Portal O Debate
Grupo WhatsApp

“Falta de Talentos” aponta insatisfação dos empregadores

“Falta de Talentos” aponta insatisfação dos empregadores

23/05/2006 Divulgação

A multinacional de RH Manpower Inc. realizou, no primeiro trimestre deste ano, uma pesquisa com 33 mil empregadores em 23 países. A conclusão foi a seguinte: 40% dos empregadores encontram dificuldades para contratar profissionais com a qualificação e as competências que consideram adequadas.

A pesquisa "Falta de talentos" ainda não foi concretizada no Brasil, mas os responsáveis afirmam que a situação por aqui não está nada diferente do resto do mundo. Nos últimos 40 anos, um milhão de pessoas com formação universitária migrou de países da América do Sul, Central e Caribe para outros de primeiro mundo. Ou seja, exportamos muitos talentos e ficamos com escassez de mão de obra qualificada.

Já nos países mais desenvolvidos, o problema é outro. O envelhecimento da população é que determina a escassez de profissionais de qualidade. Os trabalhadores estão se aposentando e as taxas de nascimento são iguais ou inferiores as de mortalidade. E a migração não é suficiente para suprir essa decadência.

Temos como exemplo de país desenvolvido a Itália. Se ela quiser manter sua população economicamente ativa atual no ano de 2050, terá que atrair 350 mil imigrantes por ano. A pesquisa também apontou as dez principais categorias em que os empregadores encontram mais dificuldades de arrumar candidatos.

Representantes de vendas, engenheiros, executivos, técnicos e operadores estão entre elas. Para se manter qualificado, os empregados devem estar sempre renovando seu conhecimento para preencher os requisitos pedidos pelo mercado.



Pequenas empresas são responsáveis por 70% dos novos empregos

Pesquisa, referente a novembro de 2021, é do Sebrae.

Pequenas empresas são responsáveis por 70% dos novos empregos

WhatsApp continua sendo o canal de venda mais usado pequenos negócios mineiros na pandemia

Pesquisa do Sebrae mostra que 88% dos estabelecimentos, que vendem on-line, fazem uso do aplicativo de mensagem.

WhatsApp continua sendo o canal de venda mais usado pequenos negócios mineiros na pandemia

Confiança dos pequenos negócios mineiros cresce em dezembro

Construção Civil puxa resultado do Iscon, índice que mede o ânimo dos empresários em relação ao desempenho das suas atividades.

Confiança dos pequenos negócios mineiros cresce em dezembro

Perspectivas positivas para a indústria em 2022

É preciso deixar de lado todo discurso derrotista e voltado apenas para desafios e privilegiar a obtenção de resultados.

Perspectivas positivas para a indústria em 2022

Nível de endividamento das famílias brasileiras em 2021 foi o maior em 11 anos

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) foi divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo.

Nível de endividamento das famílias brasileiras em 2021 foi o maior em 11 anos

Sebrae mostra impacto da pandemia sobre empreendedores negros

Pesquisa revela dificuldades na retomada dos negócios.

Sebrae mostra impacto da pandemia sobre empreendedores negros

Uso de cheques no Brasil cai 93% desde 1995

No ano passado, volume de compensações caiu 23%.

Uso de cheques no Brasil cai 93% desde 1995

6 tendências de comunicação e marketing para 2022

Para 64% dos jovens entre 16 e 24 anos, a publicidade tradicional não impacta mais.

6 tendências de comunicação e marketing para 2022

Contribuição mensal de microempreendedores individuais será reajustada

Com o aumento do salário-mínimo, Documento de Arrecadação Simplificada de MEI (DAS) passa a ter novos valores.

Contribuição mensal de microempreendedores individuais será reajustada

Inflação oficial fecha 2021 com alta de 10,06%, diz IBGE

Poupança tem terceira maior retirada líquida da história em 2021

Retirada líquida no ano passado foi de R$ 35,5 bilhões.

Poupança tem terceira maior retirada líquida da história em 2021

Cerca de 40% dos pequenos negócios realizaram investimentos em 2021

De acordo com Sondagem Trimestral, realizada pelo Sebrae em parceria com a FGV, a Indústria é a que mais investiu.

Cerca de 40% dos pequenos negócios realizaram investimentos em 2021