Portal O Debate
Grupo WhatsApp

“Trabalhando as Exceções”

“Trabalhando as Exceções”

24/01/2008 Divulgação

Muitos profissionais apresentam comportamento satisfatório quando desempenham atividades rotineiras, mas enfrentam muitas dificuldades diante de eventuais desvios de rota.

A inabilidade e a má vontade para tratar as exceções são problemas comuns e facilmente percebidos no dia a dia. Muitos não têm sensibilidade, controle e empatia no momento de lidar com adversidades.

Além de cumprir normas, adaptar-se a uma rotina e fazer as coisas da mesma forma, é importante ter a capacidade de atuar no extremo oposto, ou seja, com iniciativas e improvisação.

Formar e manter equipes que consigam atuar nestes dois extremos é um desafio nada fácil para as organizações, mas de fundamental importância. Esta questão deve estar presente não só nos cursos e treinamentos, mas desde a elaboração do perfil e posterior contratação dos profissionais. Vejo aí uma oportunidade de melhoria significativa no desempenho das empresas.

Não me agrada em nada ver, por exemplo, candidatos serem eliminados em testes de digitação por darem apenas dois toques a menos que o objetivo estipulado. Muitas vezes este candidato está mais preparado para navegar entre as regras e as exceções, mas é colocado em segundo plano.

Prefiro interagir com profissionais que não sejam muito velozes com a tecnologia, mas que tenham "jogo de cintura" para resolver meu problema ou perceber a solução que necessito, em relação aos que não conseguem sequer olhar nos meus olhos.



Defensoria Pública da União x Conselho Federal de Medicina

A Defensoria Pública da União (DPU) ajuizou Ação Civil Pública contra o Conselho Federal de Medicina (CFM), objetivando a condenação por danos morais coletivos no importe, pasmem senhores leitores, não inferior a R$ 60.000.000.00 (sessenta milhões de reais).


Diálogo em vez de justiça

Viver felizes para sempre parece ser um privilégio exclusivo dos casais formados nos contos de fadas.


Salvar a dignidade também é salvar a vida

Quando recebemos o diagnóstico de uma doença grave, crônica ou que ameace a vida, muita coisa muda.


Imunização pode garantir o retorno das gestantes ao trabalho

Recentemente, a Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 2.058/21, que visa autorizar o retorno de gestantes ao trabalho presencial após imunização completa contra a Covid-19.


Selic mais alta não intimida mercado imobiliário

O setor imobiliário brasileiro surpreendeu os especialistas mais experientes e, durante a pandemia, foi um dos agentes responsáveis por manter a economia brasileira aquecida.


Vai sair do papel? Reforma Tributária deve ter votação rápida

Estamos a um ano das eleições nacionais. Isso pode soar como pouco tempo, mas, considerando o panorama político, é sensato dizer que ainda não aconteceu nada em termos de definições partidárias.


Que ingratidão…

Durante o tempo que fui redactor de jornal local, realizei numerosas entrevistas a figuras públicas: industriais, grandes proprietários, políticos, artistas…


Empresa Cooperativa x Empresa Capitalista

A economia solidária movimenta 12 bilhões e a empresa cooperativa gera emprego e riqueza para o país.


O fundo de reserva nos condomínios: como funciona e a forma correta de usar

O fundo de reserva é a mais famosa e tradicional forma de arrecadação extra. Normalmente, consta na convenção o percentual da taxa condominial que deve ser destinado ao fundo.


E se as pedras falassem?

Viver na Terra Santa é tentar diariamente “ouvir” as pedras! Elas “contemplaram” a história e os acontecimentos, são “testemunhas” fiéis, milenares porém silenciosas!


Smart streets: é possível viver a cidade de forma mais inteligente em cada esquina

De acordo com previsões da Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 70% da população mundial viverá em áreas urbanas até 2050.


Quem se lembra dos velhos?

Meu pai, quando se aposentou, os amigos disseram: - " Entrastes, hoje, no grupo da fome…"