Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Fruticultura: somente as frutas mais bonitas tem lugar a mesa

Fruticultura: somente as frutas mais bonitas tem lugar a mesa

16/06/2020 Robinson Cannaval Junior

Atenção à sazonalidade de preço, logística e qualidade do produto é essencial ao sucesso da fruticultura.

Iniciar um negócio relacionado à fruticultura envolve muito mais do que vontade e capital. Fatores relacionados com gestão, manejo da cultura, mercado e comercialização impõe grandes desafios e riscos para a produção.

Existem pelo menos três fatores que devem ser levados em conta para o sucesso da fruticultura: a sazonalidade do preço, logística (desde a chegada de insumos para a plantação até a distribuição final) e a qualidade do produto, afinal, “fruta se come com os olhos”.

Apenas as mais bonitas e apetitosas têm lugar na mesa. Para lidar com esses fatores, alguns passos são essenciais.

O primeiro passo é analisar características geográficas da região de interesse ou atuação. Esta análise considera os requisitos para produção da fruta desejada; a identificação dos tipos de solo predominantes no local; a classificação das formas de relevo; a pluviosidade média; as temperaturas mínimas, médias e máximas do local.

O segundo passo é a definição do manejo. Para isso, especialistas levam em consideração o preparo do solo; fertilização e adubação; tratos culturais; método de colheita; definição do período ideal para início de produção; definição de manuseio na pós-colheita; lavagem e seleção; aplicação de cera e/ou fungicida; classificação; embalagem e etiquetagem.

Também devem ser considerados os fatores de risco à produção em relação a pragas e doenças; os fatores de qualidade do fruto, como as características que agregam valor e a análise técnica da possibilidade de produção multi-safra no mesmo ano.

Antes de investir é preciso, por exemplo, escolher a técnica de irrigação, a aplicação de insumos, como será feita a colheita a armazenagem etc.

Enfim, uma série de fatores que incidem diretamente no investimento, na qualidade do produto e no seu valor final, deve ser analisada para que os riscos sejam os menores possíveis.

O terceiro e último passo é a análise de viabilidade econômica. É preciso validar as premissas técnicas anteriores, levantar custos e preços e conhecer, no caso da busca por uma propriedade, os locais disponíveis.

A análise de mercado, tanto do produto quanto de terra, se necessário, e o levantamento da logística regional também são realizadas nesta fase.

Também se considera a necessidade de investimento em equipamentos ou se terceirizar é uma opção mais atrativa. Por último, é necessário decidir a estrutura organizacional de gestão.

Existem diferentes formas de financiamento do projeto, como capital próprio e linhas de financiamento específicas, que podem alterar significativamente a viabilidade do projeto.

Após o levantamento dos valores citados acima, é fundamental uma análise de riscos e cenários. Nesta etapa, são simuladas diferentes combinações de variação de preços, custos, despesas.

Um cuidado extra é necessário nessa análise de risco: entender  quais variáveis são essenciais e relevantes para o negócio ou, o risco, é o projeto sofrer de “paralisia por análise”.

Todo o modelo e análise de risco se torna uma ferramenta de gestão ao investidor no final. Premissas adotadas devem ser monitoradas e, aquilo que é gerenciável, acompanhado de perto com indicadores de aderência e performance.

Com o aumento da competição no agronegócio, é cada vez mais crítico antecipar riscos e adotar modelos de gestão de alta performance. Afinal o lucro no negócio deve ser uma premissa, e não somente um objetivo.

* Robinson Cannaval Junior é sócio fundador e diretor do Grupo Innovatech, Diretor executivo da Innovatech Consultoria.

Fonte: Fonte Comunicação



Gestão de custos e planejamento a longo prazo

Gestão de custos é o processo de planejar e controlar efetivamente os custos envolvidos em um negócio.

Gestão de custos e planejamento a longo prazo

Salário mínimo pode ser de R$ 1.294 em 2023

Se o valor for confirmado, vai ser o quarto ano seguido sem reajuste real.

Salário mínimo pode ser de R$ 1.294 em 2023

CNC prevê alta de 5,3% nas vendas para o Dia dos Pais

Estimativa é criar 18,5 mil vagas temporárias.

CNC prevê alta de 5,3% nas vendas para o Dia dos Pais

Confiança dos pequenos negócios cai em julho

Comércio foi o setor mais confiante e serviços foi o que apresentou menor confiança.

Confiança dos pequenos negócios cai em julho

Arquivei marca presença em grande evento de contabilidade em BH

Coordenadoras da empresa participam de palestra sobre visões estratégicas que podem gerar economia no setor contábil.


Pequenos negócios geram 72% das vagas de emprego no primeiro semestre

Micro e pequenas empresas criam 961 mil postos no período no país.


Quatro principais desafios de vendas para superar até 2023

À medida que o mundo volta a alguma normalidade, começamos a perceber também que a forma de vender mudou fundamentalmente em comparação com os tempos pré-pandemia.

Quatro principais desafios de vendas para superar até 2023

MEI poderá emitir nota fiscal de serviço no Portal do Simples Nacional

Mais de 13 milhões de empreendedores devem ser beneficiados.

MEI poderá emitir nota fiscal de serviço no Portal do Simples Nacional

Mais de 70% dos empresários mineiros estão otimistas com o 2º semestre de 2022

Primeiro semestre do ano teve aumento de 51,9% nas vendas em relação a 2021.

Mais de 70% dos empresários mineiros estão otimistas com o 2º semestre de 2022

Como o “jeito fintech” de fazer negócios tem possibilitado o surgimento de novas empresas

Quem já se aventurou no empreendedorismo ou está fazendo isso agora sabe o quanto é difícil se destacar em um ambiente extremamente competitivo.

Como o “jeito fintech” de fazer negócios tem possibilitado o surgimento de novas empresas

Volatilidade da economia gera incertezas e oportunidades no mercado imobiliário

De janeiro a maio, o CUB/m2 já acumula variação de 10,05%, enquanto o custo com material cresceu 9,02% e o custo com a mão de obra, 11,17%.

Volatilidade da economia gera incertezas e oportunidades no mercado imobiliário

Líder ou Gestor, entenda a diferença

Existe uma grande diferença entre um gestor e um líder.

Líder ou Gestor, entenda a diferença