Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Empresa pode ser obrigada a dividir lucro com trabalhador

Empresa pode ser obrigada a dividir lucro com trabalhador

06/11/2012 Da Redação

Proposta prevê incentivos ao empregador como a isenção de impostos.

O programa de Participação nos Lucros e Resultados (PLR) é uma forma de motivar os funcionários a produzirem mais, com base em uma recompensa financeira que, dependendo da empresa, pode chegar a dez salários a mais por ano. Neste perfil se encaixa, por exemplo, a Locamerica, que atua no mercado de locação de frotas para empresas.

Hoje, a decisão de implantar o PLR não é obrigatória. Entretanto, conforme o advogado do escritório Candiotto e Fonseca Advogados, Lucas de Campos Faria, está tramitando na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei (PL) 6.911/06, que tem como objetivo tornar obrigatória a adoção do PLR. A possibilidade não agrada a todos.

Farias explica que o projeto altera a Lei nº 10.101/00. Com isso, 15% dos lucros líquidos das empresas seriam destinados aos empregados quando houver recusa à negociação coletiva."Essa proposta de lei também garante a estabilidade dos representantes dos trabalhadores que participarem da negociação coletiva e o acesso do sindicato à situação econômico-financeira da empresa", diz. O PL, de autoria do deputado Luiz Alberto (PT/BA), está aguardando parecer da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio (CDEIC), da Câmara dos Deputados.

Hoje, o tributo que incide sobre o PLR é o Imposto de Renda, que será discutido pelo governo nas próximas semanas. Deverão ser definidos os patamares das participações sobre lucros e resultados - distribuídas pelas empresas aos trabalhadores - que estarão isentos do Imposto de Renda.

O advogado Lucas Faria afirma que para implementar o PLR a empresa tem que contar com recursos financeiros. "É preciso ter caixa e um certo tempo de mercado. Afinal, uma empresa leva tempo para ter lucro. Acho que para uma organização com dez funcionários, por exemplo, não é muito vantajoso implantar o programa", observa.

Ele considera complicada a exigência do programa. "O impacto hoje seria negativo, pois as empresas já têm muitos custos, como os trabalhistas. Se fosse obrigatório, seria importante que houvesse uma contraprestação para os empresários, como baratear a folha de pagamento", diz.

O presidente da Locamerica, Luís Fernando Porto, defende que o PLR seja espontâneo, como acontece hoje. "Cada empresa tem suas peculiaridades. Além do mais, é preciso ter um certo nível de organização, se estruturar para definir metas e acompanhá-las", ressaltou.Para ele, ter o programa é um diferencial no mercado."É uma forma de atrair e reter pessoal", diz.

O professor de MBA de gestão de pessoas da Fundação Getúlio Vargas (FGV)/IBS, Sérgio Campos, não coloca muita fé na aprovação do projeto. "Se for obrigatório, irá descaracterizar a liberalidade do empresário", ressalta.



Governo anuncia mudanças no eSocial

Segundo secretário, sistema será dividido em dois até 2020

Governo anuncia mudanças no eSocial

Endividamento alcança maior nível desde julho de 2013

Segundo CNC, o percentual de famílias endividadas cresceu em junho, nas comparações mensal e anual

Endividamento alcança maior nível desde julho de 2013

Uma análise do acordo Mercosul e União Europeia

Um conjunto de pressupostos internacionais permitiram a realização do acordo.

Uma análise do acordo Mercosul e União Europeia

Negociação coletiva como ferramenta de gestão empresarial

A negociação coletiva é ferramenta de gestão, em que os trabalhadores poderão participar dos destinos da empresa.


Mercado de equinos movimenta R$ 16,5 bi ao ano no Brasil

Animais atraem investidores e apaixonados, além de aquecer a economia do país

Mercado de equinos movimenta R$ 16,5 bi ao ano no Brasil

Inflação no comércio eletrônico registra queda de -1,39% em maio

Análise realizada pelo IBEVAR monitora a alteração dos preços dos produtos comprados pela internet.

Inflação no comércio eletrônico registra queda de -1,39% em maio

Em cada dez usuários de cartão de crédito, dois são adeptos de bancos digitais

Jovens são os que mais usam cartões digitais, atraídos por taxas mais baixas e isenção de anuidade, revela pesquisa CNDL/SPC Brasil

Em cada dez usuários de cartão de crédito, dois são adeptos de bancos digitais

O trabalho do futuro não será focado em projetos

Não tem erro: o trabalho do futuro não será focado em projetos, mas em produtos.


Como gerenciar equipes que trabalham à distância?

Produtividade e engajamento dos profissionais é a maior preocupação da liderança e o grande entrave para fazer o modelo deslanchar

Como gerenciar equipes que trabalham à distância?

Fábrica de cerveja vai investir R$ 1 bi em Minas Gerais

Unidade em Uberaba vai demandar contratações na região do Triângulo Mineiro que abrigará a construção.


Pequenas empresas garantem saldo positivo de empregos, mostra Sebrae

Os pequenos negócios do setor agropecuário lideraram a geração de vagas em maio

Pequenas empresas garantem saldo positivo de empregos, mostra Sebrae

Número de empresas inadimplentes cresce 2,90% em maio

Capacidade de pagamento das empresas ainda é afetado pela baixa atividade econômica e menor faturamento, apontam CNDL/SPC Brasil

Número de empresas inadimplentes cresce 2,90% em maio