Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Para que serve o DVR Veicular?

Para que serve o DVR Veicular?

08/01/2015 Dane Avanzi

Para facilitar e encorajar o monitoramento de veículos de forma mais segura e eficiente.

Bastante utilizado por empresas de diferentes segmentos para monitorar suas frotas através de seu registro e fornecimento preciso de dados via satélite, busca proporcionar maior segurança às transportadoras, clientes, passageiros e motoristas, tornando uma ótima opção de controle e proteção.

Para que serve o DVR Veicular? Sua função, além do armazenamento de gravações, é permitir o monitoramento à distância por meio de acesso a informações em tempo real da localização e imagens audiovisuais dos fatos ocorridos no momento exato da transmissão. Transferindo para central o posicionamento do veículo, através do rastreamento do aparelho, em caso de desvio da rota programada o sistema remoto é capaz de parar o funcionamento do motor, gerando para empresa maior segurança e controle ao monitorar as frotas.

Também permite a gravação de imagens e arquivamento em HD ou cartão de memória, com sistema de backup e entrada USB, em opções de 4, 8 ou 16 entradas para câmeras de segurança. Com a conexão via wireless, as principais informações geradas podem ser obtidas sem a necessidade de contato direto com o aparelho. Os benefícios são muitos. O DVR veicular foi elaborado para otimizar o rastreamento de veículos, possibilitando o alcance das informações referentes as localizações salvas juntamente com as imagens.

O uso desta moderna tecnologia no monitoramento de veículos torna mais eficaz o gerenciamento de frotas, trazendo como benefícios: aumento na produtividade e melhora comportamental dos funcionários, obtenção de dados importantes em caso de assalto, acidente, depredação, má conservação do veículo, acompanhamento online dos percursos efetuados, entre outros.

Monitorar as frotas de uma empresa adequadamente é essencial para o crescimento e a maximização dos serviços, o que por consequência poderá aumentar a credibilidade e os rendimentos futuros. Sem dúvida, é um investimento que vale a pena.

*Dane Avanzi é advogado, diretor superintendente do Instituto Avanzi e diretor da Átimo Solutions.



Imperabilidade Inexistente

Bom, para começar este artigo, tenho que confessar que a palavra “imperabilidade” não existe.


O mundo em tensão

As relações entre Estados Unidos e Irã após a morte de Qasem Soleimani.


Quando o telefone toca…

A cada passo sou massacrado: ouço o telefone tilintar. Corro para atender.


O Coringa que te habita

Não é surpresa que o filme “Coringa”, de Joaquim Phoenix e Todd Phillips, tenha obtido 11 indicações ao Oscar.


O fim dos panfletos

O panfleto talvez seja a mais antiga das formas de comunicação.


Correios, se não tiver interessados, fechar…

Privatização é a palavra cabalística do meio político-administrativo.


Trabalho voluntário

Trabalho voluntário é o que se faz por vontade própria e que tem intenção de ajudar o próximo.


Qual a diferença entre casamento e união estável?

Advogada explica como funciona os dois tipos de família


Educação e instrução

Sob frondosa tília, em flor, leio o “Bom Jesus do Monte”, de Camilo.


A hora dos partidos começarem a existir

Temos nada menos que 110 partidos políticos. São 33 registrados e 77 já fundados que aguardam registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).


Que venha 2020!

Mais um ano termina e a briga política ideológica entre alguns esquerdopatas e o atual governo parece não ter fim.


Recebi o 13º, é hora de gastar? Não é bem assim!

O assunto já virou clássico de final de ano. O que fazer com o 13º?