Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Projeto de leitura com deficientes visuais ganham prêmio do PNUD

Projeto de leitura com deficientes visuais ganham prêmio do PNUD

02/01/2006 Divulgação

O trabalho voluntário de Dinorá Couto, uma bibliotecária aposentada do Distrito Federal para fomentar a leitura entre deficientes visuais com a ajuda de livros em Braille foi considerado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) como um bom exemplo brasileiro para as oito formas de mudar o mundo.

Ex-coordenadora do Sistema de Bibliotecas Públicas distrital e responsável pela Biblioteca Braille de Taguatinga, que ajudou a criar com a professora Dalila de Lara e duas alunas deficientes visuais, Neuma Pereira e Noeme Rocha. Dinorá Couto foi uma das vencedoras do Prêmio ODM, entregue em meados de dezembro pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 27 personalidades brasileiras com ações exemplares.

Dinorá, que trabalha como voluntária há dez anos na Biblioteca Braille Dorina Nowil, foi agraciada na categoria Destaques do Prêmio Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), instituído pelo PNUD, governo federal e Movimento Nacional de Cidadania e Solidariedade para destacar experiências que ajudem o País a avançar para atingir as oito metas estabelecidas para a ONU. Entre os diversos projetos criados na biblioteca, envolvendo 83 deficientes visuais e 58 escritores de Brasília, estão o "Luz e Autor em Braille" e o "Revelando Autores em Braille".

Ao lado de Dinorá, subiu ao palco para receber o troféu e o diploma das mãos do presidente Lula, em cerimônia realizada no Palácio do Planalto, a deficiente visual Neuma Miriam Pereira, que trabalha na biblioteca. A experiência foi selecionada por um júri composto por renomados especialistas que analisaram ações que são desenvolvidas em diversas regiões do Brasil para promover a inclusão social, maior alcance da cidadania e promoção dos direitos humanos para ajudar o País a alcançar os Oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. 

O projeto da Biblioteca Braille Dorina Nowil é uma das 100 mil ações que estão sendo desenvolvidas em 2005 dentro do calendário do Ano Ibero-americano da Leitura, o Vivaleitura, comemorado no Brasil e em outros 20 países da Europa e das Américas.




O engajamento dos colaboradores em um mundo colocado à força em home office

A pandemia causada pelo novo coronavírus obrigou empresas de todo o mundo a adaptarem suas rotinas e métodos de trabalho, adotando o home office como resposta imediata à evolução da Covid-19.


Retomada econômica com cautela é defendida pela FIEMG

Federação acredita que a retomada deve ser customizada para cada região do estado


A crise e suas oportunidades

A partir dos dados da B3, é possível observar um movimento extremamente curioso no mercado financeiro.


Acomodando-se para a longa viagem: trabalhando de casa com segurança

Na última década, vimos um tremendo aumento de trabalhadores remotos - tanto autônomos quanto colaboradores e executivos.


Empreendedor, o herói necessário

A recessão econômica que iniciada neste primeiro semestre de 2020 será uma das mais graves dos últimos tempos.

Empreendedor, o herói necessário

Mais da metade dos pequenos negócios mineiros tiveram crédito negado

Pesquisa do Sebrae mostra que a crise tem levado um número maior de empresários a buscarem empréstimos para manterem os negócios.

Mais da metade dos pequenos negócios mineiros tiveram crédito negado

Edital de Inovação para a Indústria do SENAI lança nova categoria

São 250 mentorias online e gratuitas para apoiar as empresas na produção de equipamentos de proteção para COVID-19.


Novos impactos para implementação da LGPD

As empresas que não se anteciparam na busca de adequação à LGPD devem colocar este projeto em segundo plano.


Geração de caixa através dos tributos em meio a pandemia

O que as empresas necessitam é de geração de caixa como medida imediata. A possibilidade existe por iniciativa própria e dentro da lei.


E-commerce nos tempos de COVID 19

O que as empresas podem fazer para manter a operação funcionando?


Os impactos da pandemia do novo coronavírus na mineração

Para continuar operando durante o período de isolamento social – que é uma das medidas restritivas essenciais no combate ao novo coronavírus –, diversas empresas precisam se reinventar.