Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Viva o Dia do Trabalho

Viva o Dia do Trabalho

12/05/2021 João Baptista Herkenhoff

Primeiro de maio foi o Dia do Trabalho. Uma data comemorada no mundo inteiro e também no Brasil. O Dia do Trabalho merece ser exaltado. Mas a data não pede apenas exaltação.

O transcurso do Primeiro de Maio exige reflexão e exame de consciência, em nível pessoal e em nível social. Em nível pessoal, será a partir do meu lugar social que devo refletir.

Se sou um trabalhador, devo considerar se tenho participado da luta dos trabalhadores por melhores salários e condições de trabalho, ou se tenho estado ausente dessas lutas.

Se o exame de consciência me conduzir a uma resposta negativa, devo me penitenciar e procurar me corrigir do desinteresse, ou pouco interesse.

Se tenho uma empresa, mesmo que seja uma pequena empresa, ou se integro uma corporação, devo estar em alerta para não incorrer em censurável omissão, caso considere que salários de trabalhador e respeito a direitos trabalhistas não constituem problema meu. Fala-se muito em PIB.

Considera-se a dimensão do PIB como a medida para dizer se o Brasil está bem ou está mal. O mesmo índice nos leva a concluir se nosso Estado ou Município merece aplauso ou censura.

Não negamos que o PIB é importante, mas o PIB não é tudo. Mais importante do que a linguagem do PIB é saber como o PIB é partilhado entre as pessoas.

Se há ricos cada vez mais ricos e pobres cada vez mais pobre, devemos deplorar os rumos do Brasil. Se os pobres tornam-se menos pobres celebremos este resultado.

Muito mais relevante do que considerar o PIB é verificar como está sendo feita a partilha do PIB, ou seja, examinar os índices de salário pagos pelas empresas, o respeito aos direitos trabalhistas e a busca para realizar a Justiça Social.

* João Baptista Herkenhoff é juiz de direito aposentado (ES).

Para mais informações sobre direitos trabalhistas clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!



Cada um no seu quadrado e todos produzindo…

Muito oportunas as observações do Prof. Ary Oswaldo Mattos Filho, de que em vez dos simples projetos que visam reforçar o caixa da União – como a alteração no Imposto de Renda ora em tramitação pelo Congresso – o país carece de uma verdadeira reforma tributária onde fiquem bem definidos os direitos e obrigações da União, Estados e Municípios.


Você já respirou hoje?

Diagnóstico e tratamento corretos salvam vidas na fibrose cística.


Jogos para enfrentar a crise

O mundo do trabalho nunca mais será o mesmo.


O trabalho de alta performance no Hipismo

O que os atletas precisam para o desempenho perfeito em uma competição? Além do treinamento e esforços diários, eles precisam estar em perfeita sintonia com o corpo e a mente.


Bons médicos vêm do berço

Faz décadas assistimos a abertura desenfreada de novas escolas médicas, sem condição de oferecer formação minimamente digna e honesta.


Wellness tech e a importância da saúde mental dentro das organizações

A pandemia de covid-19 impactou a vida de todos nós, pessoal e profissionalmente.


Manifestações do TDAH

Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade em adultos e crianças.


Cuidar da saúde mental do colaborador é fator de destaque e lucratividade para empresa

O Setembro Amarelo é uma campanha nacional de prevenção ao suicídio, mas que coloca em evidência toda a temática da saúde mental.


Setembro Amarelo: a diferença entre ouvir e escutar

Acender um alerta na sociedade para salvar vidas quando se fala em prevenção ao suicídio é tão complexo quanto o comportamento de uma pessoa com a intenção de tirar a própria vida.


Desafios para a Retomada Econômica

A divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre mostrou uma leve retração da atividade produtiva de 0,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior.


Setembro Amarelo: é preciso praticar o amor ao próximo

Um domingo ensolarado é um dia perfeito para exercitar a felicidade, passear no parque, levar as crianças na piscina ou encontrar os amigos com seus sorrisos largos e escancarados.


Setembro Amarelo: é preciso ter ferramentas para lidar com o mundo

No semáforo, a cor amarela é frequentemente associada com desaceleração. O motorista precisa reduzir a velocidade ou até mesmo parar.