Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Indústrias investem em novidades na Páscoa 2006

Indústrias investem em novidades na Páscoa 2006

10/03/2006 Da Redação

A Páscoa é um momento excepcional para a indústria de chocolates. Data festiva, comemorada em todo o País, tanto pelo aspecto tradicional e religioso como por ser uma confraternização é na Páscoa que as indústrias têm seu grande momento de inovação, criatividade e renovação.

Em 2006 o número de novidades para o consumidor é cerca de 30% maior que no ano passado, com cerca de 130 lançamentos e inovações, sendo mais de 30 dirigidos ao público infantil, inclusive com novos licenciamentos de personagens queridos pelas crianças.

Num país como o Brasil, quinto maior produtor de chocolates e um dos maiores mercados de Páscoa do mundo, os Ovos de chocolate ainda são o grande presente por excelência. Este ano a produção é de 20,4 mil toneladas para 2006, 5% acima de 2005. Junta-se a este total mais cerca de 3,5 mil toneladas de cobertura, utilizadas pelo mercado informal e artesanal.

Os produtos de consumo continuado, como bombons, tabletes e candy bars dividem espaço com parreiras de ovos e ilhas decoradas com motivos pascoalinos por cerca de um mês. Muitos dos ovos são versões destes mesmos produtos; outros remetem a personagens de filmes e desenhos animados, e outros atraem pelo elemento surpresa, seja na embalagem, casca, ou no recheio.

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados – ABICAB - a Páscoa este ano registrou uma produção industrial 5% maior que a de 2005, passando de 19,4 para 20,4 mil toneladas, que correspondem a cerca de 100 milhões de ovos. Esse volume representa 8,6% da produção nacional de produtos de chocolate de consumo continuado (tabletes, candy bars e bombons).

O realinhamento dos preços, esse ano foi, em média, de 7% em relação aos do ano passado, permanecendo dentro dos níveis dos índices da inflação registrada no período. Na Páscoa de 2005 as vendas, no nível da indústria, giraram em torno de R$ 550 milhões e devem crescer em torno de 12%, atingindo um total de R$ 616 milhões. Em 2005 foi mantida a tendência de produção de ovos médios, de 201 a 500 gramas, que representaram 56% do total produzido.

Como a Páscoa representa um mês normal de produção de chocolates moldados (tabletes e bombons), as empresas geram milhares de empregos temporários, seja diretos ou indiretos. Em 2005 este número está estimado em 25 mil, assim divididos: entre setembro, quando se inicia a produção e até março, são contratados 12,5 mil funcionários para a produção; e entre janeiro e abril, mais 12 mil, para a comercialização, o que inclui atendimento a 600 mil pontos-de-venda em todo o país, estocagem, exposição e vendas. Isso fora os empregos indiretos que são gerados nas áreas de armazenamento, no transporte e outros elos desta cadeia de distribuição.

A região formada pelo Estado de São Paulo (Capital e Interior), representa 49,8% do consumo de Páscoa. Em seguida vêm o Sul, com 18,1%; Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, com 17,4%; Norte e Nordeste, com 8,6% e Centro Oeste e Distrito Federal, com 6,1%.

O Brasil é o quinto maior produtor de chocolates do mundo, com uma produção de 223 mil toneladas de produtos de consumo continuado em 2005, ficando abaixo somente dos Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido e França. O consumo médio de chocolate, per capita no Brasil, é de 2,12 quilos por habitante, com variações regionais. São Paulo, por exemplo, tem um consumo de 3,8 quilos, o mesmo que o de um italiano médio. Em 2005 o mercado de produtos de chocolate de consumo continuado teve uma produção de 223 mil toneladas.



Os cuidados e direitos do consumidor na Black Friday

O evento tem atraído um número cada vez maior de consumidores.

Os cuidados e direitos do consumidor na Black Friday

Poupança tem menor retirada líquida para outubro em cinco anos

Saques superaram depósitos em R$ 247,2 mi no mês.

Poupança tem menor retirada líquida para outubro em cinco anos

13º salário: como se preparar para o benefício

Especialista dá dicas para o bom uso desse dinheiro.

13º salário: como se preparar para o benefício

Fracasso: 15 hábitos poderosos para evitá-lo e atingir metas

Fracasso é algo que todos evitam e que ninguém deseja estar suscetível.

Fracasso: 15 hábitos poderosos para evitá-lo e atingir metas

Preservar a empresa e punir os corruptos

Já passou da hora de a legislação fazer distinção clara entre as pessoas físicas dos proprietários e dirigentes, de um lado, e a pessoa jurídica da empresa, de outro.


Index: Faturamento real avança pelo segundo mês consecutivo

Cenário mais favorável ao consumo deve contribuir para aquecimento da atividade industrial.

Index: Faturamento real avança pelo segundo mês consecutivo

Comércio terá impacto positivo com queda dos juros de imóveis

Redução dos juros para o financiamento de imóveis terá impacto de R$ 5,2 bilhões no comércio, diz CNC.

Comércio terá impacto positivo com queda dos juros de imóveis

3 dicas para quem trabalha com transporte de cargas pesadas

O mercado do transporte de cargas pesadas evoluiu muito no Brasil nos últimos anos.

3 dicas para quem trabalha com transporte de cargas pesadas

Tudo o que você precisa saber para entrar no mercado de reparo automotivo

Para muitos, ter seu próprio negócio é um sonho de vida e um caminho para a riqueza pessoal.

Tudo o que você precisa saber para entrar no mercado de reparo automotivo

Inove no Panetone e aqueça as vendas de Natal

Com a proximidade dos festejos de final de ano e a receita adicional no orçamento, existe uma forte tendência de diversificação no consumo de alimentos.


A Humanização da Indústria 4.0: é preciso engajar para inovar

Quando se fala em indústria 4.0 e o futuro da tecnologia aplicada em processos produtivos, é fundamental deixar claro que estamos falando, na verdade, do presente.


Padarias já se planejam para vendas no fim do ano

Campanha “Compre e Concorra” quer atender melhor e aumentar as vendas durante o período.

Padarias já se planejam para vendas no fim do ano