Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Brasil é o quarto maior exportador de armas leves

Brasil é o quarto maior exportador de armas leves

01/10/2013 Da Redação

País fica atrás apenas de Estados Unidos, Itália e Alemanha.

Os mais de US$ 330 milhões (R$ 735 milhões) que, em 2011, entraram no Brasil graças à exportação de armas leves e munições colocam o país em quarto na lista de maiores exportadores no setor.

A sua frente, estão apenas Estados Unidos, Itália e Alemanha, aponta o Mapping Arms Data (MAD), projeto realizado em parceria entre o Instituto Igarapé e o Peace Research Institute Oslo (PRIO).

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (MDIC), somente neste ano, o Brasil já exportou mais de US$ 226 milhões em armas e munições. Um relatório de 2010 do Small Arms Survey - o mais recente da instituição - também coloca os brasileiros em quarto no ranking.

Os principais destinos dos armamentos são os Estados Unidos (US$ 148.680.000) e a Europa Ocidental, afirma Robert Muggah, diretor de Pesquisa do Instituto Igarapé.

Ainda assim, o sudeste asiático e lugares mais pobres, como Colômbia, Iraque, Paquistão e Zimbábue - país entre os 20 piores Índices de Desenvolvimento Humano - são mercados importantes para a indústria armamentista brasileira. Somente a Taurus, maior empresa do Brasil no ramo, exporta para 70 diferentes países.

O Mapping Arms Data leva em consideração 37 fontes de pesquisa, tendo como base dados da Organização das Nações Unidas (ONU) e analisando apenas os números relativos a armas leves.



Cresce a confiança dos consumidores de BH na economia

Indicador voltou a subir no segundo trimestre de 2019. Homens e jovens são os mais confiantes.

Cresce a confiança dos consumidores de BH na economia

Empresários da construção estão mais confiantes

O Índice de Confiança do Empresário da Indústria da Construção de Minas Gerais – ICEICON MG – atingiu 53,8 pontos em julho, crescimento de 3,0 pontos em relação a junho (50,8 pontos).


Empresas e paternidade: uma mudança a ser nutrida

Daqui a cinco ou dez anos, nem você nem ninguém se lembrará com precisão da tarefa que está fazendo no trabalho neste minuto.


Cereais, leguminosas e oleaginosas podem ter safra recorde

Arroz, milho e soja representam 92,7% da produção estimada no ano.

Cereais, leguminosas e oleaginosas podem ter safra recorde

Queda da Taxa Selic e a economia brasileira

Após o mais longo período em que a Taxa Selic permaneceu em um mesmo patamar, o Banco Central cortou a taxa básica da economia em 0,50%.


Dia dos Pais deve gerar R$ 5,6 bilhões de faturamento em 2019

CNC projeta alta de 2,1% nas vendas para a quarta data comemorativa mais importante do varejo.

Dia dos Pais deve gerar R$ 5,6 bilhões de faturamento em 2019

Novas regras de gestão de dados e o impacto para as empresas

As novas regras relacionadas à gestão de dados passarão a valer no ano que vem.


Pequenos negócios são responsáveis por 79% do saldo de empregos em Minas

Micro e Pequenas Empresas mineiras registraram saldo de 67 mil postos de trabalho nos primeiros seis meses do ano.

Pequenos negócios são responsáveis por 79% do saldo de empregos em Minas

Percentual de famílias com dívidas aumentou pelo 7º mês consecutivo

Principais inadimplências das famílias brasileiras são o financiamento de carro e o de casa.

Percentual de famílias com dívidas aumentou pelo 7º mês consecutivo

Sete em cada dez brasileiros tiveram de fazer cortes no orçamento

Pesquisa indica que desempenho da economia no primeiro semestre foi pior do que o esperado.

Sete em cada dez brasileiros tiveram de fazer cortes no orçamento

Coworking gratuito no ItaúPower Shopping

Power Station proporciona o espaço de trabalho ideal para você.

Coworking gratuito no ItaúPower Shopping

Inadimplência das empresas volta a acelerar em junho

Crescimento dos atrasos em junho é o maior desde março deste ano, mostra indicador da CNDL/SPC Brasil.

Inadimplência das empresas volta a acelerar em junho