Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Escola ganha prêmio de melhor gestão do Estado

Escola ganha prêmio de melhor gestão do Estado

03/12/2007 Divulgação

Professores que cuidam não apenas da educação, mas da humanização dos estudantes, com aulas em casa, horta comunitária, fanfarra e uma diretoria que interage com toda a comunidade.

Por conta disso, a Escola Estadual Doutor Isaías José Ferreira, de Sertãozinho, ficou entre as seis melhores escolas do Brasil, a melhor do Estado, no Prêmio Nacional de Referência em Gestão Escolar, uma iniciativa do Conselho Nacional de Secretários de Educação, da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, Unesco e da Fundação Roberto Marinho.

A Fundação Roberto Marinho concede prêmio de R$ 2 mil e uma coletânea de vídeos educativos à escola. Os diretores das 24 escolas selecionadas neste ano receberam diploma de Liderança em Gestão Escolar e uma viagem de intercâmbio para os Estados Unidos (Washington e interior dos EUA), por 15 dias, a partir de 30 de novembro) oferecida pelo Consed e pela Embaixada Americana.

O Prêmio Nacional de Referência em Gestão Escolar tem quatro etapas: a primeira consta da auto-avaliação da escola realizada de forma participativa por um colegiado. A segunda, em âmbito estadual, é a escolha da escola Referência em Gestão Escolar. A terceira é a seleção nacional de seis finalistas. A quarta e última etapa é a escolha da escola Destaque Brasil.

Segundo o diretor da escola, Sidnei Roberto Fernandes, o principal motivo que levou a Isaías José Ferreira ao prêmio é a iniciativa de projetos desenvolvidos com os alunos, entre eles o Lado a Lado (o professor acompanha o estudante fora do horário escolar em diversas atividades educativas e sociais), a horta comunitária, a sala de informática e a fanfarra. "Trabalhamos não apenas o estudante, mas a pessoa que estamos formando" diz o diretor, responsável por 900 alunos.

Para a secretária de Estado da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro, exemplos como o da escola de Sertãozinho merecem apoio. "Iniciativas como esta precisam ser valorizadas e podem servir como referência para outras escolas", afirma.

Fonte: Maxpress 



Novo fôlego para o empresariado

As micro e pequenas empresas brasileiras chegaram perto de entrar em colapso com o início da pandemia, em março do ano passado.


Trabalho presencial: quando e como será possível?

A volta, ou não, do trabalho presencial é um dos principais temas nas instâncias diretivas das grandes empresas brasileiras.

Trabalho presencial: quando e como será possível?

Modelo híbrido é alternativa ao home office? Pela legislação não é bem assim

É preciso cuidado, pois o que se tem dentro da legislação é que esse pode ficar em até 25% da carga horária em home office.

Modelo híbrido é alternativa ao home office? Pela legislação não é bem assim

Tecnologia, home office e a transformação do mercado imobiliário

A tecnologia é uma grande aliada e uma ferramenta cada vez mais fundamental para o mercado imobiliário.

Tecnologia, home office e a transformação do mercado imobiliário

Impostômetro chega à marca de R$ 2 trilhões

Em 2020, a marca foi atingida em 22 de dezembro, informa associação de SP.

Impostômetro chega à marca de R$ 2 trilhões

Setor de food service deve movimentar R$ 167 bilhões em 2021

Enfraquecido pela pandemia, segmento de food service deve estar preparado para o boom das operações, que se dará em 2022.

Setor de food service deve movimentar R$ 167 bilhões em 2021

CNC estima faturamento recorde do varejo para o Dia das Crianças

A data é a terceira mais importante depois do Natal e do Dia das Mães.

CNC estima faturamento recorde do varejo para o Dia das Crianças

Serasa mostra que empresas pagam 51% das dívidas em até 60 dias

Dívidas recentes são recuperadas em maior número que antigas.

Serasa mostra que empresas pagam 51% das dívidas em até 60 dias

4 dicas de decoração e arquitetura para escritórios

Há tempos que o local de trabalho deixou de ser um ambiente sem graça.

4 dicas de decoração e arquitetura para escritórios

Maioria de postos de trabalho foi criada por micro e pequena empresas

No acumulado do ano, as micro e pequenas empresas foram responsáveis por aproximadamente 70% dos postos de trabalho gerados no país.

Maioria de postos de trabalho foi criada por micro e pequena empresas

Pequenos negócios ainda registram queda no faturamento e se recuperam gradativamente

Pesquisa do Sebrae e da FGV mostra que indicadores do segmento apresentaram uma leve melhora em setembro, mas os impactos da crise ainda são sentidos pela maioria.

Pequenos negócios ainda registram queda no faturamento e se recuperam gradativamente

Um terço dos pequenos negócios mineiros investiu em RH para enfrentar a pandemia

Estudo do Sebrae Minas mostra, ainda, que 40% destas empresas precisaram reduzir as capacitações das equipes nos últimos 18 meses.

Um terço dos pequenos negócios mineiros investiu em RH para enfrentar a pandemia