Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Phishing Scam – um perigo real

Phishing Scam – um perigo real

04/06/2013 Flávio Carvalho

O Brasil é hoje o 5º país mais conectado à internet.

Segundo dados do Instituto Ipsos, o percentual de brasileiros conectados subiu de 27% para 48% entre 2007 e 2011, atingindo o impressionante número de 94,2 milhões de internautas tupiniquins em dezembro de 2012. Naturalmente, junto com um aumento assim tão expressivo no número de usuários, vem toda a sorte de perigos: golpes para extorquir dinheiro, roubos de informações confidenciais, dados de cartões de crédito, software malicioso, etc.

E no meio desta infindável lista, ganha destaque uma técnica antiga e que requer baixo conhecimento técnico – o Phishing Scam. O Phishing Scam consiste no envio de e-mails com promessas de dinheiro fácil e ofertas financeiras de todo o tipo – sempre vindas de alguém que você não conhece e não enviadas diretamente para seu e-mail.

Para exemplificar, transcrevo aqui a troca de mensagens entre Dody Lira, gerente sênior do datacenter americano Softlayer e responsável pelo grupo antispam e um scammer recentemente.

———————————————

From: “Freddy Scammer” <scammer@address>
To: “Freddy Scammer” <scammer@address>
Subject: PA URGENTLY NEEDED
Hi, I am looking for a Personal Assistant, Kindly let me know if you are interested, and i can send you more details. Thank you
Freddy Scammer

———————————————

Obviamente, os nomes e e-mails do exemplo acima foram preservados. O interessante é notar que o e-mail do scammer foi enviado ao destinatário em BCC – certamente junto com milhares de outros destinatários. Nosso amigo Dody troca algumas mensagens com o scammer, não se expondo, mas ‘dando corda’ para ver se o scammer revela mais sobre suas intenções.

A proposta do scammer é de pagar 500 dólares por semana para receber encomendas (caixas) e reenviá-las para o(s) endereço(s) indicados a ele. Parece realmente muito fácil. Tudo o que é necessário é fornecer seus dados pessoais completos (nome, endereço completo, telefones, etc) ao fraudador, receber as caixas e reenviá-las. Neste caso específico o que está acontecendo é o seguinte: o fraudador usa números de cartão de crédito roubados para fazer compras e as envia para o endereço da vítima.

Este recebe as caixas e as repassa ao fraudador, de modo que, se alguém for pego, será a vítima, que acha que fez grande negócio ao receber 500 dólares por semana ‘apenas’ para receber caixas e as reenviar. Parece tolo, mas com o número crescente de pessoas começando a usar a internet torna-se muito alto o número de pessoas que não tem discernimento para entender o risco, ou que precisa muito do dinheiro e se deixa levar pela oferta tentadora.

Como sempre, educação é a chave: recebeu e-mail de quem você não conhece e que nem ao menos foi enviada para seu e-mail diretamente? Nem leia. Não existe este tipo de oferta estonteante. Infelizmente, o que existe é um golpe e você provavelmente será a vítima. Atenção!

*Flávio Carvalho, diretor de Serviços da Arcon serviços gerenciados de segurança.



Os desafios de tornar a tecnologia acessível à população

Vivemos uma realidade em que os avanços tecnológicos passaram a pautar nosso comportamento e nossa sociedade.


O uso do celular, até para telefonar

Setenta e sete por cento dos brasileiros utilizam o smartphone para pagar contas, transferir dinheiro e outros serviços bancários.


Canto para uma cidade surda

O Minas Tênis Clube deu ao Pacífico Mascarenhas o que a cidade de Belo Horizonte deve ao Clube da Esquina; um cantinho construído pelo respeito, gratidão, admiração, reconhecimento, apreço e amor.


Como acaso tornou famoso notável compositor

Antes de alcançar a celebridade, e a enorme fortuna, Verdi, passou muitas dificuldades financeiras.


Gugu e a fragilidade da vida

A sabedoria aconselha foco no equilíbrio emocional e espiritual diante da fragilidade e fugacidade da vida.


Quando o muro caiu

O Brasil se preparava para o segundo turno das eleições presidenciais, entre o metalúrgico socialista Luís Inácio Lula da Silva e a incógnita liberal salvacionista Fernando Collor de Melo, quando a televisão anunciou a queda do muro de Berlim.


Identidade pessoal e identidade familiar

Cada família gesta a sua identidade, ainda que algumas vezes, de forma inconsciente.


Desprezo e ingratidão

Não sei o que dói mais: se a ingratidão se o desprezo.


A classe esquecida pelo governo

O fato é que a classe média acaba por ser a classe esquecida pelo governo.


O STF em defesa de quem?

A UIF, antigo COAF, foi criada como uma unidade do Ministério da Justiça (hoje, no BACEN) para fazer uma coisa muito simples: receber dos bancos notificações de que alguém teria realizado uma transação suspeita, anormal.


O prazer da leitura

Ao contrário do que se possa pensar, não tenho muitos amigos. Também não são muitos os conhecidos.


Desmoralização do SFT

A moralidade e a segurança jurídica justificam a continuidade da prisão em segunda instância. A mudança desta postura favorece a impunidade dos poderosos e endinheirados.