Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Um homem de peso

Um homem de peso

08/09/2021 Humberto Pinho da Silva

Quando as ruas das nossas cidades eram rigorosamente vigiadas, sacudir, para a via pública: tapetes, carpetes… e até simples pano de pó, era expressamente proibido.

Quem não cumprisse a Lei, sofria pesada multa. Meu pai, devido à doença, que vitimou minha mãe, contratou criadita, para realizar o meneio da casa - casarão de alforge com dez quartos! - Reservou, porém, à esposa, a alegre tarefa de confeccionar as refeições.

Apesar de avisada, esta, habituada a lidar em moradias da província, sacudia descuidadamente, tudo ou quase tudo, à janela, sem se preocupar com quem passasse no passeio.

Certa ocasião, ao sacudir o pano de pó, não reparou, que bem defronte ao prédio, estava, parado um polícia dos antigos, daqueles que não perdoava a multazinha… 

O guarda logo interrogou a vizinhança, com o fim de se inteirar da atrevida. Disseram-lhe que a casa era do Senhor Máriozinho… 

- "Máriozinho quê?! - Interrogou o janízaro.

- Não sabemos - responderam as mulheres."

Mas, a mais expedita informou: que o Senhor Manuel, dono da mercearia devia saber. Todo lampeiro, o polícia entrou na loja, de nariz empinado. O senhor Manuel ouviu-o atentamente e informou-o:

- "É o senhor Mário Pinho. Homem de peso; e muito considerado… 

- É homem de peso?! - Interrogou o agente de autoridade, estampando no rosto, expressão de receio.

- Sim: e até escreve nos jornais!… 

- Ah! muito obrigado… Muito obrigado. Se é homem de peso e escreve, é melhor esquecer a multazinha…"

Mais tarde, meu pai, ao conhecer o diálogo travado com o merceeiro, comentava, sentado à mesa oval, de mogno polido, onde tomávamos as refeições:

- "Realmente sou homem de peso… Peso oitenta e dois quilos…"

Assim se livrou da multa. Somos todos iguais - dizem os entendidos - mas há uns, mais iguais, do que outros… 

A lei é para todos. A justiça é cega… Mas, já dizia o nosso clássico Padre Manuel Bernardes:

"As leis são como as teias de aranha. Se cai nela uma pedra, rompe-a, e fica ilesa; se cai nela a mosca, fica presa, e paga o seu descuido ou atrevimento. Assim os grandes zombam das leis, e o castigo de se quebrarem, fica só para os pequenos."

* Humberto Pinho da Silva

Para mais informações sobre leis clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!



Lições básicas de educação financeira para mudar de vida

As regras básicas da educação financeira, apesar de simples, não são observadas pela maioria das famílias brasileiras e a consequência imediata é o endividamento de grande parte delas.


Somos todos responsáveis

As curvas dos gráficos apontando para cima não mentem: uma nova onda de contaminação por covid-19 já é realidade na maior parte das cidades brasileiras.


A pandemia e a humanidade

Os últimos dois anos foram muito difíceis para todas as pessoas do planeta.


A pessoa diz não gostar de ler até encontrar um livro que gosta

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Pró-Livro revelou que o brasileiro lê em média 4,96 livros por ano.


Como resolver problemas que parecem impossíveis?

Existe um ditado polinésio que diz o seguinte: você pode estar em cima de uma baleia, mas pescando carpas miúdas.


A queda de 93% no uso do cheque

Na infância e juventude - anos 50 e 60 do século passado - ouvi muitos comentários de que comerciantes, fazendeiros e endinheirados da época lucravam pagando seus compromissos com cheque de outras praças, que demoravam dias para ser liquidados.


Supervisionar ou treinar seu time?

Supervisionar atividades e resultados da equipe é um dos maiores desafios para inúmeros líderes.


Gestão empresarial e perspectivas para 2022

Após mais um ano de pandemia, a alta administração das empresas priorizou a sobrevivência enquanto teve de lidar com expectativas frustradas.


O que a pandemia nos ensinou sobre fortalecer nossas parcerias

A pandemia da COVID-19 forçou mudanças significativas na operação de muitas empresas.


O barulho em torno do criado-mudo

Se você entrar agora no site da Amazon e escrever (ou digitar) “criado-mudo”, vai aparecer uma resposta automática dizendo que você não deve usar essa expressão porque ela é racista.


Reputação digital: é possível se proteger contra conteúdos negativos

O ano é 2022 e há quem pense que a internet ainda é uma terra sem lei. A verdade é que a sociedade avançou e o mundo virtual também.


Questão de saúde pública, hanseníase ainda é causa de preconceito e discriminação

Desde 2016, o Ministério da Saúde realiza a campanha Janeiro Roxo, de conscientização sobre a hanseníase.