Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Carinho é presentear seu filho com a turma Pinniandimi!

Carinho é presentear seu filho com a turma Pinniandimi!

26/09/2006 Divulgação

Uma boa sugestão para o presente dos dias das crianças é a turma Pinniandimi. São brinquedos de pelúcia bem divertidos e que não oferecem nenhum risco para as crianças. Pinni, Dimmi e seu cachorro de estimação Baletão são feitos de malha e plush, são totalmente maleáveis.

A Pinniandimi montou, especialmente para esse dia das crianças, kits que vão encantar a garotada e ajudar os que precisam presenteá-las nesse dia. A bonequinha Pinni vem acompanhada de um sabonete líquido e custa RS 78,00. O bonequinho Dimmi vem com um shampoo neutro e custa 
RS 78,00. Além desses dois kits tem também o kit sabonete, que vem com três sabonetes em barra no formato dos personagens pelo valor de RS 60,00. Outro kit que promete enlouquecer as crianças é o kit que vem com sabonete líquido, shampoo neutro e toalhinha de mão com estampa exclusiva da turminha pelo valor de RS 64,00. Para quem preferir deixar os pequeninos perfumados tem a linha de colônias com notas de baunilha, musk, erva-doce e gerânio que vem acompanhada do chaveiro de pelúcia do simpático Baletão no valor de RS 60,00.

Todos os produtos foram testados dematológica e oftalmológicamente e o aroma remete à infância. Esses produtos podem ser encontrados nas melhores lojas de produtos infantis, através do SAC 
3017 5297 ou no site www.pinniandimi.com.br.



Tecnologia, home office e a transformação do mercado imobiliário

A tecnologia é uma grande aliada e uma ferramenta cada vez mais fundamental para o mercado imobiliário.

Tecnologia, home office e a transformação do mercado imobiliário

Impostômetro chega à marca de R$ 2 trilhões

Em 2020, a marca foi atingida em 22 de dezembro, informa associação de SP.

Impostômetro chega à marca de R$ 2 trilhões

Setor de food service deve movimentar R$ 167 bilhões em 2021

Enfraquecido pela pandemia, segmento de food service deve estar preparado para o boom das operações, que se dará em 2022.

Setor de food service deve movimentar R$ 167 bilhões em 2021

CNC estima faturamento recorde do varejo para o Dia das Crianças

A data é a terceira mais importante depois do Natal e do Dia das Mães.

CNC estima faturamento recorde do varejo para o Dia das Crianças

Serasa mostra que empresas pagam 51% das dívidas em até 60 dias

Dívidas recentes são recuperadas em maior número que antigas.

Serasa mostra que empresas pagam 51% das dívidas em até 60 dias

4 dicas de decoração e arquitetura para escritórios

Há tempos que o local de trabalho deixou de ser um ambiente sem graça.

4 dicas de decoração e arquitetura para escritórios

Maioria de postos de trabalho foi criada por micro e pequena empresas

No acumulado do ano, as micro e pequenas empresas foram responsáveis por aproximadamente 70% dos postos de trabalho gerados no país.

Maioria de postos de trabalho foi criada por micro e pequena empresas

Pequenos negócios ainda registram queda no faturamento e se recuperam gradativamente

Pesquisa do Sebrae e da FGV mostra que indicadores do segmento apresentaram uma leve melhora em setembro, mas os impactos da crise ainda são sentidos pela maioria.

Pequenos negócios ainda registram queda no faturamento e se recuperam gradativamente

Um terço dos pequenos negócios mineiros investiu em RH para enfrentar a pandemia

Estudo do Sebrae Minas mostra, ainda, que 40% destas empresas precisaram reduzir as capacitações das equipes nos últimos 18 meses.

Um terço dos pequenos negócios mineiros investiu em RH para enfrentar a pandemia

Como evitar a estagnação empresarial?

Já pensou no porquê de algumas pessoas continuarem a avançar pessoal e profissionalmente, enquanto outros permanecem estagnadas?

Como evitar a estagnação empresarial?

Híbrido e Inteligente: o que esperar do varejo no futuro

Nada do que foi será, de novo, do jeito que já foi um dia.

Híbrido e Inteligente: o que esperar do varejo no futuro

Produtos com Indicação Geográfica são conhecidos por 60% dos pequenos negócios

Pesquisa feita pelo Sebrae mostra que até mesmo os negócios que não sabem o que é uma IG gostariam de vender produtos típicos regionais.

Produtos com Indicação Geográfica são conhecidos por 60% dos pequenos negócios