Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Jovens brasileiros empreendem por propósito

Jovens brasileiros empreendem por propósito

27/03/2019 Da Redação

Para a maioria dos jovens, empreender está muito mais associado a um propósito de vida do que a ganho financeiro

Jovens brasileiros empreendem por propósito

Na semana em que se comemora o Dia Mundial da Juventude (30 de março), o Sebrae constata que é cada vez mais comum, entre os jovens brasileiros, a ideia de empreender.

De acordo com dados da pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM 2018), de 2017 para 2018 aumentou de 18,9% para 22,2% a participação dos jovens de 18 a 24 anos entre os empreendedores iniciais, com negócios (formais ou informais) de até três anos e meio de atividade. Outro levantamento do Sebrae revela que um em cada três empresários brasileiros (32%) já tinha planos de comandar o próprio negócio antes de completar 18 anos.

Uma curiosidade é que o lucro não é a grande motivação dos jovens na abertura de negócios. Para eles, empreender está muito mais associado à realização de propósitos ou ações pessoais do que ao retorno financeiro e/ou melhoria das condições de vida. Segundo o estudo “Juventude Conectada – Edição Especial Empreendedorismo”, da Fundação Telefônica Vivo, em parceria com o Ibope e a Rede Conhecimento Social, 61% dos jovens afirmaram que empreender é ter um propósito de vida. Na sequência, surgem “conseguir colocar em prática os seus sonhos” (55%), “liderar ideias criativas” (54%) e “uma forma de ser protagonista da sua própria vida” (51%).

Marcelo Carneiro e Arthur Braga, alunos da Escola do Sebrae, são os fundadores do “Sweet Trust”, estande de vendas de doces que fica no pátio da Escola. Parece ser um negócio comum, mas o grande diferencial é que não existe vendedor. O próprio cliente escolhe o produto, deixa o dinheiro na caixinha e recolhe o troco, se for necessário. “Acreditamos que é uma forma de gerar uma reflexão e agregar muito valor ao meio que a gente vive”, destaca Marcelo, de 17 anos. “Muito além de ser uma fonte de renda, o grande propósito é estimular a honestidade e mostrar que é possível acreditar nas pessoas”, acrescenta Arthur Braga, de 18 anos.

Fonte: Sebrae Minas



Amcham-BH apresenta novo conselho

Mais de 100 executivos e autoridades participaram da posse do novo conselho.


Afastamentos médicos podem atrapalhar a carreira?

A saúde mental dos profissionais está cada dia mais frágil e comprometida

Afastamentos médicos podem atrapalhar a carreira?

Por que a Amazon fracassou na China?

Presente no país desde 2004, gigante das vendas online não conseguiu fazer frente à feroz concorrência local.

Por que a Amazon fracassou na China?

Nove dicas para reduzir custos em seu negócio

Conheça as orientações do Sebrae Minas para diminuir gastos mantendo a qualidade dos produtos e serviços

Nove dicas para reduzir custos em seu negócio

Vendas na Páscoa têm ligeira alta em 2019

Alta de 1,29% é insuficiente para o varejo retornar ao patamar anterior da crise econômica

Vendas na Páscoa têm ligeira alta em 2019

Franquias de chocolate de baixo investimento são os mais buscados

Maioria dos interessados em franquias de chocolate buscam investir com capital de até R$ 50 mil

Franquias de chocolate de baixo investimento são os mais buscados

PIB fica estável no trimestre encerrado em fevereiro

No acumulado de 12 meses, PIB registra alta é de 1,1%

PIB fica estável no trimestre encerrado em fevereiro

Opinião: As mentiras do ex-chefão da Volks

Denúncia contra Martin Winterkorn é mais um passo no processo legal das fraudes nas emissões de motores a diesel da montadora.

Opinião: As mentiras do ex-chefão da Volks

Empresas podem ainda ser obrigadas a descontar na folha a contribuição sindical?

A Reforma Trabalhista, promovida no Brasil em novembro de 2017, acabou com a contribuição sindical obrigatória para os trabalhadores.


Mais de 8,5 mil empresas foram abertas por dia em 2019

Dados do Empresômetro apontam mais de 722 mil empresas formalizadas no primeiro trimestre do ano

Mais de 8,5 mil empresas foram abertas por dia em 2019

Mundo VUCA e a explosão da economia GIG

Não é de hoje que percebemos a necessidade de nos adaptarmos às mudanças.


Funcionário feliz é mais produtivo

Sabe de uma coisa? Equilibrar a vida pessoal e profissional não é fácil, quem dirá o emocional.

Funcionário feliz é mais produtivo