Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Os faróis acesos e a multa

Os faróis acesos e a multa

20/07/2016

Conceder mais alguns dias até que a nova lei “pegue”, não vai fazer mal a ninguém...

A lei que obriga aos motoristas trafegarem com os faróis acesos durante o dia nas rodovias brasileiras é um avanço e deverá reduzir o número de acidentes.

Mas a forma abrupta com que passou a ser exigida pelos encarregados da fiscalização rodoviária é insensata.

Apesar da argumentação de que a exigência foi objeto de divulgação ao longo dos 45 dias que separaram a sua sanção pelo presidente da República e a entrada em vigor, não se tem notícias de campanhas realizadas para alertar aos motoristas que agora são multados em grande escala.

Em apenas cinco dias, foram aplicadas 4.499 multas nas rodovias estaduais paulistas e 15 mil nas federais. Bem faz o estado do Pernambuco, que suspendeu a aplicação das multas por 40 dias para, nesse período, realizar campanhas informativas aos motoristas.

É um procedimento que as outras unidades da federação deveriam adotar ou, até, o próprio presidente da República poderia colocar em prática para evitar a penalização dos motoristas descuidados.

É bom lembrar que a multa existe com finalidade educativa e não punitiva ou arrecadatória e, nestas condições, o principal é conseguir a adesão dos usuários das rodovias.

Também devemos considerar que têm sido comuns mudanças de normas trânsito precedidas de longos períodos para informação dos motoristas e que, mesmo assim, muitas delas acabaram revogadas como, por exemplo, o novo extintor recentemente exigido e depois dispensado a todos os veículos particulares.

O uso do farol durante o dia é comum em muitos países, notadamente naqueles de clima frio que mesmo no claro dificulta a visibilidade, e poderá dar bom resultado também no Brasil.

Mas não é algo tão urgente que justifique a multa imediata aos que descumprirem a nova norma. O bom senso deveria, neste momento, falar mais alto que a inflexibilidade e o interesse arrecadatório daqueles que têm ao seu alcance a caneta, o talão e os equipamentos emissores de multas.

Conceder mais alguns dias até que a nova lei “pegue”, não vai fazer mal a ninguém...

* Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves é dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo).



Eleições para vereadores merecem mais atenção

Em anos de eleições municipais, como é o caso de 2024, os cidadãos brasileiros vão às urnas para escolher prefeito, vice-prefeito e vereadores.

Autor: Wilson Pedroso


Para escolher o melhor

Tomar boas decisões em um mundo veloz e competitivo como o de hoje é uma necessidade inegável.

Autor: Janguiê Diniz


A desconstrução do mundo

Quando saí do Brasil para morar no exterior, eu sabia que muita coisa iria mudar: mais uma língua, outros costumes, novas paisagens.

Autor: João Filipe da Mata


Por nova (e justa) distribuição tributária

Do bolo dos impostos arrecadados no País, 68% vão para a União, 24% para os Estados e apenas 18% para os municípios.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Um debate desastroso e a dúvida Biden

Com a proximidade das eleições presidenciais nos Estados Unidos, marcadas para novembro deste ano, realizou-se, na última semana, o primeiro debate entre os pleiteantes de 2024 à Casa Branca: Donald Trump e Joe Biden.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray


Aquiles e seu calcanhar

O mito do herói grego Aquiles adentrou nosso imaginário e nossa nomenclatura médica: o tendão que se insere em nosso calcanhar foi chamado de tendão de Aquiles em homenagem a esse herói.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Falta aos brasileiros a sede de verdade

Sigmund Freud (1856-1939), o famoso psicanalista austríaco, escreveu: “As massas nunca tiveram sede de verdade. Elas querem ilusões e nem sabem viver sem elas”.

Autor: Samuel Hanan


Uma batalha política como a de Caim e Abel

Em meio ao turbilhão global, o caos e a desordem só aumentam, e o Juiz Universal está preparando o lançamento da grande colheita da humanidade.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


De olho na alta e/ou criação de impostos

Trava-se, no Congresso Nacional, a grande batalha tributária, embutida na reforma que realinhou, deu nova nomenclatura aos impostos e agora busca enquadrar os produtos ao apetite do fisco e do governo.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Pronto Atendimento e o desafio do acolhimento na saúde

O trabalho dentro de um hospital é complexo devido a diversas camadas de atendimento que são necessárias para abranger as necessidades de todos os pacientes.

Autor: José Arthur Brasil


Como melhorar a segurança na movimentação de cargas na construção civil?

O setor da construção civil é um dos mais importantes para a economia do país e tem impacto direto na geração de empregos.

Autor: Fernando Fuertes


As restrições eleitorais contra uso da máquina pública

Estamos em contagem regressiva. As eleições municipais de 2024 ocorrerão no dia 6 de outubro, em todas as cidades do país.

Autor: Wilson Pedroso