Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Brasil fecha acordo para exportação de produtos para Arábia Saudita

Brasil fecha acordo para exportação de produtos para Arábia Saudita

17/09/2019 Da Redação

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento fechou acordos para exportação de frutas, castanhas e derivados de ovos.

Brasil fecha acordo para exportação de produtos para Arábia Saudita

Durante reunião com o CEO da Saudi Food and Drug Authority (SFDA) da Arábia Saudita, Hisham bin Saad Al Jadhey, a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) finalizou nessa segunda-feira (16/09) acordos que ampliam a pauta exportadora de produtos do agronegócio brasileiro ao Reino.

Foram autorizadas pela SFDA, autoridade sanitária saudita, as exportações de castanhas, derivados de ovos e a ampliação do acesso a frutas brasileiras. Somados, os produtos representam um mercado potencial superior a US$ 2 bilhões.

Hisham Al Jadhey mencionou que a Arábia Saudita importa 80% dos alimentos que consome - provenientes de mais de 150 países - , e que o Brasil é importante parceiro para garantir a segurança alimentar do país. Ele ressaltou ainda a qualidade dos produtos brasileiros e demonstrou satisfação com a diversificação da pauta agrícola do Brasil.

A ministra destacou o Brasil como potencial fornecedor de outros produtos de excelente qualidade para a Arábia Saudita, como arroz, açaí, sucos e forragens.

Entre os produtos mais vendidos para os sauditas estão carne de frango (in natura), açúcar de cana (bruto), carne bovina (in natura), soja (grão e farelo), milho, açúcar refinado e café (solúvel e verde). Em 2018, as exportações de produtos agropecuários ao país renderam US$ 1,696 bilhão. Foram mais de 2,959 milhões de toneladas. A carne de frango representou 47,4% do valor vendido em 2018 para a Arábia Saudita (US$ 804 milhões e 486 mil toneladas).

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento



Ainda é hora de planejar 2020

O carnaval passou, o ano finalmente começou e ainda dá tempo de desenhar como será a sua atuação este ano.


Brasil tem 11,9 milhões de pessoas desempregadas, diz IBGE

Taxa de desocupação no trimestre caiu 0,4% e fechou janeiro em 11,2%.

Brasil tem 11,9 milhões de pessoas desempregadas, diz IBGE

Brasil registrou renda domiciliar per capita de R$ 1.438 em 2019

Pesquisa do IBGE é feita com base nos dados da Pnad Contínua.


Meu funcionário voltou da Itália. E agora?

Quais orientações as empresas devem tomar?


O que não fazer ao investir em 2020? Saiba quais erros não cometer

O dois meses do ano já se encerraram e com isso fica a reflexão quanto a quais promessas de ano novo ainda devem seguir com projetos e possíveis execuções, e quais outros tantos vão ficar apenas no papel.

O que não fazer ao investir em 2020? Saiba quais erros não cometer

A extinção do BNDESPar e as fronteiras do estado mínimo

Três questões sobre a extinção do BNDESPar e as fronteiras do estado mínimo.


Do coronavírus às demais nuances da Bolsa de Valores

Bolsa de Valores pode ser afetada pela propagação ou a hipótese da propagação de epidemias como o coronavírus.


Startups do agronegócio entram em rodada de captação de investimentos na CapTable

Pomartec e Skydrones pretendem arrecadar um total de R$2,6mi em investimentos coletivos com cotas que podem ser adquiridas a partir de R$500.

Startups do agronegócio entram em rodada de captação de investimentos na CapTable

Como as empresas podem aumentar a segurança no uso do WhatsApp

Vivemos uma era em que a exigência por respostas rápidas é inquestionável.

Como as empresas podem aumentar a  segurança no uso do WhatsApp

Renner investirá quase R$ 1 bilhão em 2020

A Lojas Renner anunciou que vai investir R$ 910 milhões ao longo de 2020.

Renner investirá quase R$ 1 bilhão em 2020

SPC Brasil libera monitoramento gratuito de CPF no Carnaval

Consumidores que tiverem documento furtado ou perdido poderão monitorar a movimentação do seu CPF de forma gratuita por 30 dias.

SPC Brasil libera monitoramento gratuito de CPF no Carnaval

Home office: sua empresa está preparada?

A cada dia as relações e os negócios são construídos por meio de ferramentas virtuais.

Home office: sua empresa está preparada?