Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Quais as vantagens em terceirizar serviços?

Quais as vantagens em terceirizar serviços?

02/04/2019 Igor Marçal

O gestor da terceirizada se torna o responsável por aquela operação ou atividade.

Quais as vantagens em terceirizar serviços?

A terceirização de atividades pelas empresas se tornou um novo nicho de mercado, sobretudo a partir das mudanças legislativas ocorridas no país. Em 2017, a Lei da Terceirização (13.429/2017) foi promulgada, autorizando as companhias a contratar empresas para realizarem serviços, mesmo que estivessem ligados à atividade-fim da companhia. Anteriormente, a exteriorização ou outsourcing – como também são chamados esses processos – era validada apenas às atividades-meio, normalmente relacionadas à limpeza, à segurança, Tecnologia da Informação, entre outras.

Muitas companhias permaneciam receosas em terceirizar atividades devido à insegurança jurídica. Isso mudou de cenário em agosto do ano passado, quando o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por 7 votos a 4, que as companhias estavam autorizadas a exteriorizar inclusive iniciativas relacionadas à atividade-fim. Mas, talvez, uma questão que passe pela cabeça de muitos empresários é: por que terceirizar um serviço essencial à minha empresa?

Em primeiro lugar, ao ter uma empresa terceirizada como responsável em vez de os próprios colaboradores, muda-se a forma de cobrança, estabelecida por um contrato, com prazos e metas em uma relação entre duas companhias.

O gestor da terceirizada se torna o responsável por aquela operação ou atividade, fazendo com que a exigência por resultados e soluções seja direcionada a uma empresa. Para tal, geralmente são estipuladas metas que devem ser buscadas pela terceirizada e que podem estar em linha com diferentes conceitos, seja de economia, de produtividade, de corte de custos, entre outros.

O gestor da empresa contratante, ao optar por terceirizar determinadas atividades, pode escolher iniciativas essenciais para permanecer sob o seu controle. Dessa maneira, consegue permanecer focado em aspectos estratégicos do negócio, evitando gerir departamentos periféricos e que costumam absorver mais tempo do que deveriam.

Outro ponto determinante está na necessidade de diminuir o chamado fator humano: ou seja, a necessidade em lidar com a mão de obra. Cada vez mais, as empresas buscam executivos capazes de lidar com as pessoas. No caso de uma terceirização, a forma de cobrança é mais específica, focada apenas no resultado, reduzindo essas dificuldades.

Nesse quesito, destaca-se também a redução de riscos, já que todos os custos de indenizações trabalhistas, por exemplo, serão absorvidos pela empresa terceirizada e não pela contratante. Dessa forma, as companhias conseguem projetar de forma mais adequada os seus orçamentos, sem a possibilidade de surgimento de encargos inesperados, especialmente trabalhistas e previdenciários.

*Igor Marçal é especialista em terceirização e é sócio do Grupo Primee

Fonte: P+G Comunicação



Franquias de chocolate de baixo investimento são os mais buscados

Maioria dos interessados em franquias de chocolate buscam investir com capital de até R$ 50 mil

Franquias de chocolate de baixo investimento são os mais buscados

PIB fica estável no trimestre encerrado em fevereiro

No acumulado de 12 meses, PIB registra alta é de 1,1%

PIB fica estável no trimestre encerrado em fevereiro

Opinião: As mentiras do ex-chefão da Volks

Denúncia contra Martin Winterkorn é mais um passo no processo legal das fraudes nas emissões de motores a diesel da montadora.

Opinião: As mentiras do ex-chefão da Volks

Empresas podem ainda ser obrigadas a descontar na folha a contribuição sindical?

A Reforma Trabalhista, promovida no Brasil em novembro de 2017, acabou com a contribuição sindical obrigatória para os trabalhadores.


Mais de 8,5 mil empresas foram abertas por dia em 2019

Dados do Empresômetro apontam mais de 722 mil empresas formalizadas no primeiro trimestre do ano

Mais de 8,5 mil empresas foram abertas por dia em 2019

Mundo VUCA e a explosão da economia GIG

Não é de hoje que percebemos a necessidade de nos adaptarmos às mudanças.


Funcionário feliz é mais produtivo

Sabe de uma coisa? Equilibrar a vida pessoal e profissional não é fácil, quem dirá o emocional.

Funcionário feliz é mais produtivo

Cadastro Positivo: o que muda para o consumidor?

Nova lei torna o acesso ao crédito mais fácil para consumidores e empresas que honram seus compromissos financeiros

Cadastro Positivo: o que muda para o consumidor?

Produção de grãos deve crescer 2,1%, diz Conab

Produção de grãos deve alcançar 235,3 milhões de toneladas na safra 2018/2019

Produção de grãos deve crescer 2,1%, diz Conab

Exportações do agronegócio mineiro crescem no primeiro trimestre

Valor alcança US$ 1,75 bilhão, com aumento de 1,6% em relação ao mesmo período do ano passado

Exportações do agronegócio mineiro crescem no primeiro trimestre

As mulheres no mercado de trabalho

Apesar das mulheres representarem 52% da força de trabalho no mercado brasileiro, apenas 38% dos cargos de chefia são ocupados por elas.

As mulheres no mercado de trabalho

Governo sanciona lei do novo Cadastro Positivo

Medida pode beneficiar até 130 milhões de consumidores brasileiros

Governo sanciona lei do novo Cadastro Positivo