Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Uma aula de vida

Uma aula de vida

21/02/2019 Oscar D'Ambrosio

Uma aula de busca de liberdade em um filme para rever a cada instante!

Uma das grandes motivações de trabalhar com arte é que se está perante um universo em que as surpresas não param. Quando alguém pensa que tudo já foi dito de alguma maneira, surge sempre um respiro de renovação, um alerta que aponta para a possibilidade de tratar temas aparentemente iguais de novas maneiras.

É o caso do filme sueco “Vovó Está Dançando na Mesa”, de Hanna Sköld. A mescla entre cenas de animação e dos atores permite que a obra trabalhe simultaneamente em duas dimensões. Ambas se cruzam na maneira de combater a violência e o autoritarismo dentro do ambiente familiar.

Os atores reais trazem uma jovem de 13 anos convivendo com o pai rigoroso, que não suporta qualquer ação que saia do seu controle, desde a contagem obsessiva do número de taças e pratos até o momento de tomar café durante a atividade de cortar lenha. A angústia está em cada olhar e no desejo da moça de buscar contato com o mundo exterior.

As cenas feitas em animação, inclusive a última, que dá o título ao filme, trazem o passado dessa família. São personagens, principalmente femininas que, cada uma da sua maneira, buscaram escapar desse universo de cerceamento.

A narrativa em off da protagonista acentua o contraste de narração em tom de fábula infantil de uma atmosfera de imensurável assédio físico e moral. Uma aula de busca de liberdade em um filme para rever a cada instante!

* Oscar D´Ambrosio é jornalista pela USP, mestre em Artes Visuais pela Unesp, doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Fonte: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo



Luto e perdas na pandemia: o que estamos vivendo?

Temos presenciado uma batalha dolorosa em todo o mundo com o novo coronavírus (COVID-19).


Encare a realidade da forma correta

Em algum momento todos nós vamos precisar dessa mensagem.


Contraponto a manifestação do Jornalista Lucas Lanna

Inicialmente gostaria de parabenizar o jovem e competente jornalista Lucas Lanna Resende, agradecendo a forma respeitosa que diverge da matéria por mim assinada e intitulada “O Brasil deve um almoço a Roberto Jefferson”.


O Brasil deve um almoço a Roberto Jefferson?

Nos últimos dias, um artigo intitulado O Brasil deve um almoço a Roberto Jefferson, do advogado e ex-juiz do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), Bady Curi, foi publicado neste espaço


O Brasil deve um almoço a Roberto Jefferson

A esquerda diz temer pela Democracia em razão de alguns pronunciamentos do Presidente Bolsonaro.


O Brasil, a logística e os “voos de galinha”

Parcerias público-privadas, com base no tripé da sustentabilidade podem proporcionar excelentes projetos para a logística no Brasil.


Eça e a famosa estatueta

Nos derradeiros anos do século transacto, tive a oportunidade de conhecer e entrevistar, D. Emília Eça de Queiroz.


Roda de histórias

Meu avô paterno, Seu Dito, era um bom contador de histórias. Contava com a mesma ênfase, fatos e ficções.


Infodemia: a pandemia de desinformação

Todos os dias em nossos smartphones, computadores e TVs, temos uma verdadeira chuva de informações, e nem sempre é possível conferir a veracidade delas.


O problema não é a Cloroquina

Estamos diante de uma doença ameaçadora, nunca antes vivida por nossa geração.


Liderança: Arte e Ciência

O que faz uma pessoa aceitar e reconhecer a liderança de outra?


Reflexões éticas em tempos de Coronavírus

Atualmente, vivemos num cenário de turbulências e preocupações com os impactos sociais e econômicos atuais que virão em decorrência da pandemia do vírus Covid-19.