Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Perspectivas para a mobilidade neste novo momento do País

Perspectivas para a mobilidade neste novo momento do País

15/09/2016 Emiliano Stanislau Affonso Neto

É nos momentos de crise que se abrem as oportunidades.

Quiseram as circunstâncias que a 22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária e a METROFERR EXPO 2016 acontecessem poucos dias depois do início de uma nova administração federal, fato que fechou o longo processo jurídico-político de impedimento da Presidente da República, durante o qual se aprofundaram incertezas em diferentes esferas da vida nacional.

Assim, pode-se dizer que o Congresso anual da AEAMESP em 2016 será um dos primeiros a avaliar as perspectivas da mobilidade urbana diante da nova realidade político-institucional, contando, para tanto, com a participação de dezenas de especialistas do País e do Exterior e de autoridades responsáveis por políticas públicas do setor.

Construído nos últimos seis meses, o programa de debates da 22ª Semana – no seu elemento mais essencial, enunciado pelo lema Investir e Avançar com Eficiência –, busca discutir alguns dos aspectos mais relevantes deste momento de crise.

De um lado, as possíveis consequências da insistente retração da economia e da queda de arrecadação nos três níveis de governo sobre os projetos de sistemas estruturadores do transporte público urbano, em especial dos sistemas sobre trilhos.

De outro, os caminhos disponíveis para que os projetos já existentes sejam garantidos e, efetivamente implantados no prazo, e para que novos sejam estudados e definidos. Nos painéis centrais, estarão em discussão temas como a manutenção da eficiência e o aperfeiçoamento dos projetos dos sistemas metroferroviários, contratos de gestão, regras para aprovação e licenciamento de projetos e perspectivas de ampliação metroferroviária no País.

Em sessão coordenada pela Associação Latino-Americana de Metrôs e Subterrâneos (ALAMYS), serão desenvolvidas apresentações concernentes às melhores práticas para gestão eficiente das empresas metroferroviárias e também haverá assinatura do convênio de cooperação ALAMYS/AEAMESP.

Dedicaremos espaço para o debate da integração física e tarifária e o equilíbrio dos sistemas, e discutiremos a institucionalização de regiões metropolitanas e a sua gestão e o papel do transporte ferroviário na Macrometrópole, e, ainda, trataremos de aspectos relevantes do transporte de carga por ferrovia no Brasil, dentro da visão de que os avanços nesse segmento favorecem os esforços para o fortalecimento também do transporte de passageiros sobre trilhos.

No último dia (16/09/2016), teremos cinco painéis, que focalizarão temas cruciais, como investimentos privados, fontes de recursos para implantação e operação dos sistemas metroferroviários e o que fazer para aproveitar o momento e avançar na crise.

Em salas paralelas será abordada a questão do suprimento de energia elétrica para os sistemas de transporte público sobre trilhos e a recuperação de ativos ferroviários. A programação de apresentação dos trabalhos técnicos revelará, como de costume, muita qualidade, a começar pelos 16 estudos finalistas do 3º Prêmio Tecnologia e Desenvolvimento Metroferroviários ANPTrilhos-CBTU.

Também, quanto aos trabalhos técnicos, é preciso registrar uma inovação: a criação de oficinas que concentrarão as apresentações de estudos referentes a temas específicos, relacionados com diversos aspectos da tecnologia metroferroviária, o que facilitará a participação dos profissionais desses segmentos; as oficinas cobrem as seguintes áreas: Sinalização e Telecom, Meio Ambiente e Sustentabilidade, Via Permanente, Infraestrutura, Vagões, Locomotivas e Carros.

É nos momentos de crise que se abrem as oportunidades. Aproveitemos a 22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária para traçarmos caminhos que ajudem na implantação de sistemas metroferroviários e que melhorem a mobilidade de nossas cidades e metrópoles, tornando-as eficientes e com condições de gerar mais empregos.

* Emiliano Stanislau Affonso Neto é Presidente da AEAMESP (Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô).



Eleições para vereadores merecem mais atenção

Em anos de eleições municipais, como é o caso de 2024, os cidadãos brasileiros vão às urnas para escolher prefeito, vice-prefeito e vereadores.

Autor: Wilson Pedroso


Para escolher o melhor

Tomar boas decisões em um mundo veloz e competitivo como o de hoje é uma necessidade inegável.

Autor: Janguiê Diniz


A desconstrução do mundo

Quando saí do Brasil para morar no exterior, eu sabia que muita coisa iria mudar: mais uma língua, outros costumes, novas paisagens.

Autor: João Filipe da Mata


Por nova (e justa) distribuição tributária

Do bolo dos impostos arrecadados no País, 68% vão para a União, 24% para os Estados e apenas 18% para os municípios.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Um debate desastroso e a dúvida Biden

Com a proximidade das eleições presidenciais nos Estados Unidos, marcadas para novembro deste ano, realizou-se, na última semana, o primeiro debate entre os pleiteantes de 2024 à Casa Branca: Donald Trump e Joe Biden.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray


Aquiles e seu calcanhar

O mito do herói grego Aquiles adentrou nosso imaginário e nossa nomenclatura médica: o tendão que se insere em nosso calcanhar foi chamado de tendão de Aquiles em homenagem a esse herói.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Falta aos brasileiros a sede de verdade

Sigmund Freud (1856-1939), o famoso psicanalista austríaco, escreveu: “As massas nunca tiveram sede de verdade. Elas querem ilusões e nem sabem viver sem elas”.

Autor: Samuel Hanan


Uma batalha política como a de Caim e Abel

Em meio ao turbilhão global, o caos e a desordem só aumentam, e o Juiz Universal está preparando o lançamento da grande colheita da humanidade.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


De olho na alta e/ou criação de impostos

Trava-se, no Congresso Nacional, a grande batalha tributária, embutida na reforma que realinhou, deu nova nomenclatura aos impostos e agora busca enquadrar os produtos ao apetite do fisco e do governo.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Pronto Atendimento e o desafio do acolhimento na saúde

O trabalho dentro de um hospital é complexo devido a diversas camadas de atendimento que são necessárias para abranger as necessidades de todos os pacientes.

Autor: José Arthur Brasil


Como melhorar a segurança na movimentação de cargas na construção civil?

O setor da construção civil é um dos mais importantes para a economia do país e tem impacto direto na geração de empregos.

Autor: Fernando Fuertes


As restrições eleitorais contra uso da máquina pública

Estamos em contagem regressiva. As eleições municipais de 2024 ocorrerão no dia 6 de outubro, em todas as cidades do país.

Autor: Wilson Pedroso