Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Sua equipe está preparada para as vendas de fim de ano?

Sua equipe está preparada para as vendas de fim de ano?

23/11/2018 Mário Rodrigues

Uma das épocas de maior movimentação no comércio está chegando, o final do ano.

Os clientes se preparam para realizar compras para datas especiais como a Black Friday, o Natal e os famosos amigos secretos, o que gera uma alta demanda do mercado. Por conta disso, empresários e donos de lojas acabam contratando empregados temporários e já começam a arrumar os estabelecimentos para os negócios. E como preparar uma equipe de vendedores em tão pouco tempo para prestar o melhor atendimento ao cliente sem o deixar na mão?

Em um mundo ideal, o correto é que equipes recebam treinamento com uma certa antecedência. Sabemos, porém, que isso nem sempre é possível, uma vez que a procura por profissionais sem experiência aumenta nesses períodos. Com pouco tempo disponível, quatro pilares são essenciais para treinar esses vendedores:

- Aplicar os indicadores de resultados já utilizados no estabelecimento, a fim de mensurar o desempenho e melhorar a performance;

- Respeitar os processos de vendas, para que todos conheçam as estratégias adotadas para influenciar o processo de compra;

- Exigir competências do vendedor, como disciplina, comunicação, criatividade, adaptabilidade e empatia;

- Saber motivar, pois de nada adianta todo o conhecimento sobre as técnicas se não houver motivação para aplicá-las.

Fatores como um bom mix de produtos, estoques sempre abastecidos, a padronização no processo de atendimento, boas condições no pagamento, o cumprimento dos prazos de entrega e a existência de um suporte pós-venda são fundamentais para que a loja dê conta da demanda e atraia clientes o ano inteiro, não apenas em datas festivas. Afinal, um bom atendimento é a pré-venda da próxima venda.

* Mário Rodrigues é diretor do Instituto Brasileiro de Vendas (IBVendas).

Fonte: Assessoria de imprensa do IBVendas: Grupo Image



Streaming é cultura; cultura é direito

Cultura acessível deveria ser uma premissa, e não uma luta.


E se julho fosse seu novo réveillon?

Assim como a virada do ano costuma ser uma época para refletir sobre o que você deseja alcançar no novo ano, que tal tentar o mês de julho para pensar no seu próximo semestre?


Educação e civilidade faltam a parlamentares federais

Educação e civilidade são o mínimo que se espera de um parlamentar.


O brasileiro e o contexto sociopolítico

O brasileiro é conhecido por sua alegria e seu jeito de lidar com as adversidades.


A sub-representação no Congresso Nacional

No Congresso Nacional somente 10% dos representantes na Câmara dos deputados são mulheres.


A moralização do Brasil é muito difícil

Ser político no Brasil é um grande negócio, é como acertar na loteria, dadas as vantagens auferidas no presente e no futuro.


Uma análise do acordo Mercosul e União Europeia

As consequências do acordo Mercosul – União Europeia ainda são especulativas


Ordem no Parlamento!

Desde os tempos do impeachment da presidente Dilma Rousseff, o Congresso Nacional tem imposto espetáculos degradantes aos brasileiros.


O lavrador, e o filho Doutor

Quando era moço, muitas vezes ouvi contar a velha história ou anedota, do transmontano, que mandara o filho, estudar, para Coimbra.


Peso Real: moeda única, infortúnio coletivo

Brasil e Argentina são parceiros de longa data.


Benefícios fiscais: concessão e requisitos

O custo fiscal sempre é objeto de discussão, críticas e polêmicas.


O que o Brasil precisa

Todos os brasileiros hoje estão preocupados com os destinos do Brasil.