Portal O Debate
Grupo WhatsApp


13º salário: como se preparar para o benefício

13º salário: como se preparar para o benefício

06/11/2019 Da Redação

Especialista dá dicas para o bom uso desse dinheiro.

13º salário: como se preparar para o benefício

Até o dia 30 de novembro, grande parte dos trabalhadores com carteira assinada em todo o país – com no mínimo 15 dias de atividade – recebem a primeira parcela do 13º salário. Aposentados, pensionistas, beneficiários do Bolsa Família e aqueles que recebem pensão alimentícia também serão contemplados. Ficam de fora apenas os trabalhadores que foram demitidos por justa causa.

“O 13º é uma ajuda importante para a maioria dos brasileiros. Mesmo aqueles que gastam pouco sentem falta do benefício”, diz o coordenador do curso de Gestão Financeira do Centro Universitário Internacional Uninter, Daniel Cavagnari.

A primeira parcela corresponde à metade, ou 50%, do salário bruto. O professor ressalta que descontos, como a taxa do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF), virão apenas na segunda parcela, a ser paga até o dia 20 de dezembro. Para aqueles que foram contratados ao longo do ano, o benefício será proporcional ao número de meses trabalhados até a data do pagamento.

Como usar o 13º?
Cavagnari recomenda prudência com ofertas feitas por bancos e outras instituições financeiras nos meses que antecedem o depósito do salário. “Muitas entidades oferecem empréstimos para que os trabalhadores recebam esses valores adiantados. Porém, cobram juros incompatíveis com termos justos. É preciso estar atento”, diz.

Para aqueles que têm dívidas a juros altos ou vencidas, o professor recomenda que o 13º seja usado para quitá-las. “Negocie o pagamento com as instituições credoras e busque descontos. Lembre-se de que taxas ou juros que ainda não foram cobradas não podem incidir no adiantamento das dívidas”, explica.

Já para os trabalhadores que estão em dia com suas finanças, o professor recomenda reservar metade do valor recebido – ou mais – para as despesas de início de ano, como Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), uniformes, material escolar e férias. O restante do valor pode ser usado para presentes e outros gastos com as comemorações de fim de ano.

“Também é possível usar o benefício para ‘resolver a vida’, ou seja, revisar o carro, arrumar a casa, passear com a família. O bem-estar é o que temos de mais importante. Qualquer investimento nesse âmbito será bem aproveitado”, defende.

Fonte: Uninter



Poupança tem menor retirada líquida para outubro em cinco anos

Saques superaram depósitos em R$ 247,2 mi no mês.

Poupança tem menor retirada líquida para outubro em cinco anos

Fracasso: 15 hábitos poderosos para evitá-lo e atingir metas

Fracasso é algo que todos evitam e que ninguém deseja estar suscetível.

Fracasso: 15 hábitos poderosos para evitá-lo e atingir metas

Preservar a empresa e punir os corruptos

Já passou da hora de a legislação fazer distinção clara entre as pessoas físicas dos proprietários e dirigentes, de um lado, e a pessoa jurídica da empresa, de outro.


Index: Faturamento real avança pelo segundo mês consecutivo

Cenário mais favorável ao consumo deve contribuir para aquecimento da atividade industrial.

Index: Faturamento real avança pelo segundo mês consecutivo

Comércio terá impacto positivo com queda dos juros de imóveis

Redução dos juros para o financiamento de imóveis terá impacto de R$ 5,2 bilhões no comércio, diz CNC.

Comércio terá impacto positivo com queda dos juros de imóveis

3 dicas para quem trabalha com transporte de cargas pesadas

O mercado do transporte de cargas pesadas evoluiu muito no Brasil nos últimos anos.

3 dicas para quem trabalha com transporte de cargas pesadas

Tudo o que você precisa saber para entrar no mercado de reparo automotivo

Para muitos, ter seu próprio negócio é um sonho de vida e um caminho para a riqueza pessoal.

Tudo o que você precisa saber para entrar no mercado de reparo automotivo

Inove no Panetone e aqueça as vendas de Natal

Com a proximidade dos festejos de final de ano e a receita adicional no orçamento, existe uma forte tendência de diversificação no consumo de alimentos.


A Humanização da Indústria 4.0: é preciso engajar para inovar

Quando se fala em indústria 4.0 e o futuro da tecnologia aplicada em processos produtivos, é fundamental deixar claro que estamos falando, na verdade, do presente.


Padarias já se planejam para vendas no fim do ano

Campanha “Compre e Concorra” quer atender melhor e aumentar as vendas durante o período.

Padarias já se planejam para vendas no fim do ano

Ética e regras claras como padrão

Combater práticas irregulares e fortalecer a construção de um ambiente ético e socialmente responsável é preocupação cada vez mais presente em empresas e instituições.


Voluntariado como estratégia de Inovação

A relação entre Programas de Voluntariado Empresarial (PVE) e a capacitação de funcionários para inovação pode ser algo impensável à primeira vista para quem desconhece o tema.