Portal O Debate
Grupo WhatsApp


13º salário: como se preparar para o benefício

13º salário: como se preparar para o benefício

06/11/2019 Divulgação

Especialista dá dicas para o bom uso desse dinheiro.

13º salário: como se preparar para o benefício

Até o dia 30 de novembro, grande parte dos trabalhadores com carteira assinada em todo o país – com no mínimo 15 dias de atividade – recebem a primeira parcela do 13º salário. Aposentados, pensionistas, beneficiários do Bolsa Família e aqueles que recebem pensão alimentícia também serão contemplados. Ficam de fora apenas os trabalhadores que foram demitidos por justa causa.

“O 13º é uma ajuda importante para a maioria dos brasileiros. Mesmo aqueles que gastam pouco sentem falta do benefício”, diz o coordenador do curso de Gestão Financeira do Centro Universitário Internacional Uninter, Daniel Cavagnari.

A primeira parcela corresponde à metade, ou 50%, do salário bruto. O professor ressalta que descontos, como a taxa do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF), virão apenas na segunda parcela, a ser paga até o dia 20 de dezembro. Para aqueles que foram contratados ao longo do ano, o benefício será proporcional ao número de meses trabalhados até a data do pagamento.

Como usar o 13º?
Cavagnari recomenda prudência com ofertas feitas por bancos e outras instituições financeiras nos meses que antecedem o depósito do salário. “Muitas entidades oferecem empréstimos para que os trabalhadores recebam esses valores adiantados. Porém, cobram juros incompatíveis com termos justos. É preciso estar atento”, diz.

Para aqueles que têm dívidas a juros altos ou vencidas, o professor recomenda que o 13º seja usado para quitá-las. “Negocie o pagamento com as instituições credoras e busque descontos. Lembre-se de que taxas ou juros que ainda não foram cobradas não podem incidir no adiantamento das dívidas”, explica.

Já para os trabalhadores que estão em dia com suas finanças, o professor recomenda reservar metade do valor recebido – ou mais – para as despesas de início de ano, como Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), uniformes, material escolar e férias. O restante do valor pode ser usado para presentes e outros gastos com as comemorações de fim de ano.

“Também é possível usar o benefício para ‘resolver a vida’, ou seja, revisar o carro, arrumar a casa, passear com a família. O bem-estar é o que temos de mais importante. Qualquer investimento nesse âmbito será bem aproveitado”, defende.

Fonte: Uninter



Pandemia traz oportunidades para startups no Brasil

A desburocratização no processo de abertura da Empresa Simples de Inovação vai estimular o desenvolvimento de soluções, produtos e serviços inovadores

Pandemia traz oportunidades para startups no Brasil

Como a COVID-19 impacta o ambiente tributário brasileiro

O efeito que a pandemia do coronavírus vem causando não tem precedentes.


Sustentabilidade como uma prioridade corporativa

Em seu clássico “A Riqueza das Nações”, de 1776, o filósofo escocês Adam Smith disse que, no final da busca por seus interesses econômicos, os líderes empresariais teriam de mudar seus rumos e servir, fundamentalmente, as demandas da sociedade.


Agronegócio é pilar para reconstruir economia brasileira pós-coronavírus

Setor é o menos afetado pela pandemia e representa 25% do PIB do País.

Agronegócio é pilar para reconstruir economia brasileira pós-coronavírus

Mentalidade ágil norteia sobrevivência das empresas em cenários de crise

O que as empresas têm a aprender com cenários de crise impostos por imprevistos, tais como o Coronavírus?


Como investir em marketing em tempos de coronavírus?

Quando se posicionar sobre a atual situação, o foco não deve ser vender a qualquer custo, mas sim tentar ajudar de alguma forma.


Está na hora de inovar a Gestão Financeira

Você conseguiria dizer, agora, como está o caixa de sua empresa?


CNC projeta queda de R$ 738 milhões nas vendas da Páscoa por coronavírus

Pandemia deve fazer faturamento do comércio cair 31,6% em uma das maiores datas comemorativas do País.

CNC projeta queda de R$ 738 milhões nas vendas da Páscoa por coronavírus

Fusões e aquisições: o ano de 2020 promete!

O ano de 2020 promete ser bem movimentado para operações de fusões e aquisições no Brasil.


Pequenos negócios já preveem pegar empréstimos para se manterem no mercado

Pesquisa do Sebrae mostra que as empresas já sentem redução expressiva no faturamento e no volume de vendas.

Pequenos negócios já preveem pegar empréstimos para se manterem no mercado

A empresa pode obrigar o funcionário a trabalhar na quarentena?

A situação não é boa para economia, mas é importante para saúde da população.

A empresa pode obrigar o funcionário a trabalhar na quarentena?

Agricultura e pandemia

Agricultura garante soberania alimentar e contribui para atender demanda global durante pandemia do coronavírus.