Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Por que planejar seu 2019?

Por que planejar seu 2019?

28/12/2018 Eduardo Shinyashiki

Você acha que desperdiçou energia e tempo bloqueando a realização dos seus objetivos neste ano?

Por que planejar seu 2019?

O que faltou entre a visão do objetivo e a sua concretização? O que fez você perder de vista as suas metas e não consolidar o compromisso com o resultado a ser atingido?

A ponte entre a visão e o resultado real é construída pelo planejamento. Será que você planejou e organizou seus planos corretamente a um ano atrás? O planejamento nos leva a perguntar onde nos encontramos em relação ao objetivo, a analisar a situação de partida - e possível evolução - e focar onde queremos chegar, com o intuito de definir como chegaremos, em quanto tempo e o que precisamos fazer para definir as estratégias, planos de ação e execução.

O ato de planejar é um guia para criar ações e atitudes alinhadas com o objetivo, e para estabelecer prioridades que representam a bússola, indicando a direção. É importante lembrar que sempre haverá obstáculos. Todos os dias somos convidados a lidar com imprevistos, por isso, o planejamento é tão fundamental.

Para que entenda na prática o por que deve planejar o seu ano de 2019, deixo cinco explicações:

1) Planejar nos ajuda a colocar em foco o que queremos, a identificar os pontos fracos e os pontos de força, os recursos necessários, a definir estratégias e a tomar decisões mais adequadas e direcionadas para atingir os resultados esperados;

2) Não é improviso. Às vezes, nos recusamos a programar e planejar pela ideia de liberdade que associamos ao ato de improvisar. Na verdade, é bem o contrário. É realmente livre quem sabe planejar, pois consegue equilibrar melhor o tempo, as exigências, as tarefas e a ansiedade dos prazos que se aproximam;

3) Planejar significa priorizar atividades e tarefas que permitem concluir os próprios projetos com mais eficácia, ajudando a manter a atenção focalizada, sem se distrair e agir de forma improdutiva;

4) O planejamento nos ajuda também a dizer não quando necessário, pois fica mais claro o que é de nossa competência e o que não é, pois às vezes assumimos responsabilidades por não querer desagradar os outros;

5) Planejar é organizar a ação e prepara para possíveis imprevistos. Variáveis podem acontecer e muitas vezes fogem do nosso controle mesmo quando fazemos todos os planejamentos possíveis. Exatamente por essa razão, treinar a capacidade de planejar nos permite antecipar as consequências, prever resultados e ações e gerenciar melhor e de forma mais flexível as urgências que podem surgir no caminho, além de eventuais correções de rota.

Como em um jogo de xadrez, precisamos ter visão, antecipar na nossa mente os próximos movimentos e adiantar-se sobre o ambiente por meio do planejamento de metas e organização das ações para dar vida aos objetivos, permitindo assim que eles se manifestem e se concretizem como resultados.

Treinar a arte de planejar significa contribuir para a construção dos próprios sonhos e objetivos e, consequentemente, para viver a idealização de uma autoestima e autoconfiança mais sólidas. Utilize os seus talentos e capacidades e aprimore as suas próprias potencialidades para alcançar os seus propósitos de vida em 2019.

* Eduardo Shinyashiki é presidente do Instituto Eduardo Shinyashiki, mestre em Neuropsicologia e Liderança Educadora.

Fonte: Agência Nina



O que a pandemia nos ensinou sobre fortalecer nossas parcerias

A pandemia da COVID-19 forçou mudanças significativas na operação de muitas empresas.


O barulho em torno do criado-mudo

Se você entrar agora no site da Amazon e escrever (ou digitar) “criado-mudo”, vai aparecer uma resposta automática dizendo que você não deve usar essa expressão porque ela é racista.


Reputação digital: é possível se proteger contra conteúdos negativos

O ano é 2022 e há quem pense que a internet ainda é uma terra sem lei. A verdade é que a sociedade avançou e o mundo virtual também.


Questão de saúde pública, hanseníase ainda é causa de preconceito e discriminação

Desde 2016, o Ministério da Saúde realiza a campanha Janeiro Roxo, de conscientização sobre a hanseníase.


Desafios para o Brasil retomar o rumo

A tragédia brasileira está em cartaz há décadas.


Mortes e lama: até quando, Minas?

Tragédias no Brasil são quase sempre pré-anunciadas. É como se pertencessem e integrassem a política de cotas. Sim, há cotas também para o barro e a lama. Cota para a dor.


Proteção de dados de sucesso

Pessoas certas, processos corretos e tecnologia adequada.


Perspectivas e desafios do varejo em 2022

Como o varejo lida com pessoas, a sua dinâmica é fascinante. A inclusão de novos elementos é constante, tais como o “live commerce” e a “entrega super rápida”.


Geração millenials, distintas facetas

A crise mundial – econômica, social e política – produzida pela transformação sem precedentes da Economia 4.0 coloca, de forma dramática, a questão do emprego para os jovens que ascendem ao mercado de trabalho.


Por que ESG e LGPD são tão importantes para as empresas?

ESG e LGPD ganham cada vez mais espaço no mundo corporativo por definirem novos valores apresentados pelas empresas, que procuram melhor colocação no mercado, mais investimentos e consumidores satisfeitos.


O Paradoxo de Fermi e as pandemias

Em uma descontraída conversa entre amigos, o físico italiano Enrico Fermi (1901-1954) perguntou “Onde está todo mundo?” ao analisarem uma caricatura de revista que retratava alienígenas, em seus discos voadores, roubando o lixo de Nova Iorque.


Novo salário mínimo em 2022 e o impacto para os trabalhadores autônomos

O valor do salário mínimo em 2022 será de R$ 1.212,00.