Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Projeto de lei incentiva à prática de atividades físicas

Projeto de lei incentiva à prática de atividades físicas

13/09/2006 Divulgação

Oito anos após ser regulamentada, a profissão de educação física acaba de receber um projeto de lei que pode beneficiar tanto os profissionais quanto os praticantes. Esta nova realidade impõe significativas mudanças nos diversos segmentos envolvidos com a atividade no Brasil. O projeto de lei (PL 7017/06) permitirá deduzir gastos com esse tipo de atividades da base de cálculo do Imposto de Renda.

"O setor vem ampliando e ocupando maior espaço no contexto de nossa sociedade. As academias de ginástica, musculação e de esportes, os clubes, as empresas de lazer e recreação são instituições que devem permanecer e evoluir, buscando sempre corresponder às necessidades atuais e futuras da sociedade pelos relevantes serviços que oferecem", comenta Waldyr Soares, presidente da Fitness Brasil.

Apesar do estímulo que os meios de comunicação dão para as atividades físicas, o brasileiro ainda sofre muito com o sedentarismo. "A falta de tempo e condições ideais para a prática de exercícios é potencializada pela economia de movimentos do nosso dia a dia", explica Soares. As facilidades do controle remoto, telefone celular, elevadores e escadas rolantes, além de horas despendidas em frente à televisão e ao computador, ajudam a aumentar a incidência de diversas doenças associadas à falta de exercícios, entre elas a obesidade, que tem crescido em quase todos países", complementa.

Ciente da importância da prática de exercícios nesse processo e com o objetivo de estimular as atividades entre a população, o projeto elaborado pelo deputado Ivo José (PT-MG) está em tramitação conclusiva nas comissões de Finanças e Tributação; de Constituição e Justiça e de Cidadania. Se aprovado, permitirá o desconto de despesas anuais individuais de até R$ 1.094,00 em estabelecimentos devidamente habilitados. "Hoje são suficientemente conhecidos e reconhecidos os efeitos no organismo humano decorrentes de práticas físicas", explica o deputado.

Seja por meio de um clube, academia ou personal trainer, a pessoa que quiser realizar uma prática segura, otimizar seu desempenho sem riscos de lesões, fraturas ou contra-tempos, certamente terá um gasto alto com equipamentos, mensalidades ou acompanhamento profissional. "Por isso é extremamente importante haver um incentivo financeiro a essas atividades, já que sua prática regular é tão importante para a saúde. Investir agora em educação física é reduzir os gastos com saúde no futuro e evitar doenças", diz. 

Segundo Soares, a aprovação desse projeto é muito importante para o setor. "Caso seja aprovado certamente um número muito maior de pessoas se interessará na pratica de atividades físicas, conseqüentemente o Governo terá um gasto menor com saúde e o Brasil dará um grande passo na luta por uma vida mais saudável", conclui.

Fonte: Trama Comunicação



Tecnologia, home office e a transformação do mercado imobiliário

A tecnologia é uma grande aliada e uma ferramenta cada vez mais fundamental para o mercado imobiliário.

Tecnologia, home office e a transformação do mercado imobiliário

Impostômetro chega à marca de R$ 2 trilhões

Em 2020, a marca foi atingida em 22 de dezembro, informa associação de SP.

Impostômetro chega à marca de R$ 2 trilhões

Setor de food service deve movimentar R$ 167 bilhões em 2021

Enfraquecido pela pandemia, segmento de food service deve estar preparado para o boom das operações, que se dará em 2022.

Setor de food service deve movimentar R$ 167 bilhões em 2021

CNC estima faturamento recorde do varejo para o Dia das Crianças

A data é a terceira mais importante depois do Natal e do Dia das Mães.

CNC estima faturamento recorde do varejo para o Dia das Crianças

Serasa mostra que empresas pagam 51% das dívidas em até 60 dias

Dívidas recentes são recuperadas em maior número que antigas.

Serasa mostra que empresas pagam 51% das dívidas em até 60 dias

4 dicas de decoração e arquitetura para escritórios

Há tempos que o local de trabalho deixou de ser um ambiente sem graça.

4 dicas de decoração e arquitetura para escritórios

Maioria de postos de trabalho foi criada por micro e pequena empresas

No acumulado do ano, as micro e pequenas empresas foram responsáveis por aproximadamente 70% dos postos de trabalho gerados no país.

Maioria de postos de trabalho foi criada por micro e pequena empresas

Pequenos negócios ainda registram queda no faturamento e se recuperam gradativamente

Pesquisa do Sebrae e da FGV mostra que indicadores do segmento apresentaram uma leve melhora em setembro, mas os impactos da crise ainda são sentidos pela maioria.

Pequenos negócios ainda registram queda no faturamento e se recuperam gradativamente

Um terço dos pequenos negócios mineiros investiu em RH para enfrentar a pandemia

Estudo do Sebrae Minas mostra, ainda, que 40% destas empresas precisaram reduzir as capacitações das equipes nos últimos 18 meses.

Um terço dos pequenos negócios mineiros investiu em RH para enfrentar a pandemia

Como evitar a estagnação empresarial?

Já pensou no porquê de algumas pessoas continuarem a avançar pessoal e profissionalmente, enquanto outros permanecem estagnadas?

Como evitar a estagnação empresarial?

Híbrido e Inteligente: o que esperar do varejo no futuro

Nada do que foi será, de novo, do jeito que já foi um dia.

Híbrido e Inteligente: o que esperar do varejo no futuro

Produtos com Indicação Geográfica são conhecidos por 60% dos pequenos negócios

Pesquisa feita pelo Sebrae mostra que até mesmo os negócios que não sabem o que é uma IG gostariam de vender produtos típicos regionais.

Produtos com Indicação Geográfica são conhecidos por 60% dos pequenos negócios