Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Meta de inflação baixa pela primeira vez em 14 anos

Meta de inflação baixa pela primeira vez em 14 anos

29/06/2017 Divulgação

CMN também definiu a meta de inflação para 2019 e para 2020.

Meta de inflação baixa pela primeira vez em 14 anos

O Conselho Monetário Nacional (CMN) definiu a meta de inflação para 2019 em 4,25% e para 2020 em 4%. O anúncio foi feito pelos ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo de Oliveira, e o presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, que forma o conselho.

O intervalo de tolerância é 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. A meta deve ser perseguida pelo Banco Central e o principal instrumento usado para atingir o objetivo é a taxa básica de juros, a Selic. Quando o Copom aumenta a Selic, a meta é conter a demanda aquecida, e isso gera reflexos nos preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando o Copom diminui os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo.

Esta é a primeira redução no objetivo a ser perseguido pelo BC desde 2003, quando o CMN definiu a meta de inflação para 2005 em 4,5%. Desde então, o centro da meta de inflação é 4,5%. Naquele ano, o intervalo de tolerância foi definido com 2,5 pontos. Em 2006, esse intervalo caiu para 2 pontos e permaneceu assim nos anos seguintes até ser reduzido para 1,5 ponto para 2017 e 2018.

Nesta quinta-feira (29), o governo publicou no Diário Oficial da União o Decreto nº 9.083, permitindo que a meta seja definida com três anos de antecedência e não mais dois anos. Esta nova regra passará a valer para a meta de 2021.

O decreto também permitiu que o CMN definisse a meta para 2020. Segundo nota do BC, a mudança amplia a capacidade da “política monetária balizar as expectativas de inflação para prazos mais longos, o que reduz incertezas e melhora a capacidade de planejamento das famílias, empresas e governo.”

Fonte: Agência Brasil



Veja as principais decisões na hora de adaptar seu negócio para o mundo online

O mundo empresarial é repleto de decisões importantíssimas que podem definir o sucesso ou o fracasso de uma companhia.

Veja as principais decisões na hora de adaptar seu negócio para o mundo online

Maioria dos pequenos negócios mineiros atende de forma híbrida

Modelo é adotado para atender a demanda dos consumidores por atendimento presencial e humanizado, conjugado à comodidade das compras on-line.

Maioria dos pequenos negócios mineiros atende de forma híbrida

Cai tempo médio para abertura de empresas no país

Prazo era de 5 dias e 9 horas em 2019 e hoje está em 47 horas.

Cai tempo médio para abertura de empresas no país

7 erros comuns de empreendedores iniciantes para evitar na hora de abrir um negócio

CEO revela as principais falhas que podem justificar o número de empresas fechadas com menos de um ano de atividade no Brasil.

7 erros comuns de empreendedores iniciantes para evitar na hora de abrir um negócio

Belo Horizonte inaugura complexo de quadras de areia para esportes de praia

Calçadão BH traz entretenimento e ambiente praiano para o público mineiro.

Belo Horizonte inaugura complexo de quadras de areia para esportes de praia

Nível de confiança dos pequenos negócios mineiros cai em setembro

Microempreendedores apresentaram o menor índice de confiança no mês e Indústria tem a pior variação em relação a agosto.

Nível de confiança dos pequenos negócios mineiros cai em setembro

Qual o real papel das empresas?

Convido você a fazer uma reflexão sobre o tema proposto neste artigo: será a geração de lucro o real papel das empresas?

Qual o real papel das empresas?

Novo fôlego para o empresariado

As micro e pequenas empresas brasileiras chegaram perto de entrar em colapso com o início da pandemia, em março do ano passado.


Trabalho presencial: quando e como será possível?

A volta, ou não, do trabalho presencial é um dos principais temas nas instâncias diretivas das grandes empresas brasileiras.

Trabalho presencial: quando e como será possível?

Modelo híbrido é alternativa ao home office? Pela legislação não é bem assim

É preciso cuidado, pois o que se tem dentro da legislação é que esse pode ficar em até 25% da carga horária em home office.

Modelo híbrido é alternativa ao home office? Pela legislação não é bem assim

Tecnologia, home office e a transformação do mercado imobiliário

A tecnologia é uma grande aliada e uma ferramenta cada vez mais fundamental para o mercado imobiliário.

Tecnologia, home office e a transformação do mercado imobiliário

Impostômetro chega à marca de R$ 2 trilhões

Em 2020, a marca foi atingida em 22 de dezembro, informa associação de SP.

Impostômetro chega à marca de R$ 2 trilhões