Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Supervisionar ou treinar seu time?

Supervisionar ou treinar seu time?

28/01/2022 Valdez Monterazo

Supervisionar atividades e resultados da equipe é um dos maiores desafios para inúmeros líderes.

São muitos os que não gostam de cobrar e supervisionar, tem medo de ser invasivos, incomodar ou perder o relacionamento com a equipe.

Outros fazem isso de maneira exagerada. Micro gerenciam cada atividade, cada decisão e não dão a autonomia necessária para que o time exerça sua função de maneira otimizada.

Acontece que uma equipe tensionada ao extremo ou largada não produz como deveriam. Supervisionar está relacionado a garantir que as atividades delegadas serão realizadas e que as prioridades não serão esquecidas.

Nesse sentido, fica a pergunta: como supervisionar de maneira otimizada?

Para fazer isso, é importante sempre avaliar o nível de competência e expertise do colaborador. Para cada fase de desenvolvimento, uma forma é um nível diferente de energia são investidos.

- Baixa competência:

Essa fase é a que exige maior energia na supervisão e formação do colaborador. Alguns pontos para se ter em mente incluem: direcionar e ensinar o colaborador como fazer, montar o planejamento e agenda de checkpoints, monitorar de cada etapa e dar feedbacks constantes.

- Média competência

Aqui ele está mais familiarizado com as atividades, mas ainda não está plenamente apto a executar sozinho, neste ponto: tire dúvidas sobre a execução da atividade, monte planejamento e agenda de checkpoints junto ao colaborador e feedbacks nos checkpoints.

- Alta competência

A partir deste nível, a energia gasta em supervisão de atividades diminui drasticamente. De toda forma, se atente aos seguintes pontos: apresente a tarefa e o resultado desejado, peça para o colaborador montar e apresentar planejamento e checkpoints menos frequentes e quando achar necessário.

- Expert

Ao lidar com experts, a energia de supervisão é mínima, é onde todo líder deve mirar quando se trata do desenvolvimento do time. Apresentar tarefa e resultado esperado, fazer checkpoints quando achar necessário e dar feedback ao final do processo.

Talvez você já tenha percebido ao ler cada modelo de supervisão e formação do time, mas vale a pena deixar claro: quanto maior a energia de formação, direção e treinamento do time, menor a energia de supervisão.

Portanto, não economize tempo e energia em capacitar seus colaboradores até que se tornem experts em suas funções. E você? Como vem exercendo a supervisão dos seus times?

Convido você a refletir sobre a melhor forma de supervisão baseado no nível de cada liderado que você possui. Ao fazer isso, você estará otimizando o seu tempo e o dele.

Espero que ao ler até aqui, você tenha tomado posse de insights poderosos para melhorar a sua gestão é assim, aumentar drasticamente a performance dos seus colaboradores.

* Valdez Monterazo é associado sênior na Sociedade Brasileira de Coaching, especializado em negócios, liderança e psicologia positiva.

Para mais informações sobre supervisão de times clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Case Comunicação Integrada



O peso da improbidade no destino das pessoas

O homem já em tempos pré-históricos se reunia em volta das fogueiras onde foi aperfeiçoada a linguagem humana.


Mercado imobiliário: muito ainda para crescer

Em muitos países, a participação do mercado imobiliário no Produto Interno Bruto (PIB) está acima de 50%, enquanto no Brasil estamos com algo em torno de 10%.


Entender os números será requisito do mercado de trabalho

Trabalhar numa empresa e conhecer os seus setores faz parte da rotina de qualquer colaborador. Mas num futuro breve esse conhecimento será apenas parte dos requisitos.


Quais os sintomas da candidíase?

A candidíase é uma infecção causada por uma levedura (um tipo de fungo) chamada Candida albicans.


Entenda o visto humanitário para ucranianos

A invasão da Ucrânia pela Rússia, iniciada em 24 de fevereiro, já levou mais de 4 milhões de ucranianos a deixarem seu país em busca de um lugar seguro.


Exigência de vacina não é motivo para rescisão indireta por motivo ideológico

Não se discute mais que cabe ao empregador, no exercício de seu poder diretivo e disciplinar, zelar pelo meio ambiente de trabalho saudável.


A governança de riscos e gestão em fintechs

Em complemento às soluções e instituições financeiras já existentes, o mercado de crédito ficou muito mais democrático com a expansão das fintechs.


6 passos para evitar e mitigar os danos de ataques cibernéticos à sua empresa

Ao longo de 2021 o Brasil sofreu mais de 88,5 bilhões (sim, bilhões) de tentativas de ataques digitais, o que corresponde a um aumento de 950% em relação a 2020, segundo um levantamento da Fortinet.


Investimentos registram captação de R$ 46 bi no primeiro trimestre

O segmento de fundos de investimentos fechou o primeiro trimestre de 2022 com absorção líquida de R$ 46,1 bilhões, movimentação de 56,9% menor do que o observado no mesmo período de 2021.


Não são apenas números

Vinte e duas redações receberam nota mil, 95.788, nota zero, e a média geral de 634,16.


Formas mais livres de amar

A busca de afeição, o preenchimento da carência que nos corrói as emoções, nos lança a uma procura incessante de aproximação com outra pessoa: ânsia esperançosa de completude; algum\a outro\a me vai fazer feliz.


Dia da Educação: transformação das pessoas, do mercado e da sociedade

A Educação do século 21 precisa, cada vez mais, conciliar as competências técnicas e comportamentais.