Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Uma nova oportunidade para o Brasil II

Uma nova oportunidade para o Brasil II

19/01/2007 Divulgação

Um princípio elementar da vida social organizada, impõe a cada cidadão que ele esteja à altura das funções que exerce. Isso vale para motoristas de ônibus, trabalhadores da construção civil, eletricistas, bombeiros, médicos, engenheiros, professores, jornalistas, políticos e outros profissionais.

Sempre que alguma dessas pessoas mostra-se despreparada para realizar o seu trabalho, os cidadãos pagam um elevado preço. Senadores e deputados devem estar preparados para realizar o seu trabalho, que inclui a competência para legislar e fiscalizar os atos do Poder Executivo. O presidente da República e os governadores devem governar com sabedoria, competência e sensibilidade para com os problemas sociais.

Que ideais como esses iluminem as decisões dos políticos brasileiros nos próximos anos. Todas as pesquisas de opinião mostram que o povo espera por isso. Se dependesse dos cidadãos comuns, um futuro auspicioso já teria chegado para todos nós. Ora, muitas décadas têm sido perdidas por incompetência política. Isso não pode continuar a acontecer. Que se adotem, urgentemente, iniciativas capazes de mudar esse quadro.

Sem desqualificar o resto do país, fazemos votos, neste começo de ano, para que os Estados do sudeste, tendo à frente os governadores Aécio Neves (Minas Gerais), José Serra (São Paulo), Sergio Cabral (Rio de janeiro) e Paulo Hartung (Espírito Santo) possam, em sintonia, empenhar-se para transformar a região num importante eixo de desenvolvimento econômico, ajudando o Brasil a dar um salto em direção ao futuro entresonhado pelos nossos maiores.



O que a pandemia nos ensinou sobre fortalecer nossas parcerias

A pandemia da COVID-19 forçou mudanças significativas na operação de muitas empresas.


O barulho em torno do criado-mudo

Se você entrar agora no site da Amazon e escrever (ou digitar) “criado-mudo”, vai aparecer uma resposta automática dizendo que você não deve usar essa expressão porque ela é racista.


Reputação digital: é possível se proteger contra conteúdos negativos

O ano é 2022 e há quem pense que a internet ainda é uma terra sem lei. A verdade é que a sociedade avançou e o mundo virtual também.


Questão de saúde pública, hanseníase ainda é causa de preconceito e discriminação

Desde 2016, o Ministério da Saúde realiza a campanha Janeiro Roxo, de conscientização sobre a hanseníase.


Desafios para o Brasil retomar o rumo

A tragédia brasileira está em cartaz há décadas.


Mortes e lama: até quando, Minas?

Tragédias no Brasil são quase sempre pré-anunciadas. É como se pertencessem e integrassem a política de cotas. Sim, há cotas também para o barro e a lama. Cota para a dor.


Proteção de dados de sucesso

Pessoas certas, processos corretos e tecnologia adequada.


Perspectivas e desafios do varejo em 2022

Como o varejo lida com pessoas, a sua dinâmica é fascinante. A inclusão de novos elementos é constante, tais como o “live commerce” e a “entrega super rápida”.


Geração millenials, distintas facetas

A crise mundial – econômica, social e política – produzida pela transformação sem precedentes da Economia 4.0 coloca, de forma dramática, a questão do emprego para os jovens que ascendem ao mercado de trabalho.


Por que ESG e LGPD são tão importantes para as empresas?

ESG e LGPD ganham cada vez mais espaço no mundo corporativo por definirem novos valores apresentados pelas empresas, que procuram melhor colocação no mercado, mais investimentos e consumidores satisfeitos.


O Paradoxo de Fermi e as pandemias

Em uma descontraída conversa entre amigos, o físico italiano Enrico Fermi (1901-1954) perguntou “Onde está todo mundo?” ao analisarem uma caricatura de revista que retratava alienígenas, em seus discos voadores, roubando o lixo de Nova Iorque.


Novo salário mínimo em 2022 e o impacto para os trabalhadores autônomos

O valor do salário mínimo em 2022 será de R$ 1.212,00.