Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Postos de trabalho na indústria recuam 6,2% em 2015

Postos de trabalho na indústria recuam 6,2% em 2015

18/02/2016 Divulgação

O total de pessoal ocupado na indústria brasileira recuou 6,2% em 2015 na comparação com o ano anterior.

Postos de trabalho na indústria recuam 6,2% em 2015

Segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal – Emprego e Salário (Pimes), divulgada nesta quinta-feira (18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), essa foi a queda mais acentuada do indicador, desde o início da série histórica, em 2002. O emprego caiu nos 18 setores industriais pesquisados pelo IBGE.

Os principais responsáveis pelo recuo de 6,2% foram meios de transporte (-11,4%), máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações (-13,9%), produtos de metal (-10,7%), máquinas e equipamentos (-8,3%), alimentos e bebidas (-2,2%), outros produtos da indústria de transformação (-9,7%) e vestuário (-6,4%).

De janeiro a dezembro de 2015, o número de horas pagas aos trabalhadores da indústria também recuou (-6,7%), bem como a folha de pagamento real, que fechou o ano passado com queda de 7,9%.

Analisando-se apenas o mês de dezembro, o total de pessoal ocupado recuou 0,6% na comparação com novembro, registrando a 12ª taxa negativa consecutiva nesse tipo de comparação. Na comparação com o mês de dezembro de 2014, também houve queda de 7,9%: a 51ª queda nesse tipo de comparação.

A pesquisa divulgada hoje foi a última Pimes da série do IBGE. Conforme já antecipado pelo instituto há um ano, a pesquisa, que existia desde a década de 1970, foi extinta devido aos ganhos de qualidade das bases de dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho) e à implantação da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), que produzem informações mensais sobre o mercado de trabalho em todo o país.

Segundo o IBGE, as novas informações produzidas por essas duas pesquisas reduziram de forma substantiva a relevância da Pimes, cujas informações eram repassadas pelas próprias empresas.

Fonte: Agência Brasil 



WhatsApp continua sendo o canal de venda mais usado pequenos negócios mineiros na pandemia

Pesquisa do Sebrae mostra que 88% dos estabelecimentos, que vendem on-line, fazem uso do aplicativo de mensagem.

WhatsApp continua sendo o canal de venda mais usado pequenos negócios mineiros na pandemia

Confiança dos pequenos negócios mineiros cresce em dezembro

Construção Civil puxa resultado do Iscon, índice que mede o ânimo dos empresários em relação ao desempenho das suas atividades.

Confiança dos pequenos negócios mineiros cresce em dezembro

Perspectivas positivas para a indústria em 2022

É preciso deixar de lado todo discurso derrotista e voltado apenas para desafios e privilegiar a obtenção de resultados.

Perspectivas positivas para a indústria em 2022

Nível de endividamento das famílias brasileiras em 2021 foi o maior em 11 anos

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) foi divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo.

Nível de endividamento das famílias brasileiras em 2021 foi o maior em 11 anos

Sebrae mostra impacto da pandemia sobre empreendedores negros

Pesquisa revela dificuldades na retomada dos negócios.

Sebrae mostra impacto da pandemia sobre empreendedores negros

Uso de cheques no Brasil cai 93% desde 1995

No ano passado, volume de compensações caiu 23%.

Uso de cheques no Brasil cai 93% desde 1995

6 tendências de comunicação e marketing para 2022

Para 64% dos jovens entre 16 e 24 anos, a publicidade tradicional não impacta mais.

6 tendências de comunicação e marketing para 2022

Contribuição mensal de microempreendedores individuais será reajustada

Com o aumento do salário-mínimo, Documento de Arrecadação Simplificada de MEI (DAS) passa a ter novos valores.

Contribuição mensal de microempreendedores individuais será reajustada

Inflação oficial fecha 2021 com alta de 10,06%, diz IBGE

Poupança tem terceira maior retirada líquida da história em 2021

Retirada líquida no ano passado foi de R$ 35,5 bilhões.

Poupança tem terceira maior retirada líquida da história em 2021

Cerca de 40% dos pequenos negócios realizaram investimentos em 2021

De acordo com Sondagem Trimestral, realizada pelo Sebrae em parceria com a FGV, a Indústria é a que mais investiu.

Cerca de 40% dos pequenos negócios realizaram investimentos em 2021

Mercado financeiro prevê que economia vai crescer 0,36% em 2022

Estimativa anterior de crescimento do PIB era de 0.42%.