Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Síndrome de Burnout, doença que afeta os profissionais

Síndrome de Burnout, doença que afeta os profissionais

13/08/2014 Maria Inês Vasconcelos

Síndrome incide, com maior frequência, sobre empregados excessivamente dedicados à atividade profissional e perfeccionistas.

Além das tradicionais doenças que afetam a psiquê do trabalhador, como a depressão, o pânico e a ansiedade generalizada, uma outra patologia vem atingindo de forma brutal os trabalhadores. É a Síndrome de Burnout, mais conhecida como Síndrome de Exaustão.

Em português Burnout tem o significado de "perder o fogo"ou "queimar completamente". Portanto, o indivíduo que porta esta síndrome é alguém que teve sua energia vital completamente ceifada. É aquele trabalhador que literalmente queimou o fusível, expressão utilizada na informalidade para descrever o trabalhador acometido de Burnout.

Importante registrar que um dos sintomas mais marcantes da Síndrome de Exaustão Profissional é a despersonalização, seguida da fase de sentimento de incompetência e inadequação para o trabalho - fase na qual o trabalhador passa a duvidar de sua capacidade de realizar as mais simples tarefas, não conseguindo mais se adequar a organização, costumando ainda a adotar uma postura cínica e insensível perante colegas de trabalho e ao próprio patrão.

Estatisticamente essa Síndrome incide, com maior frequência, sobre empregados excessivamente dedicados à atividade profissional e perfeccionistas, são justamente aqueles que se degladiam para ser o primeiro lugar nas metas, dar os melhores resultados, os sempre interessados em manter posições de destaque e que tem o desejo de ser o melhor – os mais atingidos.

A pressão emocional e física decorrente do trabalho é também um dos fatores que mais contribuem para o surgimento da doença. Assim, o ambiente de trabalho e suas condições debilitantes e um dos maiores disparadores dessa doença.

A exaustão profissional ocorre física e piquicamente e é bastante limitadora, trazendo impedimentos, pelo menos na fase mais aguda, para se realizar tarefas normais e se ter uma vida de qualidade. Entre os seus sintomas mais relatados podemos listar as dores pelos corpo todo, sensação generalizada de fadiga e esgotamento, insônia e a sensação de perda dos sentidos e desmaio ou “apagão”. Portadores dessa síndrome relataram muitas vezes, ter perda de memória, que é uma forma reação ao stress agudo, em algumas fases da doença, tudo decorrente das pressões excessivas no ambiente de trabalho.

Finalmente registramos que essa patologia está prevista na Lei 8213-91, figurando na lista de transtornos mentais e do comportamento relacionados ao trabalho, autorizando o requerimento de auxílio doença previdenciário e estabilidade provisória no emprego, desde que constatado que a doença guarda conexão direta com o trabalho, caso em que o trabalhador poderá até mesmo fazer jus a uma indenização no curso de ação judicial. Portanto, fica aí o alerta, pois a doença é realmente altamente incapacitante e grave.

* Maria Inês Vasconcelos é bacharel em Direito pela UFMG, pós-graduada em Direito de Empresa pela PUC Minas, e especialista em Direito do Trabalho.

 



Indulto x Interferência de Poderes

As leis, como de corriqueira sabença, obedecem a uma ordem hierárquica, assim escalonadas: – Norma fundamental; – Constituição Federal; – Lei; (Lei Complementar, Lei Ordinária, Lei Delegada, Medida Provisória, Decreto Legislativo e Resolução).


Você e seu time estão progredindo?

Em qualquer empreitada, pessoal, profissional ou de times, medir resultados é crucial.


Propaganda eleitoral antecipada

A propaganda para as eleições neste ano só é permitida a partir do dia 16 de agosto.


Amar a si mesmo como próximo

No documentário “Heal” (em Português, “Cura”), disponível no Amazon Prime, há um depoimento lancinante de Anita Moorjani, que, em Fevereiro de 2006 chegou ao final de uma luta de quatro anos contra o câncer.


O peso da improbidade no destino das pessoas

O homem já em tempos pré-históricos se reunia em volta das fogueiras onde foi aperfeiçoada a linguagem humana.


Mercado imobiliário: muito ainda para crescer

Em muitos países, a participação do mercado imobiliário no Produto Interno Bruto (PIB) está acima de 50%, enquanto no Brasil estamos com algo em torno de 10%.


Entender os números será requisito do mercado de trabalho

Trabalhar numa empresa e conhecer os seus setores faz parte da rotina de qualquer colaborador. Mas num futuro breve esse conhecimento será apenas parte dos requisitos.


Quais os sintomas da candidíase?

A candidíase é uma infecção causada por uma levedura (um tipo de fungo) chamada Candida albicans.


Entenda o visto humanitário para ucranianos

A invasão da Ucrânia pela Rússia, iniciada em 24 de fevereiro, já levou mais de 4 milhões de ucranianos a deixarem seu país em busca de um lugar seguro.


Exigência de vacina não é motivo para rescisão indireta por motivo ideológico

Não se discute mais que cabe ao empregador, no exercício de seu poder diretivo e disciplinar, zelar pelo meio ambiente de trabalho saudável.


A governança de riscos e gestão em fintechs

Em complemento às soluções e instituições financeiras já existentes, o mercado de crédito ficou muito mais democrático com a expansão das fintechs.


6 passos para evitar e mitigar os danos de ataques cibernéticos à sua empresa

Ao longo de 2021 o Brasil sofreu mais de 88,5 bilhões (sim, bilhões) de tentativas de ataques digitais, o que corresponde a um aumento de 950% em relação a 2020, segundo um levantamento da Fortinet.