Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Minas lidera ranking de formalização de empresas

Minas lidera ranking de formalização de empresas

21/01/2019 Divulgação

Promoção de vendas, serviços domésticos, obras de alvenaria foram as atividades com maiores saldos de formalizados no período.

Minas lidera ranking de formalização de empresas

Minas Gerais foi o estado com maior saldo de formalização de Microempreendedores Individuais (MEI) em 2018. De acordo com um levantamento feito pelo Sebrae com base nos dados do Portal do Empreendedor, o estado fechou o ano com o saldo de mais de 37 mil MEI, 6 mil a mais que São Paulo, que ficou com o segundo lugar no saldo de formalizações.

Vale lembrar que no final de janeiro de 2018 houve o cancelamento de mais de mais de 117 mil CNPJ de MEI no estado, que estavam em débito com o pagamento de tributos nos últimos três anos e que não entregaram as Declarações Anuais do Simples Nacional (DASN-SIMEI). Sendo assim. “Considerando as exclusões de CNPJ de MEI que tivemos no início do ano, Minas Gerais registrou ainda 154 mil novas formalizações em 2018, mais de 18% do total de 2017”, justifica o analista do Sebrae Minas Breno Fernandes.

O setor de serviços representou 72% do saldo de formalizações em 2018 no estado com 27.233 MEI. As atividades com os maiores números de registros durante o ano foram: promoção de vendas (4.628 MEI), serviços domésticos (4.459 MEI), obras de alvenaria (4.388 MEI), cabeleireiros, manicure e pedicure (4.322 MEI) e preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo (2.574 MEI).

As regiões Centro-Oeste e Sudoeste (8.530 MEI) e a Triângulo e Alto Paranaíba (7.003 MEI) lideraram o ranking de formalizações com mais de 15 mil MEI. As cidades que tiveram os maiores saldos de formalizados foram: Uberaba (3.604 MEI), Belo Horizonte (1.774 MEI), Juiz de Fora (1.407 MEI), Nova Serrana (1.363 MEI) e Divinópolis (1.360 MEI).

Fonte: Sebrae-MG



Uso de cheques no Brasil cai 93% desde 1995

No ano passado, volume de compensações caiu 23%.

Uso de cheques no Brasil cai 93% desde 1995

6 tendências de comunicação e marketing para 2022

Para 64% dos jovens entre 16 e 24 anos, a publicidade tradicional não impacta mais.

6 tendências de comunicação e marketing para 2022

Contribuição mensal de microempreendedores individuais será reajustada

Com o aumento do salário-mínimo, Documento de Arrecadação Simplificada de MEI (DAS) passa a ter novos valores.

Contribuição mensal de microempreendedores individuais será reajustada

Inflação oficial fecha 2021 com alta de 10,06%, diz IBGE

Poupança tem terceira maior retirada líquida da história em 2021

Retirada líquida no ano passado foi de R$ 35,5 bilhões.

Poupança tem terceira maior retirada líquida da história em 2021

Cerca de 40% dos pequenos negócios realizaram investimentos em 2021

De acordo com Sondagem Trimestral, realizada pelo Sebrae em parceria com a FGV, a Indústria é a que mais investiu.

Cerca de 40% dos pequenos negócios realizaram investimentos em 2021

Mercado financeiro prevê que economia vai crescer 0,36% em 2022

Estimativa anterior de crescimento do PIB era de 0.42%.


Capacitação no atendimento é diferencial para fidelizar clientes

Quando você chega a um restaurante, o que mais espera além de uma boa comida?

Capacitação no atendimento é diferencial para fidelizar clientes

Pesquisa mostra que mais de 90% dos brasileiros estão infelizes no trabalho

Entre as promessas para o ano novo, ser promovido no trabalho e aumentar o salário estão entre as mais almejadas.

Pesquisa mostra que mais de 90% dos brasileiros estão infelizes no trabalho

Empreendedores buscam seguro com maior flexibilidade

O novo momento da economia, após as consequências do coronavírus, levou muita gente a empreender, seja por vontade ou por necessidade.

Empreendedores buscam seguro com maior flexibilidade

Transformação digital no mercado varejista

Muito tem se falado sobre a transformação digital.

Transformação digital no mercado varejista

5 vezes em que os traders de criptos lucraram alto com “boatos” em 2021

Por que os traders de criptomoedas “compram os boatos, mas vendem as notícias”?