Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Governo do Egito quer expandir comércio com o Brasil

Governo do Egito quer expandir comércio com o Brasil

16/09/2019 Divulgação

País africano quer ampliar parceria no melhoramento genético de gado bovino.

Governo do Egito quer expandir comércio com o Brasil

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) participou na manhã deste sábado (14/09) de um café da manhã com autoridades do Egito para tratar de parcerias comerciais entre os dois países. No encontro, ficou acertado que Brasil e Egito farão uma cooperação técnica para melhoramento genético de gado bovino.

“Ótimas notícias, abertura de mercado, reconhecimento dos produtos brasileiros. Muito boa a reunião, agora vamos aguardar as próximas que espero que sejam tão exitosas quanto esta”, disse a ministra, ao fim da reunião com o general Fayez Abaza, diretor de produção animal da Organização Nacional de projetos de Serviços, órgão responsável pelas compras das Forças Armadas e pela segurança alimentar no Egito.

A intenção do Egito é criar uma fazenda modelo no país. Uma missão egípcia deverá vir ao Brasil para conhecer experiências da Embrapa e do setor privado. Eles também foram convidados a visitar a ExpoZebu, em Uberaba (MG). Além disso, o general disse que quer expandir o comércio com o Brasil comprando mais milho, farelo de soja, alfafa, e gado em pé, além de caprinos. “Esperamos uma relação mais profunda e verdadeira com o Brasil no que se trata dos produtos agropecuários. Espero que a relação seja expandida para outras áreas”, destacou o egípcio.

O Brasil também pediu apoio para redução de tarifas consulares cobradas pelas repartições egípcias, que encarecem as exportações brasileiras em cerca de US$ 6 milhões anuais, taxas que acabam sendo repassadas para o consumidor egípcio, segundo o embaixador do Brasil no Cairo, Ruy Amaral.

O Egito é o primeiro dos quatro países que serão visitados pela ministra Tereza Cristina na missão ao Oriente Médio. Até o dia 23 de setembro, a comitiva ainda passará pela Arábia Saudita, Kuwait e Emirados Árabes Unidos.



Como cuidar do fluxo de caixa pós-pandemia

Lembrando que o poder de compra dos clientes e dos potenciais clientes também deve mudar.


Sucesso nos negócios: estratégia ou acaso?

Embora sejam simples, as estratégias não são simplistas, e a maioria avassaladora das empresas brasileiras não possui esse tipo de direcionamento.

Sucesso nos negócios: estratégia ou acaso?


Acredite, 2020 será o melhor ano da vida de muitas pessoas

Independente do cenário, muitas pessoas estão fazendo dinheiro como nunca. E a causa primária disso é a Internet.


O momento pede revisão na estratégia para manutenções

Como essa nova realidade mundial enfrentada pelo coronavírus impõe mudanças na estratégia de gestão dos ativos.


Economia brasileira recua 1,5% no primeiro trimestre

Resultado foi afetado pelo novo coronavírus e isolamento social.

Economia brasileira recua 1,5% no primeiro trimestre

O engajamento dos colaboradores em um mundo colocado à força em home office

É fato que muitas empresas, no Brasil e no mundo, já tinham essa como uma prática regular.

O engajamento dos colaboradores em um mundo colocado à força em home office

Pesquisa mostra consumo mais consciente e compromisso com a sustentabilidade

61% dos consumidores esperam que as marcas que compram tenham práticas claras de sustentabilidade.


Coronavírus provoca a maior queda da história na intenção de consumo das famílias

ICF cai 13,1% em segunda retração mensal consecutiva e atinge menor nível desde novembro de 2017.

Coronavírus provoca a maior queda da história na intenção de consumo das famílias

A hipótese das três crises

Ao colocar as pessoas em isolamento social, a pandemia do coronavírus gerou uma crise múltipla.


Shopping Centers – O desafio da reinvenção

Há a necessidade de ir mais além, mergulhar no íntimo do conhecimento do nosso cliente, usar definitivamente o que se aprendeu nos bancos da universidade - a antropologia do consumo, o atendimento personalizado, ir além.


Produtores do Cerrado fazem primeira venda coletiva de queijo minas artesanal

Produtores da Aprocer comercializam 450 quilos de queijo a um valor superior ao que vinha sendo negociado regionalmente.

Produtores do Cerrado fazem primeira venda coletiva de queijo minas artesanal