Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Conheça 12 problemas que prejudicam a comunicação

Conheça 12 problemas que prejudicam a comunicação

22/05/2018 Da Redação

Especialista detalha alguns problemas de ordem física que podem atrapalhar a comunicação.

Conheça 12 problemas que prejudicam a comunicação

A comunicação correta tem impacto em vários pontos das vidas das pessoas. Problemas em relação a esse tema são muitos, como vendas perdidas, negociações malsucedidas, treinamentos ineficientes, discursos sonolentos e mal elaborados, discussões, boicotes, brigas e desentendimentos entre as pessoas de um modo geral.

"Se as pessoas conseguissem comunicar-se melhor, menos problemas iriam ocorrer. Sem perceber, muito dos problemas comuns que ocorrem são facilmente detectados, podendo ser aperfeiçoados" explica Reinaldo Passadori, CEO do Instituto Passadori (www.passadori.com.br).

Pensando nisso, o especialista detalhou os principais problemas de ordem física que podem atrapalhar a comunicação:

Voz fraca – Volume baixo, onde a voz é quase inaudível.

Linearidade – A fala mantém um tom monocórdio, gerando sonolência e desatenção das pessoas.

Dicção ruim – Dificuldade de pronúncia, onde os sons não são claros e a compreensão fica prejudicada.

Velocidade excessiva – Ocorre quando a pessoa atropela as palavras, além de dificultar o entendimento das ideias.

Velocidade lenta – Talvez pior ainda do que a velocidade acelerada. Ficamos impacientes, querendo ajudar a pessoa que está falando, também gerando desinteresse.

Ausência de teatralização – A pessoa que fala nada expressa além do conteúdo e sabemos que tão ou mais importante do que o conteúdo é a forma de falar. Um bom exemplo disso é a pessoa falando algo alegre com uma voz triste ou melancólica.

Nasalação – Os sons são excessivamente anasalados, tornando feia a fala.

Ausência de pausas – As pausas servem para facilitar a compreensão do ouvinte, dar beleza estética e também para que o apresentador possa melhor concatenar as suas ideias. A ausência de pausas torna a fala inadequada e distrai a atenção dos ouvintes.

Ausência de gestos – Algumas pessoas colocam as mãos atrás ou na frente do corpo ou ainda na cintura (tipo açucareiro), cruzam os braços ou enfiam as mãos nos bolsos e não fazem gestos. Uma gesticulação adequada reforça o conteúdo da fala.

Postura inadequada – Pensando na posição dos pés, podemos fazer uma analogia com o relógio. Existe a posição “quinze para o meio dia”, “Meio dia e quinze” e “dez para as duas”. São inadequadas, desviam a atenção dos ouvintes e geram certa deselegância.

Olhar perdido – Há aqueles que olham para cima ou para baixo ou apenas para algumas pessoas. O ideal é que se olhe nos olhos das pessoas, envolvendo-as plenamente.

Aparência deselegante – Um toque de classe, de sensibilidade, de bom senso e de bom gosto nunca é demais. Só que algumas pessoas exageram no contrário, ou seja, são relaxadas mesmo, desde uma roupa suja ou um sapato sem graxa e malcuidado até desleixo em detalhes de asseio e aparência corporal.

Em síntese, essas são as dificuldades mais comuns que ocorrem na comunicação das pessoas. "O importante ao fazer uma análise sobre os problemas é que a parte mais difícil é justamente a descoberta, pois a solução é relativamente simples, dependendo apenas de destreza experimental e orientação adequada", explica Passadori.



Natal deve movimentar mais de R$ 36 bilhões na economia

Seis em cada dez brasileiros pretendem comprar presentes para si mesmos no Natal, aponta pesquisa CNDL/SPC Brasil.

Natal deve movimentar mais de R$ 36 bilhões na economia

Como o cenário externo afeta a economia brasileira

Muito se fala dos embates entre os Estados Unidos e China em sua Guerra Comercial, e das crises econômicas ou sociais em alguns países latinos.


O que esperar de uma franquia?

As expectativas sobre o tempo de retorno do investimento e as margens de lucros esperadas costumam ser as grandes inquietações de quem planeja investir em uma franquia.


App do Banco do Brasil aceita comando de voz

Inovação entre os bancos brasileiros é lançada em parceria com a Google.


Percentual de famílias com dívidas volta a subir em novembro

O percentual de famílias com dívidas alcançou 65,1% do total (em outubro, era de 64,7%).

Percentual de famílias com dívidas volta a subir em novembro

Acidente de trabalho na hora do almoço

O horário de almoço faz parte da jornada de trabalho do empregado.


Mais de 65 mil pescadores afetados por manchas de óleo receberão auxílio emergencial

Listas com os registros dos pescadores beneficiados e números por estado já estão disponíveis.

Mais de 65 mil pescadores afetados por manchas de óleo receberão auxílio emergencial

PIB cresce 0,6% no terceiro trimestre, revela IBGE

Na comparação com 3º trimestre de 2018, expansão é de 1,2%.

PIB cresce 0,6% no terceiro trimestre, revela IBGE

Setores recomendados para se investir neste final de ano

Em 2019, o Brasil passou por grandes mudanças estruturais, no que tange a política monetária expansionista.


Em cada dez brasileiros, dois foram vítimas de fraudes nos últimos 12 meses

Levantamento CNDL/SPC Brasil mostra que fim de ano é época propícia para ação de fraudadores.

Em cada dez brasileiros, dois foram vítimas de fraudes nos últimos 12 meses

Empresas devem começar já preparação para a reforma tributária, orienta consultor

Cerca de 4,5 milhões delas, que hoje estão no Simples Nacional ou no Lucro Presumido, tendem a migrar para o Lucro Real, o que exige organização interna e planejamento tributário.

Empresas devem começar já preparação para a reforma tributária, orienta consultor

Airbnb lança nova categoria para experiências gastronômicas e cultural

Com mais de 3.000 experiências, viajantes terão a oportunidade de conhecer receitas locais e únicas em mais de 75 países, incluindo o Brasil.

Airbnb lança nova categoria para experiências gastronômicas e cultural