ser, franquear é um processo delicado. Achar que tudo vai correr naturalmente é o começo dos problemas. É preciso muito estudo e trabalho para fazer essa transição ter sucesso. Confira abaixo cinco pecados capitais que podem destruir a sua franquia logo no nascimento:

Expectativas fora da realidade - Lucro rápido, grande e com risco pequeno. No mundo dos negócios, isso simplesmente não existe. E na hora de franquear não é diferente. Gerenciar a expectativa na hora de transformar a sua marca em franquia é um excelente primeiro passo nesse processo, calculando o tempo ideal para a expansão na cidade e consequentemente numa região. Depois, é preciso fazer um planejamento detalhado do mercado e encontrar a melhor estratégia de lançamento. Como você vai estar começando, não se esqueça de que é preciso chamar a atenção do franqueado com propostas interessantes e que façam sentido para todos os envolvidos.

Problemas no relacionamento com franqueados - A comunicação é a porta de entrada para todo bom negócio. No caso de franquias, para que o negócio siga o melhor caminho possível, a comunicação entre franqueador e franqueado tem que ser clara, objetiva e principalmente, constante. A falta de eficiência no diálogo entre ambos pode ameaçar o sucesso do negócio. Um grande exemplo é o sentimento de falta de liberdade por parte do franqueado. É importante que o franqueador consiga estabelecer um bom diálogo com o franqueado e, assim tentar solucionar o problema da melhor forma. Mas, como tratamos de empresas, com padrões e normas, dificilmente o franqueador irá abrir mão de seu poder de decisões finais. É preciso se posicionar e estabelecer as regras e padrões idealizados desde o planejamento.

Erro no planejamento - O primeiro passo para ter sucesso em uma expansão por franquias é realizar um excelente planejamento. O franqueador precisa ter claro quantas unidades pretende abrir, em que locais e em quanto tempo deseja que tudo esteja realizado. A precipitação é um dos grandes empecilhos no momento de planejar. Muitos franqueadores, no momento em que recebem solicitações de franqueados interessados em representar sua marca, sentem medo de perder a oportunidade de expandir o negócio e deixar de ganhar dinheiro. Num momento desses, o melhor a fazer é pedir que os franqueados esperem até que o melhor planejamento possível esteja concluído.

Perda do padrão e da qualidade - É importantíssimo que o franqueador esteja preocupado sempre com o padrão de sua empresa, afinal é com ele que se consegue estabelecer normas entre os franqueados. Se alguém se interessa por sua franquia, terá que seguir regras e padrões que serão estipuladas pelo franqueador. É dessa forma que o dono da marca adquire um dos principais fatores buscados por uma empresa: a credibilidade. O padrão é, simplesmente, a assinatura de uma empresa. É a forma como o consumidor final identifica e divulga o seu negócio.

Tarifas abusivas - A relação com os franqueados é a base do sucesso na hora de franquear a sua marca. E isso só pode ser feito se você conhece detalhadamente a situação do mercado. Na hora de estabelecer as tarifas, esse ponto é ainda mais importante. Se a sua marca está em um setor em alta, é evidente que o preço pode ser um pouco maior - lei da oferta e da procura. Mas se for o contrário, o franqueador vai ser obrigado a pedir menos.

Em suma, a relação entre franqueador e franqueado deve ser a mais transparente possível. Com regras bem definidas e cada um ciente de seu papel, as chances de tudo correr bem, gerando lucros e expansão da marca para ambos são muito maiores.

*José Carlos Fugice Jr é administrador de empresas especializado em franquias e varejo com MBA em administração de empresas pelo CEAG FGV/SP, com experiência em mais de 150 projetos de franquias. É sócio-fundador da GoAkira Consultoria Empresarial.



Insetos na dieta

Aproximadamente dois bilhões de pessoas em 130 países já comem insetos regularmente.


Habilidades socioemocionais podem ser aprendidas

Desde o início da infância, as pessoas aprendem um conjunto de comportamentos que são utilizados nas diferentes interações sociais.


Entenda porque amor é diferente de paixão

Você sabe diferenciar o amor da paixão?


A finalidade e controle das ONGs

O mais adequado não é combatê-las, mas manter sob controle as suas ações como forma de evitar desvio de finalidade, corrupção e outras distorções.


A reforma da máquina pública

A aprovação da reforma da Previdência, pela Câmara dos Deputados, é um avanço do governo.


Os desafios da maternidade e do mercado de trabalho

Ter filhos não é fator de impedimento para uma mulher trabalhar.


Todos querem ser ricos…

Mais vale pobreza, com paz e consciência limpa, que riqueza, sem sossego, alma escurecida, e pesados de remorsos.


A importância de empoderar nossas meninas

Fatores culturais de valorização do masculino, enraizados desde sempre na nossa sociedade, afetam a autoestima e a confiança feminina.


Advogados e Cursos jurídicos

Onze de Agosto é o Dia da Fundação dos Cursos de Direito e é também o Dia do Advogado.


Empresas e paternidade: uma mudança a ser nutrida

Daqui a cinco ou dez anos, nem você nem ninguém se lembrará com precisão da tarefa que está fazendo no trabalho neste minuto.


Ética de advogados e juízes

A advocacia e a magistratura têm códigos de ética diferentes.


Quem se beneficia da coisa pública é corrupto

Coisa pública não pode ser confundida com coisa privada.