Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Quilombolas concluem curso de alfabetização

Quilombolas concluem curso de alfabetização

17/04/2006 Divulgação

As comunidades quilombolas da região de Gorutuba, ao Norte de Minas Gerais, estão em festa. No dia 18 de abril, 400 alunos do projeto-piloto Alfabetização Quilombola comemoram a conclusão do curso, com uma cerimônia na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) do município de Janaúba, às 9 horas.

O projeto Alfabetização Quilombola integra o Programa BB Educar, da Fundação Banco do Brasil, que promove a alfabetização de jovens e adultos em todo o País. A partir de maio, os alunos começam a freqüentar aulas para incentivar a leitura e a continuidade do aprendizado.

Inspirado no pensamento de Paulo Freire, o programa é baseado nos princípios da educação libertadora e na aprendizagem dialógica, que permite a alunos e professores ensinar e aprender. “Temos o cuidado de capacitar alfabetizadores entre os jovens da própria comunidade, pois isso evita choques culturais e possibilita abordar, nas aulas, assuntos e questões relacionados ao cotidiano do gorutubano”, diz Jacques Pena, presidente da Fundação Banco do Brasil.

Segundo Pena, os 400 quilombolas que concluíram o curso de alfabetização aprenderam muito mais do que somente ler e escrever. “Eles aprenderam a se enxergar como cidadãos e agentes de mudança, o que estimulará a discussão e implantação de alternativas econômicas, sociais e políticas para o desenvolvimento da comunidade.” Implementado em 25 comunidades quilombolas, o projeto Alfabetização Quilombola também contou com a consultoria técnica do antropólogo Aderval da Costa Filho e do Instituto Socioambiental (ISA), além do apoio de uma rede social formada por voluntários e diversas associações da região.

O Alfabetização Quilombola permitiu ainda que os gorutubanos recebessem diagnósticos oftalmológicos e, em caso de necessidade, óculos gratuitos. Além disso, a Fundação Banco do Brasil atua como parceira da comunidade na implantação de hortas comunitárias e no projeto de captação e distribuição de água. O investimento da Fundação nesses projetos é de R$ 725 mil.

História

O povo gorutubano divide-se em 27 comunidades, que somam cerca de 6.500 pessoas. Remanescente de quilombos, a população da região vive no Vale do rio Gorutuba desde o século XVIII. Vítimas de um enorme processo de expropriação, deflagrado nos anos 40 e intensificado a partir da década de 70, os gorutubanos ocupam hoje pequenas frações de terra, em meio a grandes fazendas de pecuária extensiva. Essa situação faz com que muitos deles plantem em terras emprestadas ou arrendadas, enquanto a maioria restringe suas atividades de subsistência aos quintais de suas casas, criando suínos, caprinos e aves.



Coronavírus provoca a maior queda da história na confiança do empresário do comércio

Icec tem retração mensal de 20,9%, cai ao menor nível desde 2016 e chega à zona de insatisfação.

Coronavírus provoca a maior queda da história na confiança do empresário do comércio

Como gerar valor a partir da inovação e da cultura

O que mais lhe interessa durante a entrega de um serviço: contar com um atendimento de qualidade ou se identificar com os valores que guiam a empresa que você contratou?


Remédio ou Veneno? Depende da dose

Existe apenas um segredo para sobreviver: não morrer.

Remédio ou Veneno? Depende da dose

Vendas no comércio têm pior desempenho em duas décadas, aponta Serasa

Comércio registra queda de 31,8% na comparação com o mesmo mês de 2019.

Vendas no comércio têm pior desempenho em duas décadas, aponta Serasa

Como cuidar do fluxo de caixa pós-pandemia

Lembrando que o poder de compra dos clientes e dos potenciais clientes também deve mudar.


Sucesso nos negócios: estratégia ou acaso?

Embora sejam simples, as estratégias não são simplistas, e a maioria avassaladora das empresas brasileiras não possui esse tipo de direcionamento.

Sucesso nos negócios: estratégia ou acaso?


Acredite, 2020 será o melhor ano da vida de muitas pessoas

Independente do cenário, muitas pessoas estão fazendo dinheiro como nunca. E a causa primária disso é a Internet.


O momento pede revisão na estratégia para manutenções

Como essa nova realidade mundial enfrentada pelo coronavírus impõe mudanças na estratégia de gestão dos ativos.


Economia brasileira recua 1,5% no primeiro trimestre

Resultado foi afetado pelo novo coronavírus e isolamento social.

Economia brasileira recua 1,5% no primeiro trimestre

O engajamento dos colaboradores em um mundo colocado à força em home office

É fato que muitas empresas, no Brasil e no mundo, já tinham essa como uma prática regular.

O engajamento dos colaboradores em um mundo colocado à força em home office

Pesquisa mostra consumo mais consciente e compromisso com a sustentabilidade

61% dos consumidores esperam que as marcas que compram tenham práticas claras de sustentabilidade.