Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Empresários da construção estão mais confiantes

Empresários da construção estão mais confiantes

10/08/2019 Da Redação

O Índice de Confiança do Empresário da Indústria da Construção de Minas Gerais – ICEICON MG – atingiu 53,8 pontos em julho, crescimento de 3,0 pontos em relação a junho (50,8 pontos).

O resultado foi influenciado pela menor insatisfação com as condições atuais de negócio, bem como pelas expectativas mais positivas para os próximos seis meses. O índice afastou-se da linha divisória dos 50 pontos, fronteira entre confiança e falta de confiança, o que significa que a confiança está mais disseminada entre os empresários do setor.

O indicador foi 14,2 pontos superior ao verificado em julho de 2018 e o mais elevado para o mês desde 2012, quando alcançou 55,8 pontos. O ICEICON nacional também aumentou em julho (58,7 pontos), na comparação com junho (57,0 pontos). O ICEICON-MG é resultado da ponderação dos índices de condições atuais e de expectativas, que variam de 0 a 100 pontos. Valores acima de 50 pontos apontam percepção de melhora na situação atual e expectativa positiva para os próximos seis meses, respectivamente. O índice de condições atuais cresceu 4,9 pontos entre junho (42,6 pontos) e julho (47,5 pontos).

Apesar da alta mensal, o indicador revelou que os empresários da Construção perceberam piora nas condições atuais de negócio, ao continuar abaixo de 50 pontos. Contudo, o índice foi 10,2 pontos superior ao apurado em julho de 2018 (37,3 pontos) e o maior para o mês em sete anos.

O indicador de expectativas para os próximos seis meses aumentou 2,1 pontos em julho (57,0 pontos), frente a junho (54,9 pontos). As perspectivas dos construtores foram positivas pelo décimo mês consecutivo, embora os índices venham oscilando mensalmente entre altas e baixas. O indicador foi 16,3 pontos acima do observado no mesmo mês de 2018 (40,7 pontos) e o primeiro resultado de julho a superar os 50 pontos em sete anos.

Fonte: Sistema FIEMG 



Cemig é a única empresa do setor elétrico não europeia no Índice Dow Jones de Sustentabilidade

Cemig permanece na seleta lista de empresas do Dow Jones Sustainability Index World (DJSI World), por 20 anos consecutivos, como a única empresa do setor elétrico não europeia, desde a criação desse importante índice.


Governo do Egito quer expandir comércio com o Brasil

País africano quer ampliar parceria no melhoramento genético de gado bovino.

Governo do Egito quer expandir comércio com o Brasil

Amazon Prime: a nova investida da Amazon no Brasil

A Amazon lançou, na última terça-feira (10), um novo serviço no Brasil: o Amazon Prime. A notícia fez as ações das maiores varejistas do país – Magazine Luiza, B2W e Via Varejo – despencarem.


Startup Pegaki conecta e-commerces a pontos de venda e resolve problema de entrega

Ao invés de esperar encomendas pelo correio, consumidores podem retirá-las pessoalmente em unidades de empresas que atraem clientes para seu ponto de venda.


Competição vai conectar 150 startups a 5 mil empresas brasileiras que buscam “comprar” inovação

Até o dia 12 de outubro, o Amcham Arena promoverá o encontro das startups com lideranças empresariais.

Competição vai conectar 150 startups a 5 mil empresas brasileiras que buscam “comprar” inovação

Abertura de empresas brasileiras de tecnologia no Reino Unido dura apenas 15 minutos

Evento na Assespro - PR em Curitiba explicou tudo o que é preciso saber para abrir uma empresa brasileira de TI no país europeu.


Percentual de endividados aumenta em agosto e é o maior em seis anos

Oitava alta mensal consecutiva no endividamento alcançou 64,8% das famílias.

Percentual de endividados aumenta em agosto e é o maior em seis anos

Data-Driven Marketing

Por que é o momento de adotar a estratégia.


Amazon Prime é importante. Alibaba é ainda mais!

A verdadeira ameaça para o varejo nacional não está na Amazon.


Sete passos para ser mais produtivo no trabalho

Especialista da consultoria Wyser mostra como priorizar corretamente as tarefas para aumentar o rendimento.


Liberação do FGTS e PIS/Pasep vai impulsionar o consumo até o fim do ano

De acordo com CNC, comércio e serviços deverão ser positivamente impactados.

Liberação do FGTS e PIS/Pasep vai impulsionar o consumo até o fim do ano

Comércio varejista cresce 1% em julho

É o 3º resultado positivo do indicador, que acumula alta de 1,6%.

Comércio varejista cresce 1% em julho