Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Pilates: desenvolvimento emocional e saúde mental

Pilates: desenvolvimento emocional e saúde mental

06/09/2018 Inelia Garcia

Não é novidade que o estilo de vida da atualidade exige maior inteligência emocional.

Não é fácil conciliar tudo ao mesmo tempo, o que favorece o desenvolvimento do desconforto emocional. Devido à rotina desgastante de trabalho, cobrança extrema, jornadas prolongadas e falta de tempo ocioso, as pessoas acabam por tornar-se estressadas, ansiosas, tensas e desmotivadas.

Mesmo com as adversidades do dia a dia, é importante manter o equilíbrio, seja através de terapia, exercícios físicos, hobbies, entre outros. Se a busca é por algo para ajudar a reencontrar esse balanço pessoal, saiba que o Pilates pode auxiliar no desenvolvimento emocional e beneficiar a saúde mental.

O Autêntico Método Pilates trabalha não só o vigor do corpo físico. Ele também tem uma forte atuação na capacidade mental: ajuda a desenvolver as competências de concentração, criatividade, força de vontade, memória e as inteligências visual, auditiva e sinestésica.

Como o Sr. Pilates falava, a prática ajuda a desenvolver o sexto sentido, que é a intuição. O Método desenvolvido por Joseph Pilates há mais de 100 anos é um dos mais completos já criados – atua na saúde corporal, mental e espiritual. Como os exercícios exigem controle do corpo e da mente, foco e concentração para sua realização, a pessoa precisa manter-se no “aqui e agora”.

O resultado é que o Pilates resgata e potencializa a consciência corporal e desenvolve o equilíbrio interno e a harmonia da pessoa como um todo. O Pilates trabalha muito a função tônica muscular, que está diretamente relacionada com o centro emocional do indivíduo.

Ao trabalhar o Power House – região central do corpo, também chamada de "Core", que envolve músculos abdominais, assoalho pélvico (região responsável pela sustentação dos órgãos do sistema reprodutor) e musculatura das costas – junto com a respiração, a concentração e a motricidade, estamos levando essa pessoa a também melhorar sua inteligência emocional.

Durante a prática, corpo e espírito trabalham de uma maneira unificada para atingir o objetivo pessoal de cada aluno. Outro ponto muito importante sobre o Pilates é o trabalho desenvolvido com a respiração. O aluno aprende a inspirar e expirar corretamente e a utilizar a respiração como um modo de controle da força. Durante toda a prática, o aluno deve estar atento aos movimentos respiratórios, aumentando sua consciência sobre os mesmos não só durante os exercícios, mas trazendo esse aprendizado para o seu cotidiano.

Aprender a ter esse controle é fundamental para pessoas que sofrem com crises de ansiedade e pânico, por exemplo, pois focar na respiração pode ajudar a aliviar esses momentos de tensão.

No geral, o exercício físico melhora as conexões do cérebro e regula os neurotransmissores, equilibrando a química cerebral como um todo. A prática também libera substâncias prazerosas no cérebro, como a endorfina, que aumentam o relaxamento, o bem-estar e melhoram o humor. Por trabalhar a parte motora, o Pilates favorece a função cognitiva, melhorando a capacidade de aprendizado, a memória e a qualidade do sono.

Para pessoas idosas, o Método pode ajudar a neutralizar o declínio mental, que vem naturalmente com a idade. Os benefícios não param por aí: a prática ainda aumenta a autoestima, o vigor físico, a disposição e a capacidade de relaxamento. Para quem busca uma atividade física completa, o Autêntico Pilates é uma excelente opção.

* Inelia Garcia é graduada em Educação Física pela Universidade do Chile, pós-graduada em Ginástica de Manutenção e Atividade Física, Saúde e Envelhecimento e Diretora Técnica da rede The Pilates Studio Brasil.

Fonte: FACES Comunicação



Quais os sintomas da candidíase?

A candidíase é uma infecção causada por uma levedura (um tipo de fungo) chamada Candida albicans.


Entenda o visto humanitário para ucranianos

A invasão da Ucrânia pela Rússia, iniciada em 24 de fevereiro, já levou mais de 4 milhões de ucranianos a deixarem seu país em busca de um lugar seguro.


Exigência de vacina não é motivo para rescisão indireta por motivo ideológico

Não se discute mais que cabe ao empregador, no exercício de seu poder diretivo e disciplinar, zelar pelo meio ambiente de trabalho saudável.


A governança de riscos e gestão em fintechs

Em complemento às soluções e instituições financeiras já existentes, o mercado de crédito ficou muito mais democrático com a expansão das fintechs.


6 passos para evitar e mitigar os danos de ataques cibernéticos à sua empresa

Ao longo de 2021 o Brasil sofreu mais de 88,5 bilhões (sim, bilhões) de tentativas de ataques digitais, o que corresponde a um aumento de 950% em relação a 2020, segundo um levantamento da Fortinet.


Investimentos registram captação de R$ 46 bi no primeiro trimestre

O segmento de fundos de investimentos fechou o primeiro trimestre de 2022 com absorção líquida de R$ 46,1 bilhões, movimentação de 56,9% menor do que o observado no mesmo período de 2021.


Não são apenas números

Vinte e duas redações receberam nota mil, 95.788, nota zero, e a média geral de 634,16.


Formas mais livres de amar

A busca de afeição, o preenchimento da carência que nos corrói as emoções, nos lança a uma procura incessante de aproximação com outra pessoa: ânsia esperançosa de completude; algum\a outro\a me vai fazer feliz.


Dia da Educação: transformação das pessoas, do mercado e da sociedade

A Educação do século 21 precisa, cada vez mais, conciliar as competências técnicas e comportamentais.


Uma carta à Elon Musk

O homem mais rico do mundo, Elon Musk, acaba de chegar a um acordo para adquirir uma das redes sociais mais importantes do mundo, o Twitter, por US$ 44 bilhões.


Liberdade de expressão: lembrança do passado recente

Na manhã do dia 19 de agosto de 1968, tropas da polícia e do Exército invadiram a Universidade de Brasília, agredindo violentamente vários estudantes dentro das salas de aula.


Mitos sobre a recuperação judicial

Criou-se uma verdadeira quimera quando o tema é recuperação judicial e o objetivo deste artigo é desmistificar alguns dos mitos sobre esse instituto.